Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Angola est focada Olmpicos

Melo Clemente - 25 de Julho, 2019

Trio de tcnicos expatriados pode escalar a capital do pas este final de semana segundo presidente da FAB

Fotografia: Alberto Pedro | Edies Novembro

A Pré-Selecção Nacional de basquetebol em seniores masculinos arranca com os trabalhos de preparação a 27 do mês em curso, no Pavilhão Principal da Cidadela Desportiva, visando a sua participação na 18ª edição da Copa do Mundo da modalidade, prova a decorrer em oitos cidades da República Popular da China, de 31 de Agosto a 15 de Setembro do ano em curso, com o pensamento virada para os Jogos Olímpicos de 2020 (Japão).
O facto foi revelado ontem pelo presidente da Federação Angolana de Basquetebol (FAB) Hélder Martins da Cruz "Maneda", em conferência de imprensa, realizada numa das salas de reuniões do órgão reitor da modalidade no país, sita no Complexo da Cidadela Desportiva, em Luanda, que serviu para apresentação oficial da convocatória dos 17 jogadores  para “Operação” China/2019.
Dos dezassete (17) atletas convocados para os trabalhos de preparação da Pré-Selecção Nacional, treze (13) dos quais militam no país, apenas sete estiveram ontem na apresentação do cinco nacional.
Trata-se de Carlos Morais, Eduardo Mingas, Mohamed Malick Cissé, Gerson Domingos, Gerson Gonçalves "Lukeny, Leonel Paulo e Reggie Moore, respectivamente.
O poste Yanick Moreira, que na temporada passada militou no basquetebol italiano e que se encontra na capital do país, Luanda, à sensivelmente dois meses, não se fez presente ontem numa das salas de reuniões do órgão reitor da modalidade. O mesmo se poderá dizer de Jone Pedro, antigo poste do Clube Central das Forças Armadas Angolanas (1º de Agosto).
Por seu turno, Bruno Afonso David Fernando, do Atlanta Hawks, Sílvio Samuel de Sousa, do Kansas University dos Estados Unidos da América, e Júlio Assis, apesar de fazerem parte da convocatória para a Copa do Mundo da China, a direcção da FAB, liderada por Hélder Martins da Cruz "Maneda" não encetou  qualquer contacto junto dos referidos atletas, para se saber sobre a disponibilidade dos mesmos, com realce para os dois jogadores que militam nos Estados Unidos da América.
Entretanto, sem ter ainda uma data exacta para o embarque do cinco nacional para o palco da competição, onde vai participar em dois torneios internacionais, muito menos o nome das selecções com quem vai jogar durante o estágio pré-competitivo, Hélder Martins da Cruz "Maneda" e o seus colaboradores, decidiu chamar ontem à comunicação social, para apresentar a convocatória dos hendecampeões africanos da "bola ao cesto".
Para além dos dois torneios internacionais da China, o cinco nacional vai igualmente disputar um torneio na Coreia do Sul, antes de entrar em cena na Copa do Mundo da República Popular da China.
Com um discurso musculado a roçar a arrogância,  Hélder Martins da Cruz "Maneda" fugiu, em alguns momentos, responder de forma directa as questões que lhe foram colocadas, durante a conferência de imprensa.
O número um da FAB, recusou-se a entrar em pormenor relativamente aos pendentes que tem com alguns jogadores convocados para a "Operação" China. "Os pendentes existem em todos os lados....", disse.
Questionado sobre o objectivo traçado pela direcção da FAB para o Mundial da China, Hélder Martins da Cruz "Maneda" respondeu que passa em ser o melhor representante do continente africano, o que dá automaticamente o apuramento directo aos Jogos Olímpicos de 2020, competição marcada para a cidade japonesa de Tóquio.
De acordo ainda com aquele responsável federativo, o trio de técnicos expatriados, nomeadamente, Will Voigt, Mathias Eckhoff e John Bryant deve, em princípio, pisar o solo angolano no dia 27 do mês em curso, dia em que está agendado o arranque dos trabalhos da Pré-Selecção Nacional.
O técnico angolano Walter Costa, que regressou recentemente do Afrobasket de Cabo Verde (Sub-16 masculino), vai liderar a primeira sessão de treinos, a ser realizada no Pavilhão Principal da Cidadela Desportiva.
Antes de seguir viagem para o país que vai acolher a 18ª edição da Copa do Mundo de 2019, os hendecacampeões africanos vão trabalhar a componente física, sem descurar os aspectos técnicos e tácticos.
ANGOlA figura no Grupo D do Mundial, ao lado da Sérvia, Itália e Filipinas.
Eis os atletas convocados para a Copa do Mundo da República Popular da China:  Carlos Morais, Benvindo Quimbamba, Hermenegildo Mbunga, José António, Leonel Paulo, Gerson Gonçalves "Lukeny", Olímpio Cipriano, todos do Atlético Petróleos de Luanda, Eduardo Mingas e Mohamed Malick Cissé, ambos do 1º de Agosto, Leandro da Conceição, Sport Lisboa e Benfica, Gerson Domingos e Reggie Moore, ambos do Grupo Desportivo Interclube, Jone Pedro, do Galitos de Portugal, Bruno Afonso David Fernando, do Atlanta Hawks, Sílvio Samuel de Sousa, do Kansas University, Yanick Moreira e Júlio Assis, sem clubes.