Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Angola verga Zmbia e alcana segunda vitria

Melo Clemente - 28 de Março, 2017

Cinco nacional encurtou caminho para o Afrobasket do Congo Brazzaville

Fotografia: Jornal dos Desportos

A Selecção Nacional de basquetebol seniores masculino somou a sua segunda vitória, ao derrotar ontem, em Lusaka,capital zambiana, o país anfitrião (Zâmbia), por 54-79, em partida referente à terceira jornada do Grupo A do torneio de apuramento ao Campeonato Africano das Nações, vulgo Afrobasket, prova a decorrer de 19 a 31de Agosto do ano em curso, no Congo Brazzaville.

O combinado nacional  que na segunda jornada superou a congénere da África do Sul, por expressivos 87-51,  no domingo, em partida a contar para  a segunda jornada da aludida competição, ontem, diante da selecção caseira, os hendecacampeões africanos voltaram a exibir-se ao mais alto nível, para a satisfação da dupla técnica Manuel Silva "Gi" e Miguel Pontes Lutonda.

Com um plantel de longe superior ao do seu adversário, quer em termos de valores individuais, quer em termos colectivos,  a Selecção Nacional não concedeu qualquer facilidade à Zâmbia, que nos minutos iniciais da partida ainda esboçou alguma resistência.

Em face deste triunfo, os angolanos acabaram por dar um passo gigantesco, rumo ao apuramento à fase final do Campeonato Africano das Nações da "bola ao cesto", prova que contará com a participação de 16 nações, subdividas em quatro grupos, de quatro selecções cada.

A Selecção Nacional assumiu deste modo, a liderança do Grupo A, com quatro pontos, fruto de duas vitórias, em igual número de partidas, seguida da África do Sul, que ontem folgou, por imperativo de calendário, somando, por isso, três pontos, contra dois da Zâmbia, na cauda da tabela classificativa.
Entretanto, os angolanos voltam a entrar em cena amanhã, quarta-feira, diante da África do Sul, em partida referente à primeira jornada da segunda volta do torneio de apuramento ao Afrobasket de 2017.

Os hendecacampeões africanos encerram a sua participação na referida competição na quinta-feira, enfrentam novamente a selecção caseira.Para a fase final da 29ª edição do Campeonato Africano das Nações do Congo Brazzaville, estão  apuradas oito selecções, designadamente, Nigéria, actual campeã africana, Congo Brazzaville, como país organizador, Uganda, Egipto, República Democrática do Congo, Mali, Senegal e Moçambique.

Por seu turno, a selecção de Cabo Verde, medalha de bronze do Afrobasket de 2007, prova disputada em Angola, falhou a qualificação à fase final do Campeonato Africano das Nações do Congo Brazzaville.Os cabo-verdianos foram superados, no torneio de apuramento, pelas selecções do Mali e do Senegal, respectivamente.

CABITA FAZ PRIMEIRA
INTERNACIONALIZAÇÃO

Aos 23 anos de idade, o extremo poste do Grupo Desportivo do Interclube, Fidel Cabita, dois metros e seis centímetros de altura, fez no domingo , diante da África do Sul, a sua primeira internacionalização com a Selecção Nacional de basquetebol sénior masculina, que procura em Lusaka, o passe de acesso à fase final do Campeonato Africano das Nações do Congo Brazzaville.

Cabita, um dos estreantes do cinco nacional, a par do Gerson Gonçalves, actuou durante cinco minutos e 18 segundos, na vitória de Angola sobre a África do Sul, por expressivos 87-51. O jovem jogador anotou apenas dois pontos.O extremo base do Atlético Petróleos de Luanda, Gerson Gonçalves "Lukeny", actuou durante 20 minutos e três segundos, contribuindo com dez pontos.

Basquetebol de Rua
Palanca e Amigos de Lutonda abrem torneio


Palanca - Amigos de Lutonda e Amigos da Terra Nova - Selecção Distrital do Tala Hady jogam no dia 8 de Abril, no Multiusos do Cariango, no Cazenga, em jogos referentes às meias-finais da primeira edição da Taça "Café Platina" em basquetebol de rua, segundo ditou o sorteio realizado domingo último.
Os vencedores dos jogos de sábado, 8, vão defrontar-se no dia seguinte às 11h00, na final do torneio, ao passo que os vencidos jogam, às 9h00, para a classificativa do terceiro lugar.

Dois jogos que estão a "mexer" com os adeptos da modalidade no Cazenga e demais distritos da província de Luanda, pois o basquetebol de rua é um movimento desportivo que arrasta apreciadores da modalidade aos palcos, onde decorrem os torneios. Aliás, a primeira prova de vulto realizado pela Associação dos Amigos do Basquetebol do Cazenga (ABACA), em 1998, por altura dos festejos do 56º aniversário do Presidente da Republica, José Eduardo dos Santos, é um exemplo.

O sorteio, orientado pelo coordenador-adjunto do torneio, Samuel Ribeiro "Samy", decorreu dentro da normalidade. Os responsáveis das formações participantes foram informadas sobre os pormenores relacionados com a cerimónia de abertura, premiação dos vencedores e regulamento.As equipas vão inscrever 12 jogadores,  sendo quatro federados, e devem utilizar dois atletas em simultâneo. 

A equipa dos Amigos da Terra Nova foi representada no sorteio por Edmar Victoriano "Baduna", o Palanca por Sardinha Caetano, e Sonnerberg Miguel, e a selecção distrital do Tala Hady por Mário Prata "Malembe". Os Amigos de Lutonda não estiveram representados na cerimónia. O vencedor do torneio vai receber um troféu e Akz 50.000,00 (cinquenta mil kwanzas) e o melhor cestinha um troféu e Akz 10.000, 00 (dez mil kwanzas). A organizadora estuda a possibilidade de premiar igualmente o melhor jogador da competição.

Apuramento
“Ginguba” está confiante


O treinador da equipa de basquetebol do Progresso do Sambizanga, Alberto Carvalho “Ginguba”, afirmou no Lubango, estar convicto no apuramento da Selecção Nacional sénior masculina da modalidade, para o Afrobasket do Congo Brazzaville, a decorrer de 19 a 31 de Agosto.

Alberto Carvalho “Ginguba” indicou, que a selecção angolana que começou a competir domingo, no torneio de apuramento ao Campeonato Africano das Nações, possui jogadores de grande qualidade que devem assegurar a qualificação.

“Creio que Angola vai passear  a sua classe, para assegurar a qualificação para o Afrobasket do Congo Brazzaville. Para tal, é só ver a qualidade de jogadores que foram convocados. Jogadores de grande qualidade que estão a jogar muito bem no campeonato nacional, com uma experiência tremenda, e com certeza se eles jogarem a 50 ou 60 por cento daquilo que podem, claramente que vamos ganhar".

Ginguba reconheceu que Angola vai ganhar o zonal, por ser claramente muito mais fortes, comparativamente, aos adversários. "Penso, que a qualificação não vai estar em causa, por isso, temos de começar a preparar o futuro”, defendeu.No entender do técnico do Progresso do Sambizanga, o grupo à ordens do selecionador nacional, Manuel Silva “Gi” para essa “operação”, são os melhores nesta altura do campeonato nacional.
 Gaudêncio Hamelay - Lubango

Homenagem
Ângelo da Veiga
confraterniza com as  atletas


O ministro do interior, Ângelo da Veiga Tavares, recebe apenas na próxima semana, numa das salas de reuniões do Ministério do Interior, sita na Marginal de Luanda, a formação do Grupo Desportivo Interclube, vencedora da última edição da Taça dos Clubes Campeões Africanos sénior feminino.
O encontro de confraternização inicialmente estava previsto para ontem,segunda-feira, foi remarcado para a próxima semana,  por questões técnicas, segundo apurou o Jornal dos Desportos, de uma fonte do clube afecto à Polícia Nacional. Depois de ter dominado as principais provas nacionais, com destaque para o Campeonato Nacional e a Taça de Angola, a formação do  Interclube reconquistou o título da Taça dos Clubes Campeões Africanos, prova disputada em Novembro de 2016, Maputo (Moçambique). As polícias destronaram as arqui-rivais, 1º de Agosto, que não foram além do quarto lugar. M.C