Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Angolanos conhecem adversários

Hélder Jeremias - 30 de Março, 2013

Cinco nacional é convocado em Junho depois do Campeonato Nacional

Fotografia: Jornal dos Desportos

Representantes de 16 nações juntam-se hoje na capital da Costa de Marfim para testemunhar a cerimónia do sorteio da XXVII edição do Campeonato Africano das Nações (Afrobasket), a ter lugar de 20 a 31 de Agosto, em Abidjan.

No sorteio, que tem como cabeças de série a Tunísia (detentora do título), Angola (vice-campeã), Nigéria (terceira classificada) e Costa de Marfim, na qualidade de anfitriã, vão estar também representantes das selecções do Marrocos, Camarões, Argélia, Senegal, Bukina Faso, República Centro Africana, Congo, Cabo Verde, Moçambique e do Egipto.

Angola, que se faz representar na cerimónia pelo presidente da Federação Angolana de Basquetebol, Paulo Madeira, e pela secretária-geral, Isabel Major, na qualidade de cabeça de série, não tem hipóteses de se encontrar, na primeira fase, com a selecção da Tunísia nem da Nigéria, adversários que representariam maior grau de dificuldade.

O seleccionador nacional, José Carlos Guimarães, aproveita a fase derradeira do Campeonato Nacional de Basquetebol (BAI-Baskt) para avaliar os atletas que vão integrar o grupo de trabalho com vista ao resgate do ouro continental, cedido aos tunisinos no “Africano” de Antananarivo, Madagáscar, em 2011.

As selecções do Mali e Ruanda são encaradas como as menos cotadas, por terem conseguido o apuramento por repescagem, depois de serem mal sucedidas nos respectivos zonais qualificativos.

Moçambique, Congo e Cabo-Verde têm estado a progredir em termos competitivos, muito embora também não estejam enquadradas no leque de adversários mais temíveis.

Paulo Madeira mostra-se confiante quanto ao resgate da hegemonia do basquetebol, motivo pelo qual criou, antes do seu embarque para o país organizador, uma comissão técnica encarregue de fazer uma “radiografia” às questões prementes para erradicar os problemas que enfermam o basquetebol nacional.

A secretária-geral da Federação, Isabel Major, reiterou a confiança ao técnico José Carlos Guimarães, quando frisou ao Jornal dos Desportos, que “a sua não ida ao sorteio não representa qualquer questão ligada ao seu vínculo contratual, uma vez que o importante é o país estar representado pelos seus dirigentes no evento”.


NBA
Karl propõe sistema inovador


A menos de um mês para o início do play-off (20 de Abril), começa a surgir alguma contestação ao actual sistema. Nesse sentido, George Karl, treinador dos Denver Nuggets, manifestou o desejo de mudança e, questionado sobre a eventual extinção das Divisões, mantendo apenas as Conferências, foi claro: “Iria mais longe. Punha as 16 equipas apuradas para o play-off hierarquizadas pelo seu registo a jogarem entre si sem limitações de Conferências.”

Assim sendo, se este método sugerido por Karl fosse aprovado, após definidos os oito apurados de cada Conferência, na época regular, seria organizado um ranking do melhor para o pior registo dessas 16 equipas, sendo que a primeira jogaria contra a 16ª, a segunda contra a 15ª, a terceira contra a 14ª, e assim sucessivamente.

“Seria interessante observar os embates que este sistema ia ditar, além de que, de certeza, os fãs iam ficar ainda mais entusiasmados. Seria realmente louco”, sublinhou

Karl.Gasol
“Um calvário permanente.” Foi desta forma que Pau Gasol apelidou a época dos Lakers. “Se jogamos, julgam-nos pelo nosso rendimento. Ninguém se importa se não estamos recuperados ou se nos dói um pé”, desabafou.


LIGA DAS AMÉRICAS
FIBA define sede da Final Four


A Federação Internacional de Basquetebol (FIBA) confirmou, na passada quarta-feira, a sede do Final Four da Liga das Américas. O título é definido na cidade de Arecibo, em Porto Rico, entre 5 e 7 de Abril. Brasília também concorria ao posto.

“Consideramos ambas as propostas e chegamos à conclusão de que a proposta de Arecibo era melhor. Agradecemos aos dirigentes do Uniceub (Brasília) pelo interesse, pelo seu profissionalismo e por ser um clube de nível, disse Alberto García, secretário-geral da FIBA América. Com isso, o Capitanes de Arecibo pode contar com o apoio da sua torcida na luta pelo campeonato. Brasília, Pinheiros e o Lanús (ARG) são as outras equipes no páreo. A tabela dos confrontos ainda está por definir.


»OUTROS DESTAQUES

Los Angeles Lakers perdem
para os Bucks

Os Los Angeles Lakers foram derrotados fora de casa pelos Milwaukee Bucks por 103 a 113, apesar da boa actuação de Kobe Bryant, que marcou 30 pontos. Com a derrota, a equipa californiana tem a classificação ameaçada para os play-off da NBA. A equipa mantém-se na oitava posição da Conferência Oeste, agora com 37 vitórias e 36 derrotas.


Indiana Pacers vencem
Dallas Mavericks

Os Indiana Pacers confirmaram a boa fase na época regular e derrotaram os Dallas Mavericks por 103 a 78, fora de casa. Os visitantes ocupam a segunda posição da Conferência Leste com 46 vitórias e 27 derrotas na NBA, já com vaga garantida nos play-off. Os Dallas Mavericks continuam fora da zona de classificação à fase de “mata-mata”, na 10ª posição da Conferência Oeste.