Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Federao adia sorteio

Melo Clemente - 06 de Novembro, 2013

(FAB), adiou, sine-die, o sorteio

Fotografia: Jos Soares

A direcção técnica, da Federação Angolana de Basquetebol (FAB), adiou, sine-die, o sorteio da XXVIII edição da Taça de Angola sénior feminino, que estava inicialmente prevista para segunda-feira.De acordo com o que apurou o Jornal dos Desportos, de fonte federativa, a direcção técnica da FAB, viu-se forçada a adiar o sorteio, da edição 28 da Taça de Angola, em virtude da maior parte dos clubes não estarem presentes. Dos quatro clubes existentes, apenas o Juventude de Viana esteve presente nas instalações da Federação Angolana de Basquetebol, sita no Complexo da Cidadela Desportiva.

1º de Agosto, actual campeã nacional em título, Grupo Desportivo Interclube, detentor da Taça de Angola, Juventude de Viana e Grupo Desportivo o Maculusso são as equipas que vão disputar a XXVIII edição da segunda maior competição do país, a nível da “bola ao cesto”, no sector feminino.Entretanto, ontem, o Jornal dos Desportos procurou contactar a secretária-geral, Isabel Major, para tecer mais esclarecimentos mas, infelizmente, fomos mal sucedidos.

Determinação
Extremo N´doniema
sonha com Supertaça


Edson N´doniema, um dos reforças da formação militar para a temporada 2013/2014, sonha conquistar o primeiro troféu ao serviço do 1º de Agosto, quando a sua colectividade defrontar a equipa do Petro de Luanda, para a decisão da Supertaça Wlademiro Romero, desafio marcado para domingo, na província do Namibe. Formado nas escolas do 1º de Agosto, transferiu-se para o Desportivo da Huíla (militou por uma época), e posteriormente para o Recreativo do Libolo, onde conquistou uma Supertaça, uma Taça de Angola e um Campeonato Nacional, espera arrebatar o seu primeiro troféu, ao serviço da equipa que o formou.

«Estamos a preparar-nos para encarar o desafio de domingo com maior responsabilidade. O Petro, é tão-somente, uma das melhores equipas do país, por isso, temos, que empenhar-nos ao máximo, para conseguirmos vergar o nosso adversário. Eu pessoalmente, quero conquistar o primeiro título ao serviço da equipa que me formou», disse. Edson N´doniema destacou ainda o espírito de camaradagem reinante no seio da equipa militar.«Fui muito bem recebido, aliás, não podia ser diferente, até porque, foi o 1º de Agosto, que me formou. Existe aqui, um espírito de camaradagem muito grande, e isso, facilitou a minha integração”, finalizou.