Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Equipa tcnica abandona seleco

Juscelino da Silva - 16 de Agosto, 2018

At estgio no hotel Vila Alice teve, desabafou a nossa fonte.

Fotografia: Jornal dos Desportos

A equipa técnica da Selecção Nacional masculina de basquetebol de Sub-18, liderada por Manuel Silva \"Gi\" e Miguel Pontes Lutonda, paralisaram os trabalhos que vinham a efectuar na capital do país, Luanda, tendo em atenção a sua participação no Campeonato Africano da categoria, vulgo Afrobasket, prova a decorrer em Bamako, capital do Mali, por falta de condições de trabalho, segundo apurou o Jornal dos Desportos.
A falta de condições de trabalho, aliado a desorganização administrativa por parte da Federação Angolana de Basquetebol (FAB), ditaram a paralisação dos trabalhos do combinado nacional. A Selecção Nacional tem, sensivelmente, sete dias para ultimar a sua preparação na capital do país, e rumar para o palco da competição.
 Uma fonte próxima do órgão reitor da modalidade, confirmou ao Jornal dos Desportos, que a federação não tem dinheiro para a compra dos bilhetes de passagem da comitiva angolana.
 \"A federação está com dificuldades para a compra dos bilhetes de passagem dos atletas e treinadores, quando faltam menos de uma semana para o embarque da Selecção Nacional de Sub -18\", revelou a nossa fonte.
Outro ponto negativo, prende-se com o desaparecimento de passaportes de cinco atletas dentro das instalações da Federação  Angolana de Basquetebol.
\"Nós tínhamos os passaportes aqui na federação, infelizmente, os passaportes desapareceram. Cinco atletas, neste momento, correm risco de ficar de fora da Selecção Nacional\", frisou.
A reportagem do Jornal dos Desportos contactou o secretário-geral da Federação Angolana de Basquetebol, Nelson Sardinha, que confirmou a paralisação dos trabalhos da Selecção Nacional Sub -18, alegando que os atletas foram dispensados para realizarem os exames escolares.
Entretanto, esta justificação foi prontamente desmentida por um membro da equipa técnica, que garantiu que a informação prestada pelo secertário-geral não corresponde a verdade.
 \"Nós realizamos um treino na segunda-feira e, na terça-feira decidimos paralisar com os trabalhos, por falta de condições de trabalho. Portanto, os meninos já terminaram as suas provas estão todos de férias e, em função da pausa dos atletas nas escolas, programamos esta semana entrarmos para a fase derradeira de preparação, onde iríamos definir os doze atletas, que seguiriam viagem para Mali. Não podemos aceitar, que a Selecção Nacional feminina de Sub-17 tenha tido as melhores condições de trabalho. Até estágio no hotel Vila Alice  teve, desabafou a nossa fonte.