Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Angolanos regressam com bronze na bagagem

Melo Clemente - 29 de Julho, 2019

Fotografia: Edies Novembro

A delegação da Selecção Nacional sénior masculina de basquetebol (B) deve desembarcar nos próximos dias na capital do país, Luanda, com a medalha de bronze na bagagem, depois de ter participado na primeira edição do Afrocan, prova disputada em Bamako, capital maliana.Depois de ter terminado a fase preliminar de forma invicta, os pupilos de Paulo Macedo claudicaram nas meias-finais, perdendo diante da República Democrática do Congo, com quem perdeu por 78-84. Curiosamente, a República Democrática do Congo conquistou o título da primeira edição do Afrocan, ao bater na final o "desconhecido" Quénia, por 61-82. Afrocan é uma competição reservada aos atletas que militam nos campeonatos locais, dando  possibilidade as selecções de incluírem dois atletas que militam no estrangeiro. 

Entretanto, depois de baquear nas meias-finais, os angolanos entraram determinados na partida para a atribuição da medalha de bronze.Depois de ter vencido os marroquinos na fase preliminar, por 68-58, a Selecção Nacional sénior masculina (B) voltou a vergar com toda a naturalidade a similar de Marrocos, desta por 88-71, e conquistou a medalha de bronze no Afrocan2019.

Num jogo de enorme dificuldade para o combinado nacional nos dois primeiros períodos, em que baqueou por 17-21 e 16-19, foi na segunda parte que esboçou todo o seu potencial, protagonizando uma reviravolta de “sonho”.Naquela fase o adversário marcou apenas 31 pontos, contra 55 dos terceiros classificados, ou seja, Angola venceu no terceiro quarto por 32-21 e no último por 23-10).Hermenegildo Santos, do 1º de Agosto, foi considerado o MVP da partida (melhor jogador) com 17 pontos marcados.