Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Angolanos ensaiam táctica

Hélder Jeremias - 29 de Julho, 2014

Técnico angolano orienta a sessão hoje no pavilhão anexo II da Cidadela Desportiva visando o encontro de amanhã com a selecção de Portugal em partida da quarta jornada

Fotografia: Kindala Manuel

A Selecção Nacional de basquetebol, em sub-16, masculina, aproveita a pausa de hoje para montar a estratégia com vista a disputa da jogo de amanhã, às 15h00, no pavilhão anexo II da Cidadela Desportiva, diante da selecção de Portugal. A partida é pontuável para a quarta jornada do torneio da IX edição dos Jogos da Comunidade de Países de Língua Portuguesa, que o país acolhe até dia 2 de Agosto.

Depois de uma pausa forçada pela desistência da selecção de Cabo Verde, o combinado nacional dispõe de tempo suficiente para corrigir as debilidades verificadas nas duas jornadas anteriores. Perdeu diante da forte equipa do Brasil por 64-41 e venceu a modesta formação de São Tomé e Príncipe por 57-39.

Durante o treino de ontem, o seleccionador nacional Joaquim Pinto fez uma incursão na abordagem dos aspectos defensivos. Esse sector apresentou uma interpretação débil no jogo frente a equipa da Ilha de São Tomé. Em alguns momentos, os ilhéus equilibraram a partida, sobretudo nos dois quartos iniciais. A equipa nacional correspondeu à risca as instruções de Joaquim Pinto e auxiliares.

Durante os treinos, o Jornal dos Desportos apurou que os aspectos ofensivos vão gozar de alguma primazia. O técnico pretende adoptar o plantel com incursão sobre o reduto português, depois  da observação do jogo de Portugal contra o Brasil, em que os tugas perderam por 41-61. A equipa de São Tomé e Príncipe averbou ontem a sua terceira derrota consecutiva, desta vez diante do Brasil, detentor do título.

Hoje e amanhã, os santomenses aproveitam a pausa para retemperar energias. O Brasil projecta o próximo jogo diante de Moçambique. A equipa do Índico evidencia uma disciplina táctica e o jogo colectivo é um dos pontos fortes do plantel às ordens de Ernesto Maflombe.