Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Faboxe pretende regularizar agentes

Silva Cacuti - 29 de Março, 2016

A questão da formação tem sido aposta da Federação Angolana de Boxe.

Fotografia: Jornal dos Desportos

A Federação Angolana de Boxe (Faboxe) pretende que todos os agentes da modalidade desde pessoal administrativo, técnicos, árbitros e médicos que trabalham para a modalidade o façam à luz dos regulamentos da Associação Internacional de Boxe (AIBA).

Visando a materialização deste objectivo a Faboxe  inscreveu no seu programa duas acções de formação para o mês de Abril, dirigida a treinadores, árbitros, juízes, cronometristas e locutores a fim de os capacitar para certificação da Aiba.

Segundo uma nota da Faboxe, chegada à nossa redacção, as associações, núcleos provinciais, clubes e escolas "devem inscrever um ou dois agentes".
O comunicado da Faboxe refere que para a participação nos cursos os candidatos devem até amanha, 30 de Março, preencher requisitos como curriculum vitae; atestado de residência; nível actual enquanto treinador, árbitro ou juiz;

O número de combates em que actuou como árbitro,  treinador também é um dado relevante, entre outros documentos a juntar. Ao processo o candidato deve juntar o valor em Kwanzas, equivalente a Usd 100.

Na nota em nossa posse a Faboxe não adianta nada sobre quem fará as prelecções, referencia apenas que a formação tem "consentimento e colaboração da Aiba".

A questão da formação tem sido aposta da Federação Angolana de Boxe. Em Fevereiro, de 16 a 19 a instituição realizou uma acção formativa dirigida a árbitros, juíses e cronometristas, sob prelecção do cubano Arquinide Four Guevara.
S.C