Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Campeão defronta Interclube

Melo Clemente - 21 de Março, 2015

Liboleses e polícias têm as atenções do Grupo A do Campeonato Nacional

Fotografia: Mota Ambrósio

Recreativo do Libolo e Grupo Desportivo Interclube defrontam-se hoje, a partir das 18h00, no Pavilhão Dream Space, em Viana, em partida de maior cartaz da primeira jornada do Grupo A da 37ª edição do Campeonato Nacional de basquetebol em seniores masculino, agora designado BIC Basket.

Antes da bola ao ar, vai ser rendido um minuto de silêncio em memória das vitimas das enxurradas do Lobito, de acordo com o comunicado a que o Jornal dos Desportos teve acesso, proveniente da direcção da Federação Angolana de Basquetebol e assinada pelo seu presidente, Paulo Alexandre Madeira.

Sem Olímpio Cipriano, extremo base, atleta que recupera da intervenção cirúrgica a que foi submetido o ano passado ao joelho esquerdo, os campeões nacionais vão aproveitar o factor casa para somarem o primeiro triunfo no arranque da fase de grupos.

Cipriano constitui, nesta altura, a única preocupação do técnico Norberto Alves, que viu aumentado o seu leque de opções, com a reintegração de Carlos Morais e Braúlio Morais, respectivamente.

Aliás, Carlos Morais, MVP (Jogador Mais Valioso) da última edição do Campeonato Africano das Nações, vulgo Afrobasket, prova disputada em Abidjan, capital da Costa do Marfim, acabou por ser decisivo na ponta final da segunda volta da fase regular da 37ª edição do BIC Basket, tendo contribuído em grande medida para o alcance do terceiro lugar.

Eduardo Mingas, Valdelício Joaquim, Milton Barros e Benvindo Kimbamba, todos internacionais angolanos, para além do gambiano Moses Sonko são outras unidades em franco crescimento. 

Depois de ter conseguido duas vitórias na fase regular, os libolenses vão procurar esta noite alcançar o terceiro triunfo, na presente época desportiva, onde o grande objectivo passa pela revalidação do título nacional.
Refeitos do desaire na Taça de Angola, onde foram eliminados nos quartos-de-final pelo Atlético Petróleos de Luanda, a turma da Polícia vai agora centralizar as suas atenções no BIC Basket.
Depois de averbarem duas derrotas no primeiro turno da competição, os pupilos de Alberto Babo vão tentar esta noite alcançar a primeira vitória, no sempre difícil Pavilhão do Dream Space.

Osvaldo Vieira e Emanuel António (bases), atletas que brilharam nos quartos-de-final da Taça de Angola, devem fazer parte do “cinco” inicial.
Conscientes das dificuldades que vão encontrar no prélio desta noite, em face do potencial do seu opositor, Alberto Babo vai apostar numa defesa pressionante, no sentido de anular as principais unidades do Recreativo do Libolo.

A equipa adstrita à Polícia Nacional vai explorar o seu jogo exterior, onde Francisco Horácio e Jorge Tati têm mostrado serviço.

 BENGUELA
1º de Agosto e Sporting realizam  jogo de beneficência


A contar para a primeira jornada do Grupo A da 37ª edição do BIC Basket, as formações do 1º de Agosto e do Sporting de Benguela realizam hoje, a partir das 18h00, no Pavilhão do Sporting, uma partida de beneficência cujas receitas se destinam às vitimas das enxurradas que se abateram sobre aquela parcela do território nacional, que causaram  várias mortes.
O desafio  estava inicialmente marcado para o Pavilhão Victorino Cunha, em Luanda, foi transferido para a cidade das Acácias Rubras, Benguela, a pedido da direcção do Clube Central das Forças Armadas Angolanas, que decidiu juntar-se à corrente solidária que está a ser levada a cabo em quase toda a extensão do território nacional.
Os donativos a serem arrecadados vão ser revertidos aos familiares das vítimas das enxurradas do Lobito.

Vencedor da fase regular, com 35 pontos, a equipa rubro e negra vai seguramente arrancar os dois pontos em disputa, a julgar pela qualidade do seu plantel que é de longe superior aos da equipa de verde e branco da cidade das Acácias Rubras.

Paulo Macedo vai aproveitar a partida de mais logo, para rodar mais uma vez o seu plantel, com  vista os próximos compromissos, com particular realce para as meias-finais da Taça de Angola, em que  vai defrontar o arqui-rival, Atlético Petróleos de Luanda.

Ainda hoje, para o Grupo A, os petrolíferos da capital vão medir forças com os aviadores, no Pavilhão Anexo número dois da Cidadela Desportiva, num prélio onde a equipa do Eixo-viário apresenta-se com ligeiro favoritismo, a julgar pela qualidade do  plantel.

Ainda assim, a turma aviadora vai aproveitar o  jogo colectivo que é bastante forte para contrariar a superioridade do Atlético Petróleos de Luanda.
A primeira jornada do Grupo B aberta ontem, fica completa hoje, quando o Progresso Associação Sambizanga e Marinha de Guerra se defrontarem a partir das 16h00, no Pavilhão Anexo número dois a Cidadela Desportiva.       
M.C


NBA
Mirotic brilha
na vitória dos Bulls


Os Chicago Bulls venceram os Indiana Pacers por 103-86 com Nikola Mirotic a voltar a dar um ar da sua graça. Em 31 minutos de jogo marcou 25 pontos.
Mirotic confirmou o bom momento que atravessa, neste mês, com uma média de 20,3 pontos em nove jogos e prometeu aproveitar todas as oportunidades: “Não me importo  jogar apenas dez minutos. Quando entro procuro ajudar defensiva e ofensivamente”.

Frank Vogel, técnico dos Indiana Pacers, reconheceu o bom momento do montenegrino: “É espectacular. Criou-nos muitos problemas. É uma arma do banco e neste caso não fizemos o nosso trabalho como devíamos”.

HISTÓRICO
Regresso de Jorda
n

O dia 19 de Março de 1995 foi emblemático para o basquetebol mundial. Depois de quase dois anos de aposentação  a jogar baseball, Michael Jordan decidiu voltar às quadras para uma nova fase no Chicago Bulls.

O anúncio do regresso foi realizado de maneira inusitada. O astro divulgou um comunicado para a imprensa de apenas duas palavras: “I’m back” (Estou de volta).
O regresso aconteceu em Indianápolis, com o Indiana Pacers. O astro foi muito festejado pelos adeptos, até mesmo adversários. A usar a camisa 45, já que a tradicional 23 havia sido retirada, Jordan fez um jogo sólido, com 19 pontos. A partida do regresso teve a maior audiência de um jogo de época regular da NBA desde 1975.

Considerado o maior jogador de basquetebol  de todos os tempos e já com três títulos, Jordan ainda venceu mais três campeonatos na sua segunda passagem pela equipa de Chicago.
Jordan ainda podia ter mais um regresso à Liga. O ídolo  aposentou-se outra vez em 1999 e voltou em 2001, dessa vez pelo Washington Wizards. O fim definitivo da carreira veio  em 2003.