Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

D`Agosto e Libolo de olhos na final

Hélder Jeremias - 19 de Março, 2013

“Militares” e libolenses são apontados como candidatos ao troféu da Taça de Angola

Fotografia: Jornal dos Desportos

O Recreativo de Libolo e o 1º de Agosto protagonizam esta noite mais um clássico da “bola ao cesto”, quando, a partir das 18 horas, entrarem na quadra do Dream Space, para a disputa da primeira-mão da meia-final da Taça de Angola em seniores masculinos.

As duas equipas têm argumentos necessários para vencer. Os “militares”, na condição de anfitriões, vão procurar entrar na máxima força, de forma a conseguir o primeiro triunfo. Galvanizados pelo apoio do seu público exigente, os “militares” pretendem defrontar os libolenses na segunda-mão, longe da pressão habitual.

Paulo Macedo, ciente das dificuldades que vai encontrar diante da formação treinada por Luís Magalhães, tomou todas as precauções necessárias para aniquilar a estratégia da equipa do Kwanza-Sul.

Durante a sessão de treino de ontem, a atenção recaiu nos aspectos defensivos. O técnico “militar” evitou fazer comentários à imprensa, limitando-se a dizer que a equipa está a trabalhar para dar o seu melhor. Paulo Macedo deixou transparecer “muito optimismo” em função da ausência de casos clínicos no plantel. Nas unidades mais “letais”, destacam-se Armando Costa, Regee Moore, Carlos Almeida, Cedreeck Ison, Felizardo Ambrósio “Miller” e Joaquim Gomes “Kikas”.

Por seu turno, Luís Magalhães, apesar de ainda estar a formar a equipa, tem meios para contrariar os intentos do 1º de Agosto e manter na sua galeria o troféu nacional. Para o efeito, as sessões de treino de ontem focaram os aspectos tácticos.

Muito embora tenha iniciado de forma titubeante o campeonato nacional de basquetebol, o Recreativo do Libolo revela ascendência no sistema táctico. Nos últimos confrontos realizados, a equipa do Kwanza-Sul produziu exibições que fazem antever para hoje um jogo equilibrado.

Na outra partida, o Atlético Petróleos de Luanda, de Lazare Andigono, espera devolver a auto-estima aos seus adeptos diante do Atlético Sport Aviação, de Carlos Dinis, no pavilhão II da Cidadela Desportiva, às 16 horas. A equipa do aeroporto está acostumada a surpreender os adversários.


AFROBASKET
Angola vai ser cabeça-de-série


Na qualidade de vice-campeã africana, Angola é cabeça de série no sorteio do Campeonato Africano das Nações de basquetebol, previsto de 20 a 31 de Agosto, em Abidjan, Costa de Marfim.

O evento marcado para o dia 30 de Março, em Abidjan, vai ter à cabeça de série noutros potes as selecções da Tunísia, campeã africana, Nigéria, medalha de bronze e o país organizador, quarto classificado.

Com a integração do Rwanda e do Mali, duas selecções escolhidas pela FIBA-África, as outras dez selecções recorreram a uma processo de qualificação. Entre as apuradas estão Argélia, Marrocos (Zona 1), Senegal e Cabo Verde (zona II), Burkina Faso (Zona III), República Centro Africana e Congo (Zona IV), Egipto (Zona V), Moçambique (VI).

O realce da 27ª edição da Taça de África das Nações recai a Burkina Faso que se estreia na elite da maior competição do basquetebol. Os burkinabes eliminaram os togoleses, participantes tradicionais, mercê do melhor coeficiente de pontos.

Depois de oito anos ausente, a Argélia regressa à competição continental. Desde 2005, a selecção magrebina enfrentou dificuldades para jogar ao mais alto nível competitivo.

CARLOS GUIMARÃES
AUSENTE DO SORTEIO


O nome de técnico angolano José Carlos Guimarães não consta da lista provisória de participantes do sorteio da Taça Africana das Nações. Todas as selecções nacionais apresentaram os nomes dos seus treinadores, mas a Federação Angolana de Basquetebol deixou o espaço em branco.

O gesto repete-se mais uma vez. O treinador não foi visto nas eliminatórias de apuramento para o Afrobasket’2013 nem na fase final da Taça dos Clubes Campeões Africanos.

A preparação do “cinco” nacional começa no dia 3 de Junho, em Luanda, e do plano de treinamento constam participações em três torneios, mormente, de Espanha, Brasil e Croácia.


NBA
Kobe não ficava em branco há nove anos

Zero pontos e Kobe Bryant são dois antónimos. O extremo dos LA Lakers é um “scorer” nato e o facto de ser o quinto jogador com mais pontos da história da NBA apenas reforça essa teoria. No entanto, tal não invalida que o camisola 24 possa ter noites menos boas (ou péssimas...). Foi o que sucedeu na última madrugada. Embora bastante condicionado por uma entorse no tornozelo esquerdo, Kobe ficou a zeros frente aos Pacers.


NBA
Jamison dá vitória aos Los Angeles Lakers


Sem o extremo-base Kobe Bryant e o extremo-poste espanhol Pau Gasol, os Los Angeles Lakers venceram por 113-102 o Sacramento Kings e chegaram à oitava vitória nas últimas onze partidas disputadas. Com Antawn Jamison como factor surpresa, o veterano fez valer a sua classe e experiência no momento em que a equipa mais necessitava. Antawn Jameson forneceu 27 pontos e conseguiu nove ressaltos.

Os Lakers alcançaram a sua segunda vitória consecutiva e estão em oitavo lugar. A ronda foi favorável à equipa de Los Angeles, com as equipas rivais na luta directa para os “play offs” a sofrerem desaires.

Os Lakers têm um jogo de vantagem sobre o Utah Jazz, que descansou na ronda e está em nono na Conferência Oeste. Os Kings já estão eliminados da fase final.


THUNDER ASSUME
LIDERANÇA


O base Russell Westbrook fez 35 pontos na vitória (107-101) do Oklahoma City Thunder, fora de casa, diante do Dallas Mavericks. O Thunder conquistou a liderança da Divisão Noroeste, com cinco jogos de vantagem sobre o Denver Nuggets. A equipe de Oklahoma é a segunda na Conferência Oeste, a um jogo do líder San Antonio Spurs.

O extremo Kevin Durant marcou 19 dos 31 pontos do último quarto e foi o segundo melhor cestinha do Thunder.

Os Mavericks perderam pela quarta vez nas últimas 11 partidas e estão em 11º lugar, a 3,5 jogos dos Lakers de Los Angeles, em oitavo lugar na Conferência Oeste, a última posição que garante vaga na fase final.


DUELO DE LÍDERES
Base Chris Paul faz a diferença


O base Chris Paul conseguiu 20 pontos e oito assistências e liderou o ataque dos Los Angeles Clippers na vitória sobre o desfalcado New York Knicks por 93-80.

O extremo Caron Butler marcou 14 pontos, enquanto o base Chauncey Billups, ex-jogador dos Knicks, o extremo-base Jamal Crawford e o extremo-poste Blake Griffin registaram 12 pontos cada um, no clássico dos líderes da divisão. Blake Griffin ainda terminou a partida com um duplo-duplo e foi decisivo no garrafão com 12 ressaltos e dois tampões.

A ausência dos titulares, o extremo Carmelo Anthony e o poste Tyson Chandler, além do extremo-poste Amar Stoudemire, foi demais para os Knicks.