Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Assalto ao título

Melo Clemente - 02 de Junho, 2015

Carlos Morais e Leonel Paulo vão constar da lista a ser convocadas nos próximos dias pelo seleccionador nacional Moncho López

Fotografia: Santos Pedro

As formações do  Atlético Petróleos de Luanda e do Recreativo do Libolo defrontam-se hoje, a partir das 18h00, no Pavilhão Principal da Cidadela, na primeira partida dos play-off da final da 37ª edição do Campeonato Nacional de basquetebol em seniores masculino, a melhor de sete. Petrolíferos e libolenses começam esta noite a definir o caminho que os leva rumo à consagração da edição 37 do Campeonato Nacional.

Apesar de possuir um rico palmarés, 11 títulos nacionais ganhos, contra dois do seu adversário, a equipa do Eixo-viário aparece com um verdadeiro “out sider” na final da 37ª edição do BIC Basket, muito por conta da reestruturação financeira que o clube sofreu na presente época desportiva.
Mas a determinação de jogadores como Leonel Paulo, extremo poste, Roberto Fortes, Pedro Bastos, ambos extremos bases, Emanuel Quezada, base, e Janson Cain, poste, estes dois últimos contratados na presente época desportiva, fez com que a formação do Atlético Petróleos de Luanda apareça hoje de forma meritória a disputar a final da 37ª edição do BIC Basket.

Com o base Emanuel Quezada totalmente recuperado, o técnico Lazare Adingono vai seguramente colocar uma equipa que se seja capaz de neutralizar as principais figuras do Recreativo do Libolo, com destaque para Olímpio Cirpiano, Carlos Morais, Eduardo Mingas, Valdelício Joaquim e Luís Costa.

O facto da formação petrolífera ter vencido todos os confrontos que disputou frente aos libolenses na presente época desportiva, eleva cada vez mais os índices motivacionais dos pupilos de Lazare Adingono, que já conquistaram a Supertaça Wlademiro Romero. Apesar do histórico favorecer os petrolíferos da capital, os comandados de Lazare Adingono prometem entrar determinados na partida de logo mais, por formas a não serem surpreendidos em pleno Pavilhão Principal da Cidadela Desportiva.

Motivados com o facto de terem eliminado nas meias-finais o poderoso 1º de Agosto, por claros 3-0, os actuais campeões nacionais tencionam a partir de hoje inverter o histórico que é desfavorável. Norberto Alves, técnico principal do Recreativo do Libolo, não escondeu o desejo de conseguir a primeira vitória da temporada sobre os petrolíferos da capital, que estão igualmente apostados na conquista do título.

O internacional angolano, Milton Barros (base), vai desfalcar os actuais campeões nacionais, em virtude de estar a cumprir o tratamento em Portugal.
Entretanto, o equilíbrio vai seguramente marcar a partida de mais logo, a julgar pela qualidade dos dois planteis. Os amantes da modalidade vão acorrer em massa ao Pavilhão Principal da Cidadela. Fernando Pacheco “Baganha” vai liderar o trio de arbitragem formado ainda por David Manuel e Mbunga Pedro, ao passo que Soares de Campo foi indicado como comissário ao jogo.  A segunda partida acontece esta quinta-feira, dia 4 de Junho, igualmente na Cidadela.

PALMARÉS
Militares lideram
ranking nacional


Com 17 títulos conquistados a nível do Campeonato Nacional, a formação do 1º de Agosto lidera o ranking, seguido do arqui-rival, Atlético Petróleos de Luanda, com onze troféus. Recreativo do Libolo e Atlético Sport Aviação (ASA) têm cada dois títulos nas respectivas galerias.
1979 - Clube Ferroviário de Luanda
1980 - Desportivo da Taag
1981 - 1º de Agosto
1982 - Sporting de Luanda
1983 - 1º de Agosto
1984 - Sporting de Luanda
1985 - 1º de Agosto
1986 - 1º de Agosto
1987 - 1º de Agosto
1988 - 1º de Agosto
1989 - Petro de Luanda
1990 - Petro de Luanda
1991 - 1º de Agosto
1992 - Petro de Luanda
1993 - Petro de Luanda
1994 - Petro de Luanda
1995 - Petro de Luanda
1996 - Atlético Sport Aviação
1997 - Atlético Sport Aviação
1998 - Petro de Luanda
1999 - Petro de Luanda
2000 - 1º de Agosto
2001 - 1º de Agosto
2002 - 1º de Agosto
2003 - 1º de Agosto
2004 - 1º de Agosto
2005 - 1º de Agosto
2006 - Petro de Luanda
2007 - Petro de Luanda
2008 - 1º de Agosto
2009 - 1º de Agosto
2010 - 1º de Agosto
2011 - Petro de Luanda
2012 - Recreativo do Libolo
2013 - 1º de Agosto
2014 – Recreativo do Libolo
2015- ?