Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Angola isenta de dificuldades

Benigno Narciso, no Lubango - 07 de Maio, 2013

Dirigente sugere preparação condigna do “cinco” nacional para reconquistar o troféu

Fotografia: Jornal dos Desportos

A campanha de Angola na primeira fase do Afrobasket’2013 a disputar-se de 20 a 31 de Agosto próximo, em Abidjan, na Costa do Marfim, vai ser isenta de grandes dificuldades. A constatação é do vice-presidente para o futebol do Benfica Petróleos do Lubango, Jackes da Conceição.

O responsável sustentou que a sua previsão resulta da disparidade do potencial competitivo, experiência, tradição e pergaminhos entre a selecção de Angola e as de Moçambique, Cabo Verde, República Centro Africana, no grupo C. “Num percentual de zero a dez, o grau de dificuldades da selecção de Angola na primeira fase, diria que é de zero. Os adversários, com todo o respeito que tenho, estão ao perfeito alcance da selecção angolana”, disse.

Jackes da Conceição defendeu que a equipa técnica nacional deve aproveitar os jogos da primeira fase do Afrobasket para utilizar todos os atletas, conferir maior equilíbrio no tempo de jogo dos jogadores e assim alcançar a estabilidade competitiva uniforme ao grupo, motivação e ambientalização.

“O técnico deve rodar todos os atletas na primeira fase de forma que estejam todos no mesmo nível em termos de tempo de jogo e competitivo para que nas fases seguintes haja equilíbrio nas alternativas e substituições”, defendeu. Deste modo, Jackes considerou que a equipa vai ter o maior equilíbrio necessário, pois os atletas vão estar em pé de igualdade do ponto de vista da potencialidade competitiva, ao invés de dar mais tempo de jogo a um determinado número de jogadores em detrimento de outros.

Jackes da Conceição afirmou que é na primeira fase da competição em que o “cinco nacional” deve afirmar o seu poderio para que os adversários o encarem como o potencial candidato à conquista de mais um título africano. Para o sucesso da selecção nacional, o responsável referiu que é necessário uma boa preparação.

“Angola vai precisar fazer jogos de compenetração, de aprimoramento de forma a defrontar outros jogos com a máxima força que nos vai dar o verdadeiro indicador em direcção à (re)conquista do título perdido para a Tunísia, em 2011, em Antananarivo, Madagáscar”, disse

NBA
LeBron James eleito MVP

LeBron James voltou a ser eleito o Jogador Mais Valioso (MVP) da NBA, o seu quarto prémio como profissional, ao conseguir 120 dos 121 votos possíveis, anunciou domingo a liga de basquetebol profissional americana. O jogador do Miami Heat só não conseguiu  unanimidade porque um jornalista dos que cobre diariamente a NBA não lhe deu o seu voto para o primeiro lugar.

Mesmo assim, LeBron pode- se orgulhar de ter entrado para um selecto grupo que reúne apenas os astros Kareem Abdul-Jabbar, Michael Jordan, Bill Russell e Wilt Chamberlain, os outros que ganharam o prémio em pelo menos quatro anos.

Eleito também o segundo melhor defensor da actual temporada, ficando atrás apenas do espanhol Marc Gasol, LeBron somou 1.207 pontos e foi secundado por Kevin Durant, do Oklahoma City Thunder, com 765, e Carmelo Anthony, do New York Knicks, com 475.
O troféu de melhor jogador da temporada foi entregue  a LeBron na noite de ontem, segunda-feira, antes do jogo que abriu a série válida nas semi-finais da Conferência Leste, entre o Heat e  Chicago Bulls.

Enquanto isso, depois da eliminação do Brooklyn Nets, na primeira ronda dos Play-offs, a direcção da equipa anunciou que não manterá o técnico interino P.J. Carlesimo no comando do elenco. A decisão foi confirmada menos de 24 horas após a derrota contra o Chicago Bull no sábado. O confronto foi um dos mais equilibrados da primeira fase e só foi decidido no sétimo jogo, em Nova York.

"O Brooklyn Nets gostaria de agradecer P.J. pelos seus esforços com a equipa, tanto como assistente quanto como técnico, e pela sua contribuição dentro e fora de quadra. Desejamos o melhor a ele e a sua família nos próximos anos", declarou Billy King, director da franquia.

Carlesimo foi promovido a técnico interino em Dezembro de 2012, para cobrir a demissão de Avery Johnson. Com os Nets, ele conseguiu 35 vitórias em 54 confrontos e terminou a primeira fase da NBA na quarta posição da Conferência Leste.