Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Federao premeia atletas amanh

Silova Cacuti - 14 de Janeiro, 2016

Francisco Caluvi recebe o prmio de melhor angolano depois da publicao de resultados dos testes antidoping

Fotografia: M. Machangongo

Cerca de 216 prémios obtidos através de parceiros da organização da corrida de Fim de Ano, a São Silvestre de Luanda, são entregues amanhã, às 10h00, aos corredores angolanos, em cerimónia oficial a realizar-se no auditório da Federação Angolana de Atletismo (FAA).

Vão ser entregues computadores, tabletes, modens, descodificadores, telefones oferecidos à organização da corrida pela NCR, DSTV, Unitel e Net one, no âmbito da parceria para a 60ª edição da corrida disputada a 31 de Dezembro de 2015.

"Com esta cerimónia, damos um passo importante para o encerramento do processo de entrega de prémios, que está muito avançado com as transferências e os depósitos de prémios em dinheiro", disse Joaquim Dombaxi, membro da organização da corrida. O responsável revelou que os pagamentos aos atletas submetidos a testes anti-doping aguardam a confirmação dos resultados dos exames. "Está tudo tratado. Tão logo tenhamos os resultados, acciona-se o processo e cada um recebe os seus valores financeiros", disse.

Foram submetidos a testes os três primeiros classificados das tabelas gerais masculina e feminina, assim como Francisco Caluvi e Ernestina Paulino, os melhores angolanos na prova. A São Silvestre de Luanda, conforme a organização, teve um orçamento de 30 milhões de Kwanzas (cerca de 250 mil dólares norte-americanos). O prémio para o vencedor está fixado em sete mil dólares. O segundo recebe 6,5 mil dólares e o terceiro, seis mil dólares, em tabelas que prevê agraciar os 20 primeiros classificados.

Além de prémios obtidos através de contratos de parceria, com as citadas empresas, os melhores angolanos são ainda agraciados monetariamente, através de uma tabela que prevê prémios para os cinco melhores atletas federados, populares, paralímpicos, veteranos e os corredores mais velho da competição.

A São Silvestre de Luanda foi dominada por atletas quenianos. No sector masculino, Alex Olotiptip Korio, com o tempo de 28min45s, venceu a prova, seguido pelos compatriotas Daniel Chebie e Edwin Kipyego. A prova feminina foi dominada por Jemina Sungong, com o tempo de 32min15s. Peres Jepchirchir e Polline Njeru completaram o pódio.