Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Bienos falharam objectivo

S?rgio V.Dias, no Cuito - 02 de Janeiro, 2017

Sporting do Bié não conseguiu repetir a proeza de 2015 no Nacional da II Divisão na prova ganha pelo Progresso

Fotografia: Jornal dos Desportos

A equipa sénior masculina de basquetebol do Sporting do Bié, treinada por Paulo Rufino Eduardo “Príncipe”, falhou o objectivo no campeonato nacional da II Divisão, disputado no Cuito e ganho pelo Progresso do Sambizanga.

Vencedora da terceira edição da prova, disputada também no Cuito em 2015, a turma leonina não conseguiu no campeonato disputado de 14 a 24 de Setembro do ano findo, melhor do que terceiro lugar, depois de superar nos “play-off” a similar de Benguela.

O emblema do Bié garantiu o último lugar do pódio da competição graças à vitória de 86-70 sobre o Sporting de Benguela na terceira partida dos “play-off”. O Progresso do Sambizanga, por seu turno, sagrou-se campeão nacional deste campeonato da II Divisão, ao passar incólume sobre a Casa Pessoal do Porto do Lobito, no desafio da final, disputado no Pavilhão do Sporting do Bié, no Cuito.

Os sambilas, treinados por Alberto de Carvalho “Ginguba”, passearam classe no certame e garantiram a consagração ao derrotar na segunda partida dos play-off da final a turma lobitanga por 104-62, depois da vitória conseguida na primeira por 94-73. Com o Sporting do Bié e a Casa do Pessoal do Porto do Lobito, apontados como seus mais directos concorrentes neste campeonato, a apresentarem-se com alguns furos à baixo o Progresso fez o que lhe competia e fruto disso arrebatou o troféu da prova. Portanto, os pupilos de Alberto de Carvalho “Ginguba apesar de alguma dificuldade em jogar contra defesa à zona, sobretudo nos jogos do “play-off”, souberam aproveitar os deslizes dos seus oponentes e fruto disso chegaram ao tão almejado troféu.

Lembre-se que no final da competição a classificação ficou assim ordenada: 1º Progresso do Sambizanga, 2º Casa do Pessoal do Porto do Lobito, 3º Sporting do Bié, 4º Sporting de Benguela, 5º Sporting de Catabola, 6º Benfica Clube Recreativo da Jasck do Cuito, 7º Benfica do Cunje e no 8º e último posto o Sport Benfica do Andulo.

CONSAGRAÇÃO
Progresso vencedor


A organização da quarta edição do campeonato nacional de basquetebol da II Divisão atribui apenas taça á formação do Progresso do Sambizanga, que se consagrou como vencedora da prova. Além da taça o vencedor da edição de 2016 do “nacional” da «bola ao cesto», que o Cuito acolheu beneficiou ainda de 18 medalhas.

Na tradicional cerimónia de premiação, os integrantes das equipas da Casa Pessoal do Porto do Lobito e do Sporting do Bié, que se quedaram na segunda e terceira posições, foram também agraciados com medalhas.

O atleta Edson Sachocal, do Clube Recreativo da Jasck do Cuito, que foi o melhor cestinha da competição com 232 pontos marcados, recebeu um troféu, a “ex-aquo” que Josimar Guimarães, do Progresso, que se consagrou como jogador mais valioso (MVP).

Na ocasião, o técnico sambila, Alberto de Carvalho “Ginguba”, sublinhou que o objectivo da sua agremiação, que passava pelo regresso à elite do basquetebol nacional, vulgo BIC-Basket, “foi cumprido”.

De recordar que a par da equipa do Progresso do Sambizanga, a Casa Pessoal do Porto do Lobito foi também apurada para a edição do BIC-Basket, que arrancou em Novembro do ano passado.                       
SVD, NO CUITO