Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Basquetebol abre com EUA-China

António Ferreira| Lisboa - 23 de Maio, 2016

De acordo com o calendário da competição EUA campeão olímpico e mundial inicia a defesa do ceptro dia 6 de Agosto diante da China

Fotografia: AFP

A Nigéria, campeã africana em título, defronta a Argentina, dia 7 de Agosto, no Carioca Arena 1, em prélio do grupo B do torneio olímpico de basquetebol, classe masculina, enquanto em femininos, o Senegal, campeão continental mede forças com as norte-americanas. De acordo com o calendário da competição, divulgado pela Federação Internacional (FIBA), os EUA, campeões olímpicos e mundiais, iniciam a defesa do ceptro diante da China, dia 6 de Agosto.

O calendário definitivo e os respectivos horários de jogos do torneio olímpico de basquetebol, mereceram já a aprovação do Comité Organizador, quando ainda restam apurar oito vagas, sendo 3 em masculinos e 5 em femininos, cujas provas de quaificação decorrerão em Belgrado (Sérvia), Manila (Filipinas), Nantes (França) e Turim (Itália).

No torneio masculino, Angola é uma das dezoito concorrentes as três últimas vagas, cuja qualificação decorre de 4 a 10 de Julho. A equipa nacional angolana está integrada no grupo A, ao lado da Sérvia e Porto Rico, enquanto no B estão as selecções do Japão, Répública Checa e Letónia, ambos com sede em Belgrado.

Em Turim (Itália) jogam as selecções da Grécia, México, Irão (A), Tunísia, Croácia, Itália (B) e em Manila (Filipinas) estão a Turquia, Senegal, Canadá (A), França, Nova-Zelândia e Filipinas (B), sendo certo que as duas primeiras da fase final da qualificação integrarão o grupo A com os EUA, Austrália, China e Venezuela. O terceiro fará parte do grupo B, ao lado da Espanha, medalha de prata nos Jogos de Londres 2012, Argentina, Brasil, Lituânia e Nigéria.

Na qualificação feminina, os últimos cinco lugares serão decididos na região de Trocardiére, Nantes (França), de 13 a 19 de Junho, competição para a qual concorrem doze selecções, distribuidas em quatro grupos de três. Nomeadamente, Cuba, França, Nova-Zelândia (A), Argentina, Camarões, Turquia (B), Bielorússia, Coreia do Sul, Nigéria (C), China, Espanha e Venezuela (D).

As três primeiras classificadas serão integradas no grupo A, juntamente com o Japão, Brasil e Austrália, enquanto a quarta e quinta classificadas, respectivamente, juntarão aos EUA, ampeão olímpico e mundial, Canadá, Senegal e Sérvia, no grupo B.

Em teoria e a luz dos participantes, restam poucas dúvidas com relação aos campeões masculino e feminino. Os EUA entram como favoritos a medalha de ouro, principalmente na classe masculina, vencedores de cinco das seis últimas edições das Olimpíadas, em Barcelona 92, com o célebre “Dream Team”, em 1996 (Atlanta), 2000 (Sidney), 2008 (Pequim) e Londres (2012).

A selecção masculina dos EUA que nos Jogos do Rio de Janeiro deverá contar com os préstimos de Stephen Curry e LeBron James, perdeu o ouro para a Argentina nos Jogos de Atenas, em 2004. A equipa feminina norte-americana conquistou sete dos últimos oito torneios olímpicos. A Austrália, medalha de prata nos Jogos Olímpicos de 2000, 2004 e 2008, além de bronze em 1996 e 2012, é a principal adversária dos EUA.

NOVIDADE
Organização lança
bilhetes comemorativos


O Comité Organizador dos Jogos Olímpicos de Verão, Rio 2016, lançou uma nova série de ingressos comemorativos, com um design mais simples e atractivo e que leva os potenciais compradores a reviverem a história dos desportos olímpicos e paraolímpicos. Os novos ingressos começam a ser comercializados a partir do dia 26 de Maio.

Carlos Nuzman, presidente do Comité Organizador, em declarações a imprensa na cerimónia de apresentação do projecto do ingresso comemorativo que este foi um dos maiores desafios. “A questão dos bilhetes e a história de outros jogos. Queremos fazer algo diferente nestes primeiros Jogos na América do Sul”, ajuntou.

