Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Clássico para todos os gostos

Melo Clemente - 08 de Abril, 2016

1º de Agosto recebe no Pavilhão Victorino Cunha o Atlético Petróleos de Luanda

Fotografia: Jornal dos Desportos

As formações do 1º de Agosto e do Atlético Petróleos de Luanda defronta-se hoje, a partir das 18h00, no Pavilhão Victorino Cunha, desafio que centraliza às atenções da quarta jornada do Grupo A da 38ª edição do Campeonato Nacional de basquetebol em seniores masculino (BIC Basket).

Recuperado da derrota sofrida na última terça-feira, frente ao Recreativo do Libolo, por 101-94, em partida referente às meias-finais da 32ª edição da Taça de Angola, a equipa militar está agora concentrada para receber esta noite o arqui-rival, desafio que servirá de ajuste de contas.

Das 21 partidas disputadas até aqui na 38ª edição do BIC Basket, sendo 18 para a fase regular da aludida competição e três para a fase de grupos, a formação rubro e negra perdeu apenas por uma ocasião, curiosamente, frente aos petrolíferos da capital, por 85-75.

No primeiro turno da competição, os militares haviam vencido de forma apertada no mítico Pavilhão Victorino Cunha, por 82-81.

A entrada da quarta jornada do Grupo A, os pupilos de Ricard Casas continuam invictos, agora com sete pontos, fruto de três triunfos. A equipa rubro e negra beneficiou de um ponto de bonificação, em virtude de ter vencido a fase regular da 38ª edição do BIC Basket.

Ontem, na sessão derradeira, a equipa técnica do 1º de Agosto trabalhou mais os aspectos defensivos, sem descurar o capítulo ofensivo.
Ricard Casas vai seguramente em algumas etapas de jogo apostar na defesa a zona, por formas a evitar os lançamentos certeiros a longa distância dos petrolíferos da capital.

Aliás, tal como o Recreativo do Libolo, o Atlético Petróleos de Luanda tem como um dos pontos fortes o lançamentos dos três pontos.

O poste Johne Pedro constituiu a única baixa para o embate de mais logo. O internacional angolano foi operado recentemente ao joelho esquerdo e, está em fase de recuperação na cidade do Porto, Portugal.

Já Cedrick Ison e Tariq Kirksay, dois atletas que reintegraram o grupo de trabalho, depois de estarem sob cuidados médicos, devem constar no cinco inicial da equipa liderada pelo técnico espanhol, Ricard Casas. 
 
Armando Costa e Hermenegildo Santos serão os principais responsáveis da condução do jogo ofensivo dos rubro e negro, ao passo que Joaquim Gomes "kikas" e Felizardo Ambrósio "Miller" encarregar-se-ão do jogo interior.

Entretanto, tal como aconteceu na fase regular, a equipa do Atlético Petróleos de Luanda quer ser a primeira formação a acabar com o ciclo vitorioso dos militares na fase de grupos.

Das chamadas equipas grandes, o conjunto tricolor é até aqui o único que já conheceu o sabor amargo da derrota, pelo que, tudo vai fazer para arrancar o triunfo esta noite no Pavilhão Victorino Cunha.

Lazare Adingono, técnico camaronês ao serviço do Atlético Petróleos de Luanda, tem preparado todas as suas unidades para o embate desta noite, que se espera bastante equilibrado, a julgar pela qualidade dos dois planteis.

Emanuel Quezada deve ser em princípio o titular na posição um, onde terá a ajuda do internacional angolano, Domingos Bonifácio, atleta que tem estado em boa forma desportiva.   

Reggie Moore e Leonel Paulo são outras unidades que têm estado em grande plano na presente época desportiva.

Militares lideram o Grupo A, com sete pontos, seguido do Libolo e Petro, com seis e cinco pontos respectivamente. O ASA ocupa o quarto posto, com quatro pontos. Marinha e Interclube ocupam a cauda da tabela, ambos com três pontos.

Já para o Grupo B, o Futebol Clube Vila Clotilde mede forças com o Progresso Associação Sambizanga, partida marcada para as 16h00, no Pavilhão 28 de Fevereiro.


Clássico
“Baganha” lidera
trio de arbitragem


O categorizado árbitro internacional, Fernando Pacheco "Baganha", lidera o trio de juízes que vai apitar hoje o clássico dos clássicos, desafio agendada para o Pavilhão Victorino Cunha, a partir das 18h00, segundo apurou o Jornal dos Desportos de fonte federativa.

Fernando Pacheco "Baganha" vai ter como auxiliares o jovem Francisco Tando, árbitro de categoria internacional, para além de Mbunga Pedro, um dos aspirantes à categoria internacional.

Entretanto, a direcção da Federação Angolana de Basquetebol (FAB), mas concretamente o seu Conselho de Arbitragem tem sido bastante criteriosa na indicação dos juízes para a parte final do Campeonato Nacional da "bola ao cesto", vulgo BIC Basket.

FAB ANTECIPA
FINAL DA TAÇA

A direcção técnica da Federação Angolana de Basquetebol faz disputar no dia 22 do mês em curso, no Pavilhão Principal da Cidadela, a partir das 19h00, a final da 32ª edição da Taça de Angola de basquetebol em seniores masculino, de acordo com o comunicado a que o Jornal dos Desportos teve acesso, proveniente do órgão reitor da modalidade.

A final estava inicialmente marcada para o dia 23 do mês em curso mas, por razões técnicas, a mesma foi antecipada para o dia 22.
M.C