Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Felizardo Ambrósio é dos mais utilizados

Melo Clemente - 16 