Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Campes africanas j esto em Maputo

Melo Clemente - 19 de Setembro, 2013

Pupilas de Anbal Moreira esto prontas para atacar o ttulo africano prova que comea a ser disputada amanh por 12 seleces

Fotografia: Jos Cola

O combinado nacional, que tem a missão de revalidar o título africano, conquistado em 2011, no Afrobasket Mali, realiza hoje a primeira sessão de treinos no Pavilhão que vai acolher os jogos do Grupo B.

Depois de ter realizado dez jogos de controlo durante o estágio pré-competitivo que efectuou em Espanha, tendo conseguido sete vitórias e averbado apenas três derrotas, a Selecção Nacional às ordens da dupla técnica Aníbal Moreira e Eliza Pires está em prontidão para começar a caminhada rumo à conquista do segundo anel continental.

O seleccionador nacional, Aníbal Moreira, em declarações à comunicação social, assegurou que o seu grupo está operacional para atacar a edição número 23 do Campeonato Africano das Nações, prova a decorrer de 20 a 29 do mês em curso, em Maputo.

“O estágio que realizámos em Espanha foi proveitoso porque conseguimos cumprir aquilo que nós programámos. Penso que estamos preparado para lutar pela revalidação do título africano, reconhecendo que a missão não é nada fácil, em função dos objectivos traçados pelas demais selecções”, alertou Aníbal Moreira, momentos antes da viagem para o palco da competição que tem praticamente o cenário montado.

O optimismo na revalidação do título africano é partilhado pelas 12 embaixadoras que vão representar as cores da Bandeira Nacional durante os nove dias de competição.

Clarisse Mpaka, atleta que se transferiu de França para o Grupo Desportivo Interclube, e Whitney Miguel, a jogar também em França, constituem as principais novidades da Selecção Nacional.

Angola está inserida no Grupo B da fase final do Campeonato Africano das Nações, ao lado das selecções de Cabo Verde, Mali, Camarões, Quénia e Nigéria.

No Grupo A estão as selecções de Moçambique, país anfitrião, Senegal, Costa do Marfim, Egipto, Argélia e Zimbabwe. O Campeonato Africano das Nações apura os dois primeiros classificados para o Campeonato do Mundo da Turquia, marcado para 2014.

Eis as 12 embaixadoras para o Campeonato Africano das Nações de Maputo: Catarina Camufal, Astride Vicente, Nguendula Filipe, Nadir Manuel, Sónia Guadalupe, Fineza Eusébio, Nacissela Maurício, Luísa Tomás, Clarisse Mpaka, Whitney Miguel, Madalena Félix e Felizarda Jorge.


Afrobasket
Moçambicanas
definem objectivo


A jogar a 23ª edição do Campeonato Africano das Nações em casa, a selecção de Moçambique, integrante do grupo A, traçou como principal objectivo a qualificação para o Campeonato do Mundo da “bola ao cesto”, prova a disputar-se em 2014, na Turquia.

Em entrevista ao site da Fiba-Mundo, Clarisse Machonguana, uma das mais importantes jogadoras da selecção de Moçambique, afirmou que o objectivo do seu país na fase final do Afrobasket é alcançar o passe para o Campeonato do Mundo, sem colocar de parte o título africano.

“Sabemos das dificuldades que vamos encontrar durante a competição, apesar de jogarmos em nossa casa. Vamos lutar para conseguirmos primeiro o apuramento para o Campeonato do Mundo da Turquia, mas isto não significa dizer que vamos abdicar de lutar pelo título africano. Se conseguirmos o apuramento para o Campeonato do Mundo da Turquia já é muito bom”, disse a atleta.

Campeã africana em 1986 e 2003, a selecção de Moçambique, que vai disputar a 23ª edição do Campeonato Africano das Nações, ao lado das selecções do Senegal, vice-campeã africana, Costa do Marfim, Egipto, Argélia e Zimbabwe, vai em busca do seu terceiro anel continental.
MC


Decisão
Académica continua na Liga portuguesa


Sob o comando de Jacinto Silva e de Paulo Santos, que ocupam a vaga do treinador Norberto Alves, a Académica formalizou finalmente a sua inscrição na Federação Portuguesa de Basquetebol.

Parte da dívida que impedia o clube de Coimbra de participar no campeonato foi saldada nas últimas horas, o que permitiu à Académica avançar com um plano de pagamento, de forma a cobrir em breve a dívida na sua totalidade.

Nas próximas semanas seguem-se os trabalhos de reformulação de um plantel ainda muito desfalcado devido à saída de muitos jogadores.
Até ao início de Outubro, os novos responsáveis pelo basquetebol estudantil (João Bigotte de Almeida e José Luís Gonçalves) prometem trabalhar arduamente, de forma a garantir uma equipa competitiva, apesar dos entraves financeiros que assolaram a pré-época.


Eurobasket

Espanha e França
são os favoritos


Espanha e França chegaram ao Campeonato Europeu de básquete como as duas principais candidatas ao título. Ambas as selecções estão nos quartos-de-final do torneio, que começaram a ser disputados ontem. Actual bicampeã europeia, a Espanha compete sem alguns de seus principais jogadores: os postes Pau Gasol, do Los Angeles Lakers, e Felipe Reyes, do Real Madrid, e o extremo base Juan Carlos Navarro, do Barcelona.

Na segunda fase, a "Fúria" foi bastante irregular e perdeu dois dos três jogos disputados - derrotas com a Grécia e Itália e vitória sobre a Finlândia. Mesmo assim, classificou-se na quarta posição do Grupo F, com a última vaga. A França teve campanha semelhante à dos espanhóis. Na primeira fase, perdeu com a Alemanha e na segunda ronda perdeu outras duas partidas.