Os ingressos para as cerimónias de abertura e encerramento também estão a ser especialmente concebidos. "Como é que vamos contar essa história para os nossos filhos e netos? Os bilhetes vão fazer essa conexão. No fundo são um passaporte olímpico”, disse Mario Andrada, o director de comunicações.

Os bilhetes comemorativos apresentam o mesmo tamanho dos normais, mas o seu dsign é bem mais simples e com alto padrão de segurança, para combater a fraude e a revenda. Tudo foi criado de forma a garantir que os bilhetes chguem às maõs do público por um preço justo.

No total serão comercializados 7,5 milhões de ingressos, menos 700 mil em relação aos Jogos de Londres 2012 e mais de um milhão do que nos Jogos de Pequim 2008. Os ingressos estão divididos em quatro categorias diferentes, sendo que o mais barato custa 40 reais e o mais caro 4.600.

Na primeira semana de Junho, os Correios do Brasil começarão a distribuir aos seus compradores, os e-ticket adquiridos via internet. Até agora foram vendidos 4 milhões de ingressos (67%). Enquanto sso, uma nova série de ingressos para as finais do basquetebol e do atletismo já estão disponíveis no site do Cmité Organizadr desde o passado dia 19.

A natação, também volta à venda com ingressos para todas as sessões. As entradas seguirão as categorias de preços iniciais, e todas elas estarão disponíveis. Às quintas-feiras, sempre ao meio-dia, o Comitê Rio-2016 irá colocar à venda novos ingressos de sessões esgotadas e de outros desportos, cujos tickets podem ser comprados através do site www.rio2016.com/ingressos.

Nos Jogos de Atlanta, em 1996, foram comercializados 8,3 milhões de ingressos, a maior nos últimos 32 anos, contra 8,2 milhoes nos Jogos de Londres 2012. Seguem-se-lhes Sidney (6,7 milhões), Pequim 2008 (6,5 milhões), Los Angeles 1984 (5,7), Atenas 2004 (3,8), Seul 1988 (3,3) e Barceloa 1992 (3).

Por outro lado, as verbas arrecadadas nos quatro anos anteriores aos Jogos Olímpicos com patrocínios, licenciamento, direitos de transmissão e venda de ingressos, orçaram em 8, 046 biliões de dólares nos Jogos de Londres 2012, Pequim (5,45), Atenas (4,189), Sidney (3,77) e Atlanta (2,63).No que tange a transmissão televisiva, os Jogos Olímpicos de Londres, Pequim, Atenas e Sidney, foram exibidos em 220 países, contra 214 (Atlanta), 193 (Barcelona), 160 (Seul), 156 (Los Angeles), 111 (Moscovo), 124 (Montreal) e 98 (Munique).
AF


CURIOSIDADES
Evento conta com 42 modalidades

*
O torneio de futebol começa antes da cerimónia de abertura dos Jogos Olímpicos. Os desafios serão disputados em cinco cidades diferentes, nomeadamente no Rio de Janeiro, São Paulo, Salvador, Manaus e Belo Horizonte.

* Ao todo, participarão cerca de 12.500 atletas de 206 países que bater-se-ão pela conuista das 306 medalhas a serem distribuidasd durante o evento. A Olimpíada de 2016 terá 42 modalidades, destacando-se o regresso do raguebi e golfe.

* A tocha olímpica passa pelas mãos de 10 mil carregadores durante um revezamento que leva 100 dias e percorre os 27 estados do Brasil. Já a vila olímpica é composta por 31 prédios residenciais, divididos em sete condomínios em apartamentos de 2 a 4 quartos.

* Em 1956, os Jogos Olímpicos chegavam pela primeira vez à Oceania, organizados pela cidade de Melbourne. No entanto, os eventos de hipismo não foram realizados na Austrália devido às leis do país. As provas equestres foram realizadas em Estocolmo, na Suécia.

* A Âsia recebeu os primeiros Jogos Olímpicos em 1964. Tóquio foi a cidade eleita e a pira olímpica foi acesa pelo japonês Yoshinori Sakai, que havia nascido no dia em que a bomba de Hiroshima explodiu, como uma homenagem às vítimas do holocausto.