Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

FAB cria plano B para o mundial

Melo Clemente - 12 de Julho, 2018

A direcção da Federação Angolana de Basquetebol (FAB) vê-se obrigada a criar um plano B, visando a disputa da quarta janela de qualificação zona africana para a Copa do Mundo de 2019, na China, torneio a decorrer de 14 a 16 de Setembro do ano em curso, em país a indicar pela Fiba-Afrique, segundo apurou o Jornal dos Desportos de fonte federativa.
Com os jogadores a cumprirem as merecidas férias, depois de uma temporada desgastante, estando o regresso previsto para a segunda quinzena do mês de Agosto, altura em que a maioria das equipas vai abrir as suas oficinas, visando a temporada 2018/2019, a direcção da Federação Angolana de Basquetebol (FAB), encabeçada por Helder Martins da Cruz “Maneda”, equaciona a possibilidade de fazer sair a convocatória antes, para possibilitar que o seleccionador nacional dos henedecacampeões africanos, o norte-americano Will Voigt, possa realizar uma preparação cuidada, a fim do “Cinco”Nacional entrar em grande na quarta janela de qualificação.
A formação do Atlético Petróleos de Luanda, vice-campeã nacional, será, em princípio, a última colectividade a abrir as suas oficinas, isto a 20 de Agosto próximo, ao passo que as demais fá-lo-ão cinco dias antes.
Face aos constrangimentos que marcaram a preparação da Selecção Nacional, durante a disputa da terceira janela, com realce para o cancelamento do estágio pré-competitivo, Helder Martins da Cruz e o seus colaboradores procuram mecanismos, para que o \"Cinco\" Nacional comece a trabalhar o mais tardar a partir da primeira quinzena de Agosto próximo.
A quarta janela de qualificação, vai acontecer numa altura em que a maior parte das equipas, estarão no início da sua preparação, razão pela qual a direcção da FAB prefere jogar na antecipação, a fim de evitar novos dissabores.
Entretanto, a Fiba-Afrique deve, nos próximos dias, anunciar os países que vão acolher a quarta janela de qualificação zona africana para a Copa do Mundo da República Popular da China,  depois de, ontem, ter encerrado o prazo para entrega das candidaturas.
Doze (12) selecções, subdivididas em dois grupos de seis equipas cada, vão disputar a etapa derradeira da 18ª edição da Copa do Mundo de 2019, competição a decorrer  em oito cidades de 31 de Agosto a 15 de Setembro.Os hendecacampeões africanos, que fazem a sua estreia diante dos Camarões, isto a 14 de Setembro, ocupam o terceiro lugar do Grupo E, com dez pontos. Tunísia, actual campeã africana, lidera a tabela classificativa do grupo, com 12 pontos, seguido dos Camarões, com dez. Fazem ainda parte deste grupo, as selecções do Egipto, Marrocos e Chad, respectivamente.
Já o Grupo F é formado pelas selecções da Nigéria, Senegal, República Centro Africana, Rwanda, Costa do Marfim e Mali.
A quinta janela de qualificação acontece em Novembro do ano em curso, ao passo que, a sexta e última janela, disputa-se em Fevereiro de 2019.
Apuram-se para a fase final da Copa do Mundo da China, as duas primeiras classificadas de cada grupo e o terceiro melhor, perfazendo cinco selecções que vão representar o continente africano.
A Copa do Mundo da China vai contar, pela primeira vez, com a participação de 32 selecções, contra as 24 das edições anteriores. Oitenta (80) países, em representação de África, Europa, América, Ásia e Oceânia, iniciaram a corrida para a aludida competição, tendo que apenas sessenta (60) conseguiram transitar, para o segundo turno da competição.