Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Equipas gozam pausa de natal

Hélder Jeremias - 25 de Dezembro, 2014

Progresso Associação Sambizanga, Clube Vila Clotilde e Sporting de Benguela.

Fotografia: M. Machangongo

A 36ª edição do Campeonato Nacional de Basquetebol sénior (Bai Basket) observa uma pausa no âmbito da quadra festiva, devem as emoções retomar no dia 3 de Janeiro com os aliciantes jogos Atlético Sport Aviação - Recreativo do Libolo assim como 1º de Agosto - Universidade Lusíadas.

Depois de chegar ao maior pedestal a nível de clubes, com a consagração do título de campeão africano, o Recreativo do Libolo marca o regresso à maior competição doméstica com uma partida acessível com a formação adstrita à companhia de bandeira, o ASA.

Galvanizados com a proeza alcançada em Tunis, Norberto Alves e pupilos aproveitam a pausa para viver momentos de confraternização com os familiares e amigos, sem perder de vista a necessidade da manutenção dos níveis físicos.

O Atlético Sport Aviação teve um início pálido. O plantel estava desprovido do técnico principal, Carlos Dinis, que orientou a Selecção Nacional de Sub-17 nos Jogos da Comunidade de Desenvolvimento da África Austral (SADC). Com o regresso, Carlos Dinis, pode dotar a equipa de maior ímpeto competitivo na projecção de uma etapa mais produtiva.

O 1º de Agosto, ainda tocado pela pior prestação de sempre na Liga dos Campeões Africanos, em que não teve melhor do que a sexta posição, tem uma partida relaxada com a Universidade Lusíada. A formação dos estudantes pauta por melhoria táctica substancial, mas os argumentos ainda não lhe conferem potencial para se impôr com  um dos colossos do país.

O Atlético Petróleos de Luanda e o Interclube aproveitaram a ausência dos atletas do Libolo e do 1º de Agosto para amealhar o maior número de pontos. Doravante, são obrigados a envidar esforço suplementar para evitar “a queda livre” na tabela classificativa. Nessa fase de pausa, aconselha-se a gestão racional dos níveis físicos, que passam pela cumprimento rigoroso das normas dos atletas da alta competição.

O Desportivo da Marinha de Guerra, orientado pelo técnico Aníbal Moreira, na qualidade de estreante, revela-se como um dos plantéis menos cotados. Em pouco menos de três meses de preparação, o grupo vislumbra algumas melhorias no sistema táctico. Até ao reatamento do BIC Basket, a equipa técnica vai aprimorar os níveis desportivos para equilibrar as partidas com o Progresso Associação Sambizanga, Clube Vila Clotilde e Sporting de Benguela.

BODYBOARD
Teresa Almeida
 homenageada


A portuguesa Teresa Almeida sagrou-se campeã mundial de bodyboard e a câmara da Nazaré, Portugal, vai homenagea-la, no próximo sábado, como reconhecimento pelo título e por ajudar a mostrar ao mundo que a Praia do Norte é mais do que as famosas ondas grandes.

O vereador do desporto na câmara da Nazaré, Manuel Sequeira, disse à Lusa “ter no Clube de Desportos Alternativos da Nazaré (CDAN) uma atleta que se sagrou campeã mundial mostra que a Praia do Norte é uma praia de boas ondas, quer sejam gigantes, médias ou pequenas”.

Teresa Almeida sagrou-se campeã mundial de bodyboard, no passado dia 12, no Chile, e vai ser alvo de “uma singela homenagem, com a entrega de uma salva de prata e algumas palavras de reconhecimento” pelo feito que “levou mais longe o nome da Nazaré e do CDAN”.

Natural do Vimeiro, no vizinho concelho de Alcobaça, Teresa Almeida arrecadou para o Portugal um título que fugia aos atletas portugueses há 16 anos e permitiu-lhe ascender ao ponto mais alto da  carreira. Na final disputada a quatro, Teresa Almeida derrotou Yuleiner Gonzalez, Anne Cecile e Neymara Carvalho. Em Outubro, a bodyboarder de 22 anos foi vice-campeã europeia, em Marrocos.