Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Campeo da NBA pede aco contra racista

03 de Agosto, 2014

O jogador norte-americano, de bom aproveitamento em arremessos de longa distância, teve média de 9,1 pontos, 3,4 ressaltos e 1,5 assistências na temporada em que os Spurs conseguiram a desforra sobre o Heat e conquistaram o título da NBA depois da virada sofrida na final da edição anterior da liga.

Outro jogador importante para a conquista da franquia do Texas foi o pivot Tiago Splitter. Mesmo cansado pela viagem, atrasada por um problema no avião, e por participar num torneio com mais de duas mil crianças na Grande São Paulo, o jogador falou tão rapidamente quanto distribuiu o jogo aos seus companheiros de Spurs.

Além de elogiar Splitter e Anderson Varejão, este seu companheiro por uma temporada no Cleveland Cavaliers, Green pediu punição contra Donald Sterling, dono dos Los Angeles Clippers envolvido em casos de racismo nos Estados Unidos, e elogiou as iniciativas da NBA para promover a liga fora dos país.


Base Tony Parker
prolonga contrato


O francês Tony Parker, base dos San Antonio Spurs, prolongou o contrato com os actuais campeões da NBA, anunciou a equipa. Os termos do contrato não foram revelados, mas, o base de 32 anos prolongou o vínculo por três épocas, num valor de 45 milhões de dólares (cerca de 4,5 mil milhões de kwanzas), segundo o site Yahoo Sports.

Tony Parker, um veterano com 13 épocas na NBA que teve média de 16,7 pontos, 5,7 assistências e 2,3 ressaltos por jogo na última época, conquistou em Junho o seu quarto título da NBA com os  Spurs. Conquistou outros quatro troféus de campeões da NBA, em 2003, 2005, 2007 e 2014.