Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Baduna refora equipa tcnica

JUSCELINO DA SILVA - 08 de Dezembro, 2018

Edmar Victoriano ocupava o cargo de treinador do escalo de base,

Fotografia: Jornal dos Desportos

A direcção do Petro de Luanda procedeu à alteração na equipa técnica de basquetebol. Edmar Victoriano \"Baduna\" foi nomeado treinador adjunto da equipa sénior e junta-se a Faustino Casimiro, preparador físico, e Fernando Catersa, fisioterapeuta.
Em despacho assinado pelo vice-presidente para o basquetebol, Artur Casimiro Barros, a antiga estrela angolana rende no cargo Benjamim Avô, que exercia as funções desde o ano de 2015. Problemas de ordem interna estiveram na base do afastamento do então treinador adjunto de Lazaré Adingonó.
Benjamim Avô foi entregue ao coordenador geral para o basquetebol, Gerson Betel.
Edmar Victoriano ocupava o cargo de treinador do escalão de base, com o qual colecciona vários troféus de campeão nacional nas categorias de Sub-14 e Sub-16.
Noutro despacho, Pova Francisco foi afastado definitivamente da equipa técnica do Petro de Luanda. O jovem estatístico deixa a equipa tricolor, por conciliar a actividade com a selecção nacional sénior masculina de basquetebol, segundo fonte próxima do clube.
O Jornal dos Desportos apurou que, após a quinta e última janela de qualificação ao Mundial da China, realizada em Luanda, Pova Francisco foi surpreendido com o despacho assinado por Artur Barros. O estatístico já havia sido sancionado pela direcção do Petro de Luanda, após o seu regresso da Tunísia, onde integrou a delegação da selecção nacional, que havia participado da quarta janela de qualificação ao Mundial.
Em declarações ao Jornal dos Desportos, Pova Francisco confirmou o afastamento do cargo de estatístico do Petro de Luanda.
\"Nesse momento, aguardo uma colocação numa das áreas do clube\", disse.
O jovem estatístico esclareceu que a Federação Angolana de Basquetebol solicitou a sua dispensa, para integrar a equipa técnica da selecção nacional de basquetebol sénior masculina, que foi \"prontamente autorizada pelo clube\". No dia seguinte ao encerramento da janela qualificativa, apresentou-se ao treino da equipa.
\"Para o meu espanto, fui afastado e mandaram-me sentar nas bancadas. No final do treino, informaram-me que já não fazia parte da equipa técnica do Petro de Luanda\", esclareceu.