Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Donovan Mitchell est confiante num bom desempenho dos EUA

19 de Setembro, 2019

Fotografia: AFP

A selecção dos EUA não conseguiu, tal como havia preconizado, conquistar a medalha de ouro no Mundial FIBA 2019 , mas Donovan Mitchell está confiante de que os americanos voltarão mais fortes na próxima oportunidade, mormente nos Jogos Olímpicos de Tóquio, em 2020.
No seu entender, o carácter da selecção que esteve a competir na China não deve ser medido pelos resultados alcançados, mas pela capacidade de responder. “Eu sei que os jovens da NBA - aqueles que serão seleccionados para Tóquio e o próximo Mundial FIBA -, tudo farão para dignificar os EUA\".
\"Se observarem as duas últimas reuniões, a maneira como jogamos e a forma como fomos liderados. Isso mostra o que somos e é claro que o que mais queremos é vencer”, disse.
Mitchell também sabe que usar a camisa do Team USA é um privilégio que não é dado a todos os americanos e, apesar dos altos e baixos, essa experiência foi única. “Tentei me aperfeiçoar em várias áreas do jogo, sabia o que esperar do treinador Pop, principalmente na defensiva, me tornar um líder também é algo em que trabalhei”, disse Donovan.
Após o último sucesso contra a Polónia, Mitchell teve tempo para pensar um pouco sobre tudo o que aconteceu com a equipa. Como lembrete, esta foi a sua primeira aparição nas cores nacionais. “Se você me dissesse há três anos, antes de eu ingressar na NBA, que jogaria um dia ao lado dos jogadores dessa equipa e contra alguns dos melhores do mundo, eu não acreditaria”.
“Foi uma óptima experiência para mim, todo mundo está focado no resultado final, mas quando penso nisso, que joguei pela selecção dos EUA, é inacreditável para mim, então valeu a pena, tive a sorte de fazer isso, é claro, eu adoraria ter uma nova oportunidade de fazer isso, eu amo essa selecção”.
Mitchell regressa à casa ciente de não ter atendido a todas as expectativas depositadas neles, mas também com a confiança de que o USA Basketball emergirá dessa aventura. Ele sabe que os EUA estarão prontos para defender a sua medalha de ouro nas Olimpíadas de Tóquio de 2020 e recuperar o seu lugar no topo do mundo no próximo Mundial FIBA.
\"Alguns voltarão e estaremos prontos, focados\", conclui. \"Estou feliz, conheço os jogadores da NBA - aqueles que serão seleccionados para Tóquio e o próximo Mundial FIBA - a equipa dos EUA estará pronta”.