Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Anbal Moreira augura ttulo

Hlder Jeremias - 20 de Outubro, 2013

Tcnico agostino tem de passar primeiro no torneio de apuramento para a taa dos campees que arranca este ms na Zmbia

Fotografia: Jornal dos Desportos

O técnico principal da equipa sénior feminino do 1º de Agosto, Aníbal Moreira, está confiante no potencial das suas atletas com vista à conquista da Taça dos Clubes Campeões Africanos, a ser disputada em Novembro em Marrocos.

Em declaração ao Jornal dos Desportos, o técnico sustentou a convicção no bom desempenho das suas pupilas ao longo das duas primeiras semanas de treinos assim como a forma como tem actuado no campeonato Provincial de Luanda, não obstante a equipa estar privada dos bons préstimos da capitã, Nachissela Maurício, a contas com ligeiras lesões contraídas no Africano de Maputo.

Aníbal Moreira sublinhou as boas condições de trabalho proporcionadas pela direcção do clube como um dos pressupostos para que a equipa comece por fazer uma boa campanha a partir do torneio da Zona VI de apuramento à fase final do Africano de clubes, que a capital da Zâmbia, Lusaka, vai acolher de 28 do presente a 2 de Novembro. Conforme afirmação do técnico, as equipas inseridas no Zonal VI não representam obstáculo para o 1º de Agosto, a julgar pelo razoável nível das respectivas competições, mas refere que a equipa deve dotar-se de fortes argumentos para se poder impor na fase final da competição, uma vez que vai cruzar com os mais fortes ao nível do continente.

Aníbal Moreira começa por apontar o Interclube como um dos principais adversários, sem perder de vista equipas provenientes dos campeonatos nigeriano, senegalês e maliano, que são disputados com elevado índice de competitividade.

Em declarações ao Jornal dos Desportos, o técnico revelou que a equipa vai manter o seu esqueleto básico com que conquistou o título nacional, mas deixa em aberto a contratação de uma ou duas atletas para reforçar o plantel.

«As minhas atletas são disciplinadas e conseguem interpretar as aspirações da equipa técnica. Com excepção da Nachissela que está fisicamente limitada, temos o conjunto a trabalhar na sua plenitude, o que nos permite augurar por uma boa prestação no Zonal VI e na fase final do Africano de Clubes», afirmou Aníbal Moreira.