Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Aviadores limam arestas para Libolo

Hélder Jeremias - 30 de Dezembro, 2014

regresso ao trabalho está agendado para sábado.

Fotografia: José Soares

O técnico principal do Atlético Sport Aviação, Carlos Dinis, intensificou o pacote de medidas profiláticas no sentido de dotar a equipa mais competitiva, a fim de fazer face ao encontro com o Clube Desportivo e Recreativo do Libolo, marcado para o dia 3 de Janeiro, a partir das 16h00 no pavilhão anexo II da Cidadela Desportiva.

O jogo é referente à quinta jornada e serve de acerto de calendário da fase regular da 37ª edição do Campeonato Nacional de Basquetebol. Referenciada entre as equipas melhor estruturadas da praça nacional, o Atlético Sport Aviação começou titubeante a presente época. Com um basquetebol pouco característico na sua filosofia de jogo, o plantel do Aeroporto sentiu a falta do treinador principal, que cumpria o compromisso com a selecção nacional de juniores nos VI Jogos da SADC, disputados em Bulawayo, Zimbabwe.

Orientados pelo técnico adjunto, Jacinto Olím “Jabila”, os aviadores apenas triunfaram três vezes e consentiram duas derrotas. Iniciaram a prova com derrota frente ao Grupo Desportivo Interclube, venceram o Progresso do Sambizanga, voltaram a perder desta com o Atlético Petróleos de Luanda e superiorizaram-se ao Grupo Desportivo Universidade Lusíada e do Futebol Clube Vila Clotilde.

A ocupar a sexta posição da tabela classificativa, com dez pontos, o ASA tem revelado uma das defesas mais permissíveis, a avaliar pelos 467 sofridos, em apenas cinco partidas efectuadas. Os seus activos (442) também ilustram um deficit no sector ofensivo. Preocupado com a situação, o técnico aposta nas sessões de treino na melhoria de variantes tácticas.

Carlos Dinis está ciente de que o embalo do Recreativo de Libolo, pela conquista do troféu da Taça de Clubes Campeões Africanos, em Tunis, o fazem um obstáculo de difícil transposição. A jogar em casa, a experiência transmite ao técnico aviador algum conforto. Dinis aconselha os pupilos a necessidade de evitar excessos na passagem de ano para manter o nível e surpreender o adversário.

Do outro lado, o Recreativo do Libolo, às ordens de Norberto Alves, só realizou dois jogos no BIC Basket e ocupa a cauda da tabela classificativa com apenas quatro pontos. O zelo na preparação do “Africano de Clubes” vai exigir à equipa de Calulo correr atrás do tempo. Os dois pontos em disputa representam a primeira aposta de Norberto Alves.

A equipa do Cuanza Sul realiza hoje uma sessão de treinos no pavilhão Dream Space, em Kikuxi, Viana, e depois o técnico vai dispensar os atletas para a passagem de ano junto dos familiares. O regresso ao trabalho está agendado para sábado.
HELDER JEREMIAS