Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Bruno Fernando entra e marca na NBA

26 de Outubro, 2019

Poste angolano estreou-se com vitria na NBA

Fotografia: DR

O twitter dos Atlanta Hawks destaca a frase "De Angola para NB\" em referência ao angolano Bruno Fernando, que na sexta-feira se estreou na liga norte-americana de basquetebol, NBA. A foto do atleta de 21 anos, durante um lançamento, está estampada na página da equipa sedeada no estado da Geórgia e merece vários comentários entre angolanos e norte-americanos.

“Estamos contigo”, “Angola no mapa”, “força Bruno”, “estamos orgulhosos” são alguns dos comentários dos adeptos, parte deles ilustrados com a bandeira de Angola.A estreia não poderia ser melhor em termos de resultados. Os Hawks, no seu primeiro jogo oficial da época 2019/20, venceram os Detroit Pistons por 117-100 com o angolano a jogar 14 minutos.

Sete pontos, duas assistências, três ressaltos e nenhum turnover (perda de bola) foram os números do poste que começou a escrever uma nova página no desporto nacional ao se tornar no primeiro a competir na melhor liga do mundo de basquetebol.

O jogador de 2,08 metros de altura cumpriu com a sua missão de defender o cesto da equipa, posicionando-se quase sempre bem na sua área de jurisdição, ajudou no ataque com vários bloqueios, assistências e pontos, dos quais um triplo (não é o seu ponto forte).

Bruno Fernando, formado no 1.º de Agosto, está ainda a cumprir o processo de adaptação, mas esteve bem. Foi quase sempre um bom substituto do poste titular, o ucraniano Alex Len (2,16 metros), mesmo tendo que defender o “grande” Andre Drummond (2,11 metros/campeão do mundo pelos EUA em 2014), principal referência da equipa de Detroit.

Finalmente, a nação do basquetebol tem um representante na NBA, depois de várias tentativas sem sucesso por parte de Gerson Monteiro, Victor Muzadi, Olímpio Cipriano, Carlos Morais e Yanick Moreira.

O próximo jogo dos Atlanta Hawks está agendado para a madrugada de amanhã, diante dos Orlando Magic, naquele que pode ser o primeiro encontro de Bruno a jogar em casa (Atlanta).