Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Federao filtra candidatura0

Melo Clemente - 20 de Outubro, 2015

Anfiteatro da Universidade Metodista vai acolher a aco formativa dirigida a treinadores de basquetebol numa organizao da Escola Nacional de Formao de Quadros da FAB

Fotografia: Eduardo Pedro

A direcção da Federação Angolana de Basquetebol (FAB) começa a partir de amanhã, quarta-feira, a filtrar as candidaturas dos técnicos que vão frequentar o curso dirigido a treinadores de basquetebol de nível II e III, de 23 do mês em curso a 1 de Novembro próximo, numa organização da Escola Nacional de Formação de Quadros do órgão reitor  da modalidade, em parceria com a congénere de Portugal.

Os candidatos a referida acção formativa, a decorrer no anfiteatro da Universidade Metodista, na Funda, têm até ao dia de hoje (20) para apresentarem as respectivas candidaturas. Para esta acção formativa, a direcção da Federação Angolana de Basquetebol estabeleceu o limite de 35 candidatos para participarem do curso de treinadores de nível II e III.

Entretanto, os candidatos a treinadores de nível III serão submetidos a uma acção de refrescamento, para enriquecerem os seus conteúdos para frequentarem o curso sem qualquer constrangimentos, segundo fez saber Tony Sofrimento, secretário-geral da Federação Angolana de Basquetebol.

Até ao final da tarde de ontem, mais de três dezenas e meia de técnicos tinham confirmado já as respectivas inscrições junto da área técnica da FAB. A federação vai aproveitar as próximas 48 horas para fazer a triagem dos 35 treinadores, que a partir de sexta-feira, começam a frequentar o curdo de treinadores de basquetebol de nível II e III.

Victorino Cunha, um dos conceituados treinadores de basquetebol angolano, tricampeão africano (1989, 1991 e 1993), vai ser um dos prelectores da acção formativa, a par de Artur Casimiro Barros, actual dirigente do Atlético Petróleos de Luanda. Para além de Victorino Cunha e Artur Casimiro Barros, ambos instrutores da Fiba, o curso contará ainda com a presença do português, Luís Jorge Fernandes, director da Escola Nacional de Basquetebol de Portugal.

Os prelectores portugueses devem escalar a capital do país, Luanda, em princípio amanhã, quarta-feira, segundo apurou o Jornal dos Desportos de fonte federativa.
O curso vai ter a duração de um ano e obedece três etapas. Portanto, concluirá a acção formativa os participantes que confluírem com êxito as respectivas fases.