Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Angolanos á procura das meias-finais na Tunísia

Melo Clemente - 19 de Dezembro, 2013

Uma vitória da equipa militar sobre a turma da polícia força uma finalíssima no sábado no Pavilhão 28 de Fevereiro em Luanda

Fotografia: Jornal dos Desportos

As equipas do 1º de Agosto e do Recreativo do Libolo procuram esta tarde em Sousse, Tunísia, a partir das 16h00, o acesso às meias-finais da Taça dos Clubes Campeões Africanos de basquetebol.Depois de ter ocupado o primeiro lugar da fase preliminar do Grupo B da competição, com nove pontos, fruto de quatro vitórias e uma derrota, a equipa militar, actual campeã africana em título, vai defrontar hoje para os quartos-de-final a formação do Tali BB do Gabão, conjunto que ocupou o quarto lugar do Grupo A.O Recreativo do Libolo, que na fase preliminar ocupou o segundo posto do Grupo B, também com nove pontos, vai medir forças com o Club Sportif Constantinois da Argélia.

Na qualidade de campeã africana em título e em face da qualidade do basquetebol que tem exibido durante a fase final da Taça dos Clubes Campeões Africanos, a equipa militar, com maior ou menor dificuldade, vai assegurar hoje o passe de acesso às meias-finais da competição.Paulo Macedo, técnico do 1º de Agosto, chamou a atenção aos seus pupilos sobre a necessidade de entrarem determinados no desafio desta tarde, de forma a não serem surpreendidos pelo representante do Gabão.O desempenho dos 12 atletas escolhidos para a campanha Sousse tem deixado satisfeito o técnico militar que augura a revalidação do ceptro africano.

À semelhança do 1º de Agosto, a equipa do Recreativo do Libolo, quinto classificado da edição passada, também tem tarefa “facilitada” hoje, diante do Club Sportif Constantinois da Argélia.Carlos Morais, Olímpio Cipriano, Braúlio Morais, Francisco Sousa, só para citar estes, têm a missão de conduzir o grémio de Calulo a mais uma vitória e consequentemente ao apuramento às meias-finais da Taça dos Clubes Campeões Africanos.

Nacionais jovens
Prova prossegue
de forma animada

As primeiras quatro jornadas dos XXII campeonatos nacionais de basquetebol sub-14 decorreram com normalidade e registaram uma afluência significativa de jovens empolgados pela modalidade da "bola ao cesto", garantiu terça-feira o coordenador da competição, Armando Dala “Dokas”.Ao falar à Angop a propósito do desenrolar dos jogos, o vice-presidente da Associação Provincial de Basquetebol de Benguela disse que o ambiente é salutar e há uma boa afluência de público aos pavilhões do Estrela Clube 1º de Maio e Sporting de Benguela, que acolhem as partidas.

O responsável mostrou-se satisfeito com o facto da competição estar a atrair cada vez mais um número substancial de adolescentes, principalmente amigos ou parentes de jogadores, com o intuito de acompanharem a sua evolução.Dokas, antigo extremo da Selecção Nacional júnior masculina de basquetebol de 1987 ressaltou que não está em causa o factor competitivo no confronto entre as formações, porque neste escalão o mais importante é que os miúdos se divirtam e exteriorizem o seu potencial.

“Não vemos este escalão como uma competição, porque este é um nível de pré-competição e de iniciação em que o factor principal é incentivar os atletas a não desistirem facilmente e a sentirem que estão num desporto de recreação nesta fase da sua vida”, salientou.Dokas considera que, apesar de Benguela ter sido escolhida para acolher os nacionais à última hora, devido à indisponibilidade da província do Bié, existem condições mínimas criadas para qualquer equipa, principalmente as que se debatem com poucos recursos financeiros.De acordo com o interlocutor, a prova está a ser disputada no sistema de todos contra todos a uma volta, apurando-se as quatro primeiras equipas para a segunda fase(classificativas, meia-final e final).A disputa dos nacionais que arrancou sábado em Benguela se prolonga até ao dia 22 de Dezembro.