Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Ex-direco da federao agradece a patrocinadores e parceiros

25 de Fevereiro, 2017

Ex-presidente da FAB deixa o organismo com o sentimento do dever cumprido

Fotografia: Jos Cola

A ex-direcção da Federação Angolana de Basquetebol, liderada por Paulo Alexandre Madeira, endereçou uma nota de agradecimento aos patrocinadores por terem permitido que durante a sua vigência (2013 e 2016) fossem alcançados resultados que prestigiaram o basquetebol nacional.

A conquista de quatro campeonatos africanos das nações, a formação de uma dezena e meia de treinadores de nível 3, a superação de 68 técnicos de nível 1, duas dezenas de treinadores de nível 2, formação de 28 novos árbitros, 52 oficiais de jogo, 22 comissários, a realização de todas as competições nacionais no âmbito dos programas  de responsabilidade da FAB, a realização, com sucesso, de duas taças dos clubes campeões africanos, com apoio dos clubes nacionais representam os principais feitos do consulado de  Paulo madeira, de acordo com a nota de agradecimento.

\"Por todo o apoio prestado a organização e gestão do basquetebol nacional por parte desta direcção, nos quatro anos do seu mandato foi permitido\": a conquista destes importantes ganhos para a modalidade, lê-se n na nota de imprensa.  

O mandato de Paulo madeira ficou marcado pela conquista do Campeonato Africano das Nações  sénior feminino(Afrobasket), 2013 em Maputo, no mesmo anos em que foi resgatado o título masculino em Abidjam (Côté d\'Ivoir), tendo também arrebatado o Africano de sub 16 em Antananarivo (Madagaskar), a participação da selecção sénior feminina no Campeonato Mundial, realizado na Turquia, em 2014, entre outras proezas.

Conhecedor do dossier basquetebol nacional, não foi capaz de convencer os agentes desportivos com o direito de voto em função dos maus resultados, sobretudo nos dois últimos anos do seu mandatos, tendo culminado com a perda do título continental a favor da Nigéria, no Africano de Sousse, na Tunísia, assim como o declínio do basquetebol feminino.

As eleições foram realizadas dia 18 do presente na sede do Comité Olímpico, tendo o concorrente da lista A, Helder Cruz \"Maneda\" saído vitorioso com 16 votos contra 9. A tomada de posse dos novos corpos sociais está marcada para o próximo fim-de-semana na cidade do Bié.