Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

ASA e Petro acertam calendário

Melo Clemente - 10 de Dezembro, 2013

Emoções da bola ao cesto regressam hoje ao Pavilhão Anexo da Cidadela Desportiva para o Campeonato Nacional

Fotografia: Jornal dos Desportos

A s formações do Atlético Sport Aviação (ASA) e Petro de Luanda defrontam-se esta tarde, a partir das 16h00, no Pavilhão Anexo número dois da Cidadela Desportiva, em desafio de acerto de calendário da VII jornada do Campeonato Nacional de basquetebol em seniores masculinos, vulgo BAI Basket. A partida estava inicialmente marcada para a última sexta-feira mas, por indisponibilidade do Pavilhão, que acolheu no final de semana a Taça Lwini em basquetebol em cadeira de rodas, a direcção técnica da Federação Angolana de Basquetebol remarcou o encontro para hoje.

Em caso de vitória esta tarde frente aos aviadores, os petrolíferos podem alcançar o 1º de Agosto na liderança do BAI Basket, com dez pontos.Terceiro classificado com oito pontos, os mesmos que o Recreativo do Libolo, na segunda posição, a equipa do Eixo-viário vai procurar esta tarde vergar a formação aviadora do técnico Carlos Dinis. As duas colectividades não jogaram na dupla jornada do fim-de-semana, tendo a equipa do 1º de Agosto assaltado a liderança do BAI Basket.

A jogar na condição de equipa visitada, o ASA, carrasco da formação do 1º de Agosto no campeonato provincial, vai procurar surpreender mais um colosso da “bola ao cesto”. Oitavo classificado do BAI Basket, com apenas dois pontos, Carlos Dinis vai montar uma equipa que seja capaz de neutralizar as acções ofensivas dos petrolíferos da capital que estão totalmente focalizados para as competições domésticas, depois de terem falhado o apuramento à fase final da XXVIII edição da Taça dos Clubes Campeões Africanos.

O jogo colectivo dos aviadores pode surpreender os petrolíferos que continuam a depender das suas principais unidades, com destaque para o internacional Valdelício Joaquim, poste de 2,08 metros. O equilíbrio vai seguramente marcar o desafio desta tarde, sendo que a equipa que explorar convenientemente os erros do adversário conquista os dois pontos em disputa. Este final de semana a edição 36 do BAI Basket realiza a última jornada da primeira volta da fase regular. A segunda volta da fase regular arranca a 25 de Janeiro de 2014.

Taça dos Clubes Africanos
Libolo e 1º de Agosto estão em Sousse

Recreativo do Libolo e 1º de Agosto estão deste ontem em Sousse, Tunísia, palco da Taça dos Clubes Campeões Africanos, competição a decorrer de 12 a 21 deste mês. A equipa militar deixou o país na madrugada de ontem, ao passo que o Recreativo do Libolo do Kwanza-Sul partiu de Lisboa, onde esteve a cumprir um curto estágio pré-competitivo de cerca de 15 dias.

Com sete troféus conquistados a nível da Taça dos Clubes Campeões Africanos, a equipa rubra e negra vai em busca do seu oitavo anel continental.
Ao contrário das épocas anteriores, este ano, o 1º de Agosto optou por realizar toda a sua preparação no país. Com sete títulos continentais, a equipa militar é o principal candidato à conquista da coroa africana, apesar de ter perdido o torneio de apuramento a favor do Recreativo do Libolo, equipa que disputa pela terceira vez a competição.

Paulo Macedo, técnico principal do 1º de Agosto, não escondeu o desejo de conquistar pela segunda vez a Taça dos Clubes Campeões Africanos, apesar de reconhecer o grau de dificuldades. O Recreativo do Libolo, que este ano conseguiu os préstimos do internacional angolano Carlos Morais, MVP (Jogador Mais Valioso) do último Campeonato Africano das Nações da Costa do Marfim, vulgo Afrobasket, traçou igualmente como meta a conquista do troféu.

Norberto Alves, novo timoneiro dos libolenses, tem a missão de conduzir o grémio da vila de Calulo à conquista da edição 28 da Taça dos Clubes Campeões Africanos da “bola ao cesto”. Eis as 12 equipas que de 12 a 21 deste mês vão lutar pela coroa africana: Étoile Sportive du Sahel, Sporting Clube de Alexandria (Egipto), Clube Sportif Constantinois (Argélia), Al Alhy (Libia), Kano Pillars (Nigéria), LPRC Oilers (Libéria), Malabo Kings (Guiné Equatorial), Tally BB (Gabão), Urunani (Burundi), Recreativo do Libolo e 1º de Agosto (Angola) e Ferroviário da Beira (Moçambique).           
MC