Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Aviadores recebem militares

Melo Clemente - 05 de Maio, 2015

Agostinho Coelho recupera satisfatoriamente da mazela que o aponquentava e pode ser opção para a final dos play-off

Fotografia: José Soares

As formações do Atlético Sport Aviação (ASA) e do 1º de Agosto defrontam-se hoje, a partir das 18h00, no Pavilhão Anexo número dois a Cidadela, em partida referente à quarta jornada da fase de qualificação da 37ª edição do Campeonato Nacional de basquetebol em seniores masculinos (BIC Basket).

A partida que estava inicialmente marcada para o último sábado não se realizou, devido a ausência dos árbitros que se recusaram a ajuizar o prélio, em face das declarações proferidas pelo vice-presidente para o basquetebol da equipa militar, José Moniz, na última quinta-feira.

No final da partida em que o Clube Central das Forças Armadas Angolanas havia vencido na última quinta-feira o Recreativo do Libolo, por 96-92, o homem forte para o basquetebol do 1º de Agosto insurgiu-se de forma contundente contra o trio de arbitragem, alegadamente, por ter prejudicado a sua agremiação.

"...no basquetebol não existe corrupção se querem corrupção vão para o futebol. Se temos jogadores estrangeiros, treinadores estrangeiros porquê que não importamos também árbitros estrangeiros para apitarem no BIC Basket", sugeriu José Moniz.

Em face disso, os árbitros nomeados para apitarem a partida, designadamente, António Bernardo, Osvaldo Neto e Valentim Benjamim recusaram-se em ajuizar o prélio que estava inicialmente marcado para o último sábado.

Ontem, a direcção da Federação Angolana de Basquetebol reuniu-se de imergência com os árbitros envolvidos na cena que marcou a dupla ronda do final de semana. Entretanto, Aviadores e militares que já carimbaram o passe para as meias-finais da aludida competição que na sexta-feira faz disputar a última jornada da fase de qualificação.

Atlético Petróleos de Luanda e Recreativo do Libolo lideram a série A, ambos com seis pontos, seguido do 1º de Agosto com quatro pontos. ASA e Interclube têm cada três pontos. Lusíada e Progresso comandaram a série B, ambos com cinco pontos.

FAB CASTIGA JOSÉ MONIZ

O Conselho de Disciplina da Federação Angolana de Basquetebol puniu o vice-presidente para o basquetebol do 1º de Agosto, José Moniz Silva, com trinta dias de suspensão, por ter proferido duras críticas o trio de arbitragem que dirigiu o encontro entre o 1º de Agosto e o Recreativo do Libolo. De acordo com o comunicado a que o Jornal dos Desportos teve acesso, proveniente do órgão reitor da modalidade e assinada por António Soares de Campos, director do BIC Basket, as declarações proferidas por José Moniz violam o exposto no número dois e três do artigo 46 do Regulamento de Disciplina.

Foram igualmente punidos os árbitros António Bernardo, com 21 dias de suspensão, e Osvaldo Neto e Valentim Benjamim, ambos com 15 dias de suspensão.


NBA
San Antonio Spurs
fora dos play-off


Os San Antonio Spurs, campeões em título da NBA, foram afastados do play-off, nos quartos de final do oeste, ao perderem num emotivo jogo 7 diante dos Los Angeles Clippers, 111-109, disputado em casa dos californianos.

Numa partida sempre muito equilibrada, a vida complicou-se bem cedo para os da casa, que no final do primeiro período viram uma das suas estrelas sair com queixas musculares. Chris Paul saiu... mas voltaria e para ser decisivo.

Foi precisamente o base norte-americano a decidir a partir, apontando os derradeiros 4 pontos do seu conjunto, os primeiros de lance livre e os 2 seguintes a um segundo do término, numa jogada em que tinha dois opositores em "cima" dela. Os spurs ainda tentaram, mas a reposição de bola de Boris Diaw foi defeituosa e a vitória ficou em Los Angeles.

Paul acabaria o encontro com 27 pontos, aos quais juntou 6 assistências, numa noite na qual Blake Griffin voltou a estar em grande, com um raro triplo duplo, fruto dos 24 pontos, 13 ressaltos e 10 assistências que conseguiu nos 40 minutos que esteve em campo.

Do lado contrário, Tim Duncan assinou um duplo duplo de pontos (27) e ressaltos (11), ao passo que Tony Parker se ficou pelos 20 pontos, 5 ressaltos e 5 assistências.

Na próxima ronda, os Clippers terão pela frente os Houston Rockets, numa meia-final de conferência que promete emoção até aos derradeiros segundos.


Curry eleito MVP
O base do Golden State Warriors Stephen Curry foi eleito o MVP (Jogador Mais Valioso) da temporada regular da NBA. Companheiro do brasileiro Leandrinho na equipa da Califórnia, obteve 1.198 em votação realizada por um painel de jornalistas americanos. Ele conseguiu 100 de 130 votos na primeira colocação.

Curry, de 27 anos de idade, é apenas o segundo atleta do Warrios a receber tal honra. O outro havia sido o lendário Wilt Chamberlain, na temporada 1959-60, quando a franquia ainda estava localizada na Filadélfia. Ele receberá o troféu hoje antes do segundo jogo entre o Golden State e o Memphis Grizzlies pela semifinal da Conferência Oeste.

Na temporada regular da NBA, Curry estabeleceu o recorde de arremessos de três pontos convertidos em um único campeonato, com 286 acertos. Ele também foi o melhor jogador do líder geral da liga em assistências (7,7 por partida) e roubos de bola (2,04 por jogo).

Na eleição para MVP, Curry superou James Harden, do Houston Rockets (936 pontos), LeBron James, do Cleveland Cavaliers (552 pontos), Russel Westbrook, do Oklahoma City Thunder (352) e Anthony Davis, do New Orleans Pelicans (203).

Curry entrou na NBA em 2009 e sempre defendeu o Golden State Warriors. Ele também foi integrante da selecção americana na conquista dos Campeonatos Mundiais de 2010, na Turquia, e 2014, na Espanha.