Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Brulio Morais na mira do Petro

Juscelino da Silva - 03 de Outubro, 2019

Fotografia: Edies Novembro

O base angolano  Bráulio Alcântara Morais, de 1,85 metros de altura, 29 anos de idade e 90 kg de peso, pode regressar ao Petro de Luanda para reforçar a equipa sénior masculina de basquetebol. O atleta formado no eixo-viário está sem clube desde o final da época 2018/2019, após terminar o contrato com o Atlético Sport Aviação.
O jovem atleta está na iminência de regressar à casa que bem conhece a pedido do treinador principal dos campeões nacionais, Lazare Adingono, com vista à disputa dos títulos do campeonato nacional, Taça de Angola, Supertaça, África Ball League e o torneio de Maputo.
Braúlio Morais pode voltar a fazer dupla com o irmão mais velho, Carlos Morais, depois de já o ter feito em 2012. O mais jovem deixou o clube do eixo-viário em 2013 para representar o Recreativo do Libolo, onde permaneceu até 2016 e juntou-se aos militares do Rio Seco.
Na época passada, Bráulio Morais esteve ligado ao Atlético Sport Aviação, mas questões contratuais obrigaram o internacional angolano a deixar o clube do aeroporto e ficar no desemprego.
A grave lesão num dos tornozelos, na sequência de um acidente de viação, levou-o a ser submetido à intervenção cirúrgica  numa das clínicas. O acidente fez que o rendimento do base baixasse consideravelmente, mas a direcção faz o melhor para atender o pedido de Lazare Adingono, que há muito tempo pede a contratação do rapaz da Ingombota.
Os campeões nacionais já garantiram os préstimos de um extremo-base de nacionalidade norte-americana, que deve desembarcar nos próximos dias na capital angolana. A entrada dos dois jogadores fecham o plantel e juntam-se aos bases Childe Ndundão e Joaquim Pedro \"Quinzinho\", os extremos Leonel Paulo, Olímpio Cipriano, José António, Gerson Gonçalves \"Lukeny\", Benvindo Quimbamba e Carlos Morais; os postes Aldemiro João \"Vander\", Divaldo Mbunga, Aboubakar Gakou, Valdelício Joaquim e Jone Pedro.