Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

D´Agosto apresenta torneio

Melo Clemente - 08 de Outubro, 2014

Torneio Victorino Cunha é apresentado hoje

Fotografia: Jornal dos Desportos

A direcção do 1º de Agosto apresenta hoje, em conferência de imprensa, a partir das 8h00, nas suas instalações, a VI edição do Torneio Internacional Victorino Cunha, prova a decorrer de 13 a 18 do mês em curso, no Pavilhão Principal da Cidadela Desportiva.

A prova que visa homenagear a figura do antigo técnico militar e seleccionador nacional, Victórino Cunha, vai contar com a participação do 1º de Agosto, Atlético Petróleos de Luanda, Recreativo do Libolo, Grupo Desportivo Interclube, e dos Estados Unidos da América vem a SAG University.

Recreativo do Libolo, actual campeão nacional, e Grupo Desportivo Interclube, iniciam o Torneio Internacional, no dia 13, a partir das 17h00, no Pavilhão Principal da Cidadela Desportiva.

Militares e petrolíferos encerram a jornada inaugural da VI edição do Torneio Internacional.
A competição prossegue no dia 14, com a formação norte-americana a jogar com os petrolíferos da capital, a partir das 19h00. Duas horas antes, o Recreativo do Libolo, que não vai poder contar com os préstimos de Carlos Morais e Olímpio Cipriano, ambos por lesão, joga com o 1º de Agosto.

À margem do Torneio Internacional são realizados ciclo de palestras. Temas como liderança do treinador, fundamentos defensivos e ofensivos, pensar e intervir como treinador, defesa homem a homem, relacionamento do treinador com os erros dos jogadores, entre outros, vão dominar o ciclo de palestras. Jorge Araújo e Kevin O´Neal são os prelectores.
M.C


HOMENAGEM
Absentismo marca
almoço da Selecção


Absentismo marcou ontem, na Galeria dos Desportos, o almoço de confraternização oferecido  pelo Ministério  da Juventude e Desportos à Seleccao Nacional de basquetebol sénior feminina, que de 27 de Setembro último a 5 do mês em curso, participou na 17ª edição do Campeonato do Mundo, prova disputada na Turquia.

Inicialmente previsto para as 13h00, o almoço começou apenas às 15h30, sem a presença do ministro da Juventude e Desportos, Gonçalves Muandumba, que se viu "obrigado" a abandonar o local da confraternização.

Das 12 atletas que representaram as cores da Selecção Nacional no Campeonato do Mundo da Turquia, em que  Angola ocupou a 16ª e última posição da prova, num universo de 16 selecções, apenas quatro jogadoras marcaram presença.
Trata-se de Ana Goncalves e Fineza Eusébio, ambas do 1º de Agosto, Angelina Golome, do Grupo Desportivo Interclube e Helena Viegas, da Universidade Lusíada.

Para além das atletas acima mencionadas, estiverem presentes Aníbal Moreira, ex-seleccionador nacional, Gina de Carvalho, vice-preidente para o basquetebol feminino, Margarida João, médica, Ndona Pedro, fisioterapeuta, e Póvoa Francisco, estatístico.
Gina de Carvalho que chefiou a delegação que disputou o mundial, lamentou a postura das sete atletas que se recusaram a comparecer ao almoço de confraternização, alegadamente, por não terem recebido qualquer comunicação.

“Não corresponde à verdade,  o augumento segundo a qual não foram avisadas. Todas as atletas, excepção seja feita a Artémis Afonso que ficou em Portugal, a técnica Eliza Pires que não se encontra no país, às demais receberam a comunicação  sobre o almoço.

Considero uma falta de respeito, o facto das atletas não terem comparecido hoje (ontem). À última  hora alegaram que estavam a fazer provas, mas  o argumento não pode ser válido, porque quando comunicámos, ninguém mostrou indisponibilidade. Se isso  tivesse acontecido, tinhamos  adiado o almoço”, lamentou a vice-presidente para o basquetebol feminino.

Gina de Carvalho informou por outro lado, que vai informar o sucedido à direcção da FAB, não tendo colocado  de parte a possibilidade de instaurar um processo disciplinar.

Entretanto, o Jornal dos Desportos apurou de fonte federativa, que as atletas estão discontentes com o presidente da FAB, Paulo Alexandre Madeira, em virtude deste ter recebido o equipamento  após a última partida do mundial, situação que deixou constrangido o grupo.
“As atletas pensaram que o encontro era com o presidente da Federação, daí a razão da maior parte não ter comparecido”.


BASQUETEBOL  FIBA-AFRIQUE
Silêncio preocupa Norberto Alves


O silêncio da Fiba-Afrique, quanto à sede da fase final da Taça dos Clubes Campeões Africanos de basquetebol em seniores masculinos, está a preocupar o técnico principal do Recreativo do Libolo, Norberto Alves, que já abriu as suas oficinas visando a época desportiva 2014/2015.

Apesar desta indefinição, quanto às datas e ao país que vai acolher a  competição, o técnico deu início aos trabalhos de preparação sem as suas principais unidades, com principal realce para os extremos bases Carlos Morais e Olímpio Cipriano, que fazem trabalho de recuperação nos Estados Unidos da América e em Portugal respectivamente.

 O gambiano Moses Sonko e o norte-americano Eric Coleman juntam-se ao grupo de trabalho nos próximos dias, segundo fez saber Norberto Alves, técnico que prorrogou o seu vínculo contratual com a direcção do Recreativo do Libolo, por mais uma época.
Entretanto, Valdelício Joaquim "Vander", ex-Atlético Petróleos de Luanda, Milton Barros, ex-Interclube e Francisco Machado, ex-1º de Agosto, constituem as principais aquisições do treinador Norberto Alves que tenciona este ano conquistar a Taça dos Clubes Campeões Africanos.

De acordo com o comandante do  campeão nacional Recreativo do Libolo, a sua equipa está a trabalhar com o calendário das edições anteriores da Fiba-Afrique, para não ser surpreendido.

"É sempre difícil trabalhar nestas condições como é evidente. Até ao momento não sabemos quando e onde será realizada à fase final da Taça dos Clubes campeões Africanos mas, ainda assim, estamos a trabalhar com base no calendário das edições anteriores. Normalmente, esta prova decorre em finais de Novembro, princípio de Dezembro e é com este calendário que vamos fazer a nossa programação", asseverou Norberto Alves.

Depois de ter ocupado o terceiro posto na edição passada, prova vencida pelo Clube Central das Forças Armadas Angolanas (1º de Agosto), os libolenses estão dispostos a conquistar pela primeira vez o anel continental.

"Sem dúvida nós vamos lutar para conquistar o título africano sabendo, como é óbvio, das dificuldades que vamos encontrar na prova em função do potencial dos nossos adversários", reconheceu Norberto Alves.

Com a extinção do torneio zonal, o Recreativo do Libolo está automaticamente qualificado para a fase final da Taça dos Clubes Campeões, na qualidade de campeão nacional, assim como o Atlético Petróleos de Luanda, vencedor da Taça de Angola.
A formação do 1º de Agosto, actual campeã africana, também tem já assegurada a sua presença na prova.

Tunísia ou Costa do Marfim podem acolher à fase final da Taça dos Clubes Campeões Africanos, em ambas as classes, segundo fez saber Tony Sofrimento, director do gabinete de Marketing e Relações Internacionais da Federação Angolana de Basquetebol.
"Até ao momento ainda não fomos notificados pela Fiba-Afrique. Provavelmente, a Tunísia ou a Costa do Marfim podem acolher a prova em finais de Novembro, princípio de Dezembro do ano em curso", disse.
MC