Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Federação remarca jogos

Melo Clemente - 07 de Maio, 2014

Militares e libolenses partilham a liderança do Campeonato Nacional

Fotografia: José Cola

Ao contrário do que estava inicialmente previsto, a direcção técnica da Federação Angolana de Basquetebol remarcou para amanhã a disputa das duas partidas referentes à terceira e última jornada, sexta na geral, da série A da segunda volta da “Final Four”. Os desafios que envolvem as equipas do Atlético Petróleos de Luanda-1º de Agosto e Grupo Desportivo Interclube-Recreativo do Libolo estavam agendados para ontem.

De acordo com o novo calendário, que só a meio da tarde de ontem foi divulgado ao Jornal dos Desportos, os encontros da última ronda da segunda volta da “Final Four” foram transferidos para amanhã.

Interpelado pelo Jornal dos Desportos, Nuno Teixeira, director técnico do órgão reitor da modalidade, explicou que a direcção “foi obrigada a fazer alguns reajustes no calendário distribuído à comunicação social devido a erros que foram cometidos mas, lamentavelmente, a imprensa não teve acesso ao calendário reformulado”, reconheceu o homem forte da área técnica da Federação Angolana de Basquetebol.

As equipas que fazem parte da série A, grupo reservado às formações que vão lutar pelo título da 36ª edição do Campeonato Nacional, BAI Basket, vão aproveitar o dia de hoje para realizar os últimos acertos, antes da disputa da derradeira jornada da segunda volta da “Final Four”. Os petrolíferos da capital, que já somam quatro derrotas com apenas um triunfo, têm mais um dia para preparar os argumentos capazes de neutralizar as acções ofensivas do arqui-rival 1º de Agosto, equipa que a par do Recreativo do Libolo partilha a tabela classificativa da fase derradeira do BAI Basket, com nove pontos.

Apesar dos seis pontos que ostenta na classificação da série A, a equipa do Eixo Viário ainda acredita na conquista do Campeonato. Para isso, os pupilos de Lazere Adingono vêem-se obrigados a bater amanhã os comandados de Paulo Macedo.
Do lado militar, depois de um mau início de prova, que culminou com a derrota na jornada inaugural frente ao Libolo, por 85-88, a equipa do Rio Seco acertou o passo e já leva quatro vitórias consecutivas.

Paulo Macedo não esconde o desejo de manter o ciclo de triunfos nesta ponta final da competição, já que o objectivo passa pela reconquista do título.
O Interclube também vai aproveitar o dia de hoje para corrigir eventuais debilidades, fundamentalmente, de ordem defensiva.
Sem Carlos Morais, atleta que recupera satisfatoriamente da sua lesão, o Recreativo do Libolo também se quer manter no topo da tabela classificativa.

OPINIÃO
Equívocos intoleráveis


A área técnica e de formação da Federação Angolana de Basquetebol (FAB) falhou gravemente ao não ter comunicado e enviado antecipadamente aos órgãos de comunicação social o calendário actualizado dos jogos referentes à sexta e última jornada da segunda volta da "Final-Four".

Os órgãos de comunicação social têm em sua posse o calendário previamente distribuído pela FAB, e foi com base nele que os jornalistas se apoiaram para elaborar os seus textos, em particular nas Edições Novembro: Jornal dos Desportos e “Jornal de Angola”. De acordo com esse calendário, os jogos do Petro de Luanda-1 de Agosto e Interclube-Recreativo do Libolo estavam agendados para ontem, às 18h30.

Informar com responsabilidade e com o compromisso de respeitar as fontes é um dos muitos deveres dos profissionais da comunicação social, e em especial dos jornalistas. Informar com verdade, isenção e exactidão é outro deles, assim como respeitar o leitor.
O compromisso com os leitores, ouvintes, telespectadores e espectadores é sagrado, porque dele depende a credibilidade de quem comunica, no caso, os jornalistas.
O rigor é uma exigência da nossa profissão e exigimos que as fontes de informação nos ajudem a cumpri-la.

Lamentavelmente, a área técnica da FAB, que tem à frente o técnico Nuno Teixeira, pôs-nos numa situação constrangedora para com os nossos leitores, pelo que apelamos ao distinto órgão para se pautar pela eficiência quando fornece informações à comunicação social.
Aliás, hoje em dia, com as novas tecnologias, deixou de ser necessário andar muitos quilómetros para se fazer chegar qualquer documentação ao receptor.

Somos parte integrante do basquetebol, ainda que indirectamente, razão pela qual não se compreende que em situações destas a área técnica se esqueça de nós.
Nuno Teixeira, na qualidade de responsável máximo da área técnica, tem a obrigação de fiscalizar o pessoal do seu pelouro, quanto ao cumprimento das suas tarefas, não só para com os clubes, mas também para com os órgãos de comunicação social. Por isso, pedimos mais atenção e respeito.
O basquetebol deve ser divulgado com a dimensão que os seus feitos exigem. E nós não fazemos favor algum, apenas cumprimos a nossa missão. Mas queremos fazê-lo com rigor.
MC 

FORMAÇÃO
Luanda acolhe clinic internacional


O III Clinic Internacional para Treinadores de Formação realiza-se a 6 e 7 de Junho, em Luanda, numa organização da Associação Nacional de Treinadores de Basquetebol (ANTB), presidido pelo professor Raul Duarte.

O curso deve realizar-se no Pavilhão 28 de Fevereiro ou no Pavilhão Victorino Cunha, e vai ser dirigido a todos os técnicos do país ligados aos escalões de formação, de acordo com o comunicado a que o Jornal dos Desportos teve acesso.

Técnica e táctica individual para os bases, exercícios para aperfeiçoar a defesa individual, exercícios para aperfeiçoar o ataque colectivo, assim como técnica e táctica individual para os extremos, além dos músculos que intervêm no lançamento e como treiná-los, vão dominar o primeiro dia da acção formativa, que vai contar com formadores consagrados, como o espanhol Moncho Lopes, ex-treinador do Futebol Clube do Porto, Paco Rendondo, treinador adjunto da selecção de Sub-20 de Espanha, além dos angolanos, Artur Casimiro Barros e Pedro Fernandes.
 
No último dia, vão ser aflorados temas como a tomada de decisões para jogadores de formação, construção da defesa zonal em 3/4 de campo, princípios de ataque contra homem a homem e jogo por conceitos 3x0 e 4x0 em espaço reduzido. Podem participar na acção formativa sócios da ANTB com as quotas em dias e os treinadores de alta competição e de formação, mediante um pagamento de dois e mil kwanzas, ao passo que os não sócios têm de desembolsar dez mil kwanzas.
M.C

NBA
Clippers e Wizards
iniciam com vitória


Los Angeles Clippers e Washington Wizards arrancaram da melhor forma nas meias-finais das respectivas conferências da NBA, ao vencer nos redutos de Oklahoma City Thunder e Indiana Pacers, conseguindo assim uma vitória fora de portas, para poderem agora vencer os três jogos caseiros que têm pela frente.

No primeiro jogo da noite, os Indiana Pacers entraram em campo com o estatuto de primeiro cabeça de série do Este, mas tal como na primeira ronda, não o justificaram e saíram derrotados por 102-96.
Trevor Ariza, com 22 pontos, acertou os seis triplos que tentou lançar, enquanto Trevor Ariza chegou aos 25, 14 deles no primeiro período. Do lado contrário, Paul George e George Hill fizeram 18 pontos, ajudando a disfarçar uma exibição cinzenta dos Pacers, que chegaram a estar a perder por 14 pontos.

Em Oklahoma, os Clippers não fizeram por menos e venceram em casa dos City Thunder, por 122-105, numa grande noite do base Chris Paul, com 32 pontos e 10 assistências. Paul teve ainda a ajuda “normal” de Blake Griffin (23 pontos) e de Jamal Crawford (17 pontos).
A equipa da casa teve em Russell Westbrook a sua melhor unidade, ao anotar 29 pontos, mais quatro que Kevin Durant, que teve uma noite menos fulgurante do que o esperado.
Os segundos jogos destas séries disputam-se na quarta-feira, nos mesmos redutos.