Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Brasil apresenta proposta de pagamento da dívida à FIBA

22 de Julho, 2015

Selecção do Brasil aguarda liquidação da divida para entrada nos Jogos Olímpicos

Fotografia: AFP

A Confederação Brasileira de Basquetebol, (CBB) apresentou à federação internacional da modalidade, (FIBA) uma nova proposta para quitar a dívida e assim garantir a vaga da Selecção nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro 2016. A entidade, que comanda o desporto, vai apresentar  a  resposta ao plano nacional após reunião da direcção central entre 7 e 9 de Agosto, em Tóquio.

A quitação da dívida da CBB foi colocada, como condição pela FIBA, para garantir a classificação directa do Brasil aos torneios masculino e feminino de basquetebol, no Rio 2016. A entidade nacional já tinha apresentado um plano de pagamento, rejeitado pela organização internacional,  teve de  fazer uma nova proposta, em reunião realizada no passado sábado, em Toronto, sede dos Jogos Pan-Americanos.

Estiveram presentes ao encontro no Canadá, o presidente da CBB, Carlos Nunes, o presidente do Comité Olímpico do Brasil (COB), Carlos Arthur Nuzman, o chefe da missão brasileira em Toronto, Bernard Rajzman, o presidente e o secretário-geral da FIBA, o argentino Horácio Muratore e Patrick Baumann, respectivamente. Tal como na proposta recusada pela entidade internacional, anteriormente, o novo plano de pagamento apresentado pela CBB prevê a quitação da dívida em parcelas. O dinheiro pode vir da Nike, empresa de material desportivo, patrocinadora do basquetebol brasileiro.

Além do plano de pagamento, a FIBA recebeu cartas de atletas brasileiros, a ressaltar  a importância da presença da Selecção nos Jogos Olímpicos, na sua própria casa. Se não for incluído, directamente no Rio 2016, o Brasil precisa de classificar-se através dos  torneios Pré-Olímpicos. O feminino ocorre em Agosto, no Canadá. O masculino, entre 31 de Agosto a 12 de Setembro, no México.

A dívida, da CBB com a FIBA, foi originada pelo convite à Selecção masculina no Mundial de 2014. O pagamento de 1,4 milhão de dólares foi um dos critérios da entidade, para escolher os países contemplados com o convite no Mundial, o que fez a Itália retirar a candidatura.

Na época, a FIBA também analisou a popularidade do basquetebol no país, a qualidade e os resultados das suas selecções, o impacto do Mundial no desenvolvimento do desporto no país, candidaturas e competições organizadas pelas federações nacionais e o compromisso das estrelas de cada selecção em participar na competição.

Além do Brasil, Finlândia, Grécia e Turquia, foram as convidadas pela entidade internacional. A selecção brasileira foi eliminada do Mundial de Espanha pela Sérvia, nos quartos de final. Nos “oitavos”, derrotou a equipa da Argentina, a sua algoz, nos “quartos de final” dos Jogos Olímpicos de Londres 2012.

NBA
Leandrinho renova
com os Warriors


O segundo brasileiro a conquistar o título da NBA, Leandrinho, vai ficar por mais uma temporada no Golden State Warriors. Nesta segunda-feira, a franquia californiana e o brasileiro entraram em acordo para renovar o seu contrato, por um ano. Conforme noticiou a imprensa norte-americana, o jogador pode receber 2,5 milhões de dólares para envergar a camisa da equipa na temporada 2015/16.“Estou muito feliz por chegar a um acordo e poder renovar com os Warriors. É realmente muito bom, estar num lugar onde você é querido e onde você consegue desempenhar o seu trabalho, em alto nível. Posso dar continuidade ao trabalho e a essa parceria que me rendeu o título mais importante da minha carreira. Vamos trabalhar duro e começar tudo de novo, para que possamos ter mais uma grande temporada juntos!”, celebrou o ala.

Aos 32 anos, Leandrinho chegou à NBA em 2003, actuou no Phoenix Suns por sete anos. Depois, passou por Toronto Raptors, Indiana Pacers e Boston Celtics até chegar ao Golden State Warriors,  depois de uma breve segunda passagem pelos Suns.
Na temporada passada, o ala tornou-se, depois de Tiago Splitter, o segundo brasileiro a ser campeão da NBA.