Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Clint Capela renova com Houston Rockets

30 de Julho, 2018

At o momento, so cinco vitrias em seis jogos para os norte-americanos.

Fotografia: AFP

Houston Rockets e Clint Capela chegaram a acordo pela permanência do poste na equipa, por cinco anos. O atleta estava na mira de diversas equipas, após a óptima primeira temporada, na NBA com o Houston. Com o contrato renovado, o jogador de 24 anos vai receber 90 milhões de dólares em cinco anos.
A informação foi publicada inicialmente pelo repórter Adrian Wojnarowski, da ESPN americana. Capela foi um dos destaques do ano, pela sua evolução. Na sua quarta temporada na Liga com a equipa do Texas, que o draftou em 2014, o poste teve o seu melhor ano na última temporada.
Titular, apresentou-se bem na defesa e no ataque, teve as suas melhores marcas da carreira em pontos, 13,9 e ressaltos, 10,8.
Apesar do interesse despertado em algumas franquias, era de se esperar que Capela renovasse com o Houston, já que ele é agente livre restrito e a franquia tinha prioridade, caso igualasse alguma proposta.

Preparação
Selecção americana está em Las Vegas

Grande parte das maiores estrelas do basquetebol mundial estão concentradas em Las Vegas, onde a selecção norte-americana realiza os seus primeiros treinos, com  vista a disputa do Mundial de 2019 e das Olimpíadas de Tóquio, em 2020.
Técnico da melhor selecção do mundo, Gregg Popovich, comandou nesta quinta-feira e na sexta-feira os seus dois primeiros treinos, à frente da equipa formada pelos astros da NBA.
Dos 35 jogadores convocados para o “USA Camp”, quatro pediram dispensa destas primeiras actividades, dentre os quais estão LeBron James, extremo do Los Angeles Lakers, e Stephen Curry, base do Golden State Warriors.
Recém contratado pelo Toronto Raptors, Kawhi Leonard foi outro a ausentar-se, assim como Draymond Green, companheiro de Curry nos Warriors. Os desfalques não impedem as presenças nas convocações para os torneios que estão por vir.
De todos os convocados, em primeira instância, porém, apenas 12 podem fazer parte da relação final. Vale recordar, que os Estados Unidos não disputam as eliminatórias para o Mundial com a sua selecção principal.
Somente atletas da G-League (espécie de segunda divisão da NBA) compõem o plantel que joga a fase qualificatória. Até o momento, são cinco vitórias em seis jogos para os norte-americanos.