Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Comentarista sugere candidatura de Angola

Melo Clemente - 11 de Julho, 2018

Angolanos buscam oitava presena no Campeonato do Mundo.

Fotografia: FIBA AFRICA

O comentarista para o basquetebol da Rádio Cinco, António Manuel da Luz, mostrou-se favorável quanto a uma possível candidatura de Angola para acolher de 14 a 16 de Setembro, a quarta janela de qualificação da zona africana para a Copa do Mundo de 2019, competição que vai decorrer de 31 de Agosto a 15 de Setembro.
Face às dificuldades financeiras que a direcção da Federação Angolana de Basquetebol (FAB), encabeçada por Helder Martins da Cruz “Maneda”, está a encontrar para cumprir os programas traçados para 2018, seria de todo justificável que Angola apresentasse a sua candidatura para albergar em Setembro do ano em curso, a quarta janela de qualificação da zona africana para a Copa do Mundo da República Popular da China.
O também secretário geral do Comité Paralímpico Angolano (CPA),  justifica o seu apoio no facto da prava não trazer encargos para o país.
“Penso que a direcção da Federação Angolana de Basquetebol devia apresentar a  candidatura do país, para acolhermos em Setembro mais uma janela, que no caso, será a quarta janela de qualificação. Portanto, é uma prova que não trás encargos financeiros para o país, porquanto, as selecções acabam por assumir as suas despesas, enquanto a Fiba-Afrique assume as despesas com as equipas de arbitragens”, revelou António Manuel da Luz, comentarista para o basquetebol da Rádio Cinco, canal desportivo da Rádio Nacional de Angola.
De acordo com o nosso interlocutor, face ao momento menos bom que os hendecacampeões campeões africanos atravessam, a realização da quarta janela de qualificação  da zona africana para a Copa do Mundo,  permitiria à partida, que Angola assegurasse as três vitórias, tal como aconteceu durante a disputa da primeira janela.
“Sabemos que a nossa Selecção Nacional não está a atravessar um bom momento de forma.
Ao acolhermos o torneio, temos à partida garantidas as três vitórias que seriam cruciais para esta etapa derradeira de apuramento para a Copa do Mundo. Jogar em casa, é sempre melhor, e por mas que a Selecção Nacional não esteja a exibir-se ao mais alto nível, o apoio do público acaba por galvanizar os atletas”, justificou o dirigente desportivo.
A entrada da etapa derradeira de apuramento a 18ª edição da Copa do Mundo de 2019, prova que vai ser disputada pela terceira vez, no continente asiático, depois de Manila, Philippines ter albergado a competição em 1978, seguiu-se o Japão, em 2006, a Selecção Nacional ocupa o terceiro lugar do Grupo E, com dez pontos, contra 12 da Tunísia e dez dos Camarões, seleções que ocupam os dois primeiros lugares da tabela classificativa.
Apesar das exibições menos conseguidas do cinco nacional, António Manuel da Luz, acredita na qualificação.
“Angola é um habitué em fases finais dos campeonatos do mundo. Desde que tomamos de assalto o continente africano, Angola passou a marcar presença de forma sistemática, em campeonatos do mundo, tendo falhado apenas em 1998. Não estamos a jogar ao nosso nível, mas ainda assim, tenho a convicção que vamos nos qualificar para o mundial da China”, augurou António Manuel da Luz.Questionado sobre uma possível não qualificação, o comentarista afirmou “que seria um autêntico fracasso se Angola não alcançasse o passe de acesso à final, dado o historial que os hendecacampeões africanos possuem no continente berço da humanidade”, finalizou.
Doze (12) selecções divididas em dois grupos de seis equipas cada, vão disputar a etapa derradeira do mundial de  2019.Angola figura no grupo E, ao lado da Tunísia, actual campeã africana, Camarões, Egipto, Marrocos e Chad, respectivamente.
No Grupo F, estão as seleções da Nigéria, Senegal, Rwanda, Mali, República Centro Africana e Costa do Marfim. Transitam para a fase final, as duas primeiras selecções de cada grupo e o terceiro melhor classificado.

Apresentação de candidaturas
Prazo estabelecido pela Fiba termina hoje

Os países interessados em acolher a quarta janela de qualificação da zona africana para a Copa do Mundo de 2019, têm até ao dia de hoje, quarta-feira, para oficializarem as respectivas candidaturas, a fim de albergar o torneio de 14 a 16 de Setembro.
O organismo que tutela a modalidade no continente africano estabeleceu o dia 11 do corrente, como data limite, para que os países interessados em acolher o certame possam apresentar as candidaturas.
Caso a Fiba-Afrique receba várias candidaturas, a prioridade vai ser dada aos países que ainda não acolheram o torneio qualificativo para a Copa do Mundo da China.
Tunísia, Egipto e Marrocos, são países situados a norte do continente africano e têm boas infra-estruturas desportivas, para além dos Camarões, estão interessados em acolher a quarta janela de qualificação da zona africana para a Copa do Mundo.
Entretanto, Marrocos que a par do Chad ainda não acolheu qualquer janela, apresentam-se como favoritos para disputar a quarta janela de qualificação, segundo apurou o Jornal dos Desportos, junto de uma fonte federativa. O país do Magrebe  apresenta-se como principal favorito, dado as excelentes condições infraestruturais, quer desportivas, quer hoteleiras.
Marrocos que ocupa actualmente o quarto lugar da tabela classificativa,  com nove pontos pode acolher o certame. 
M.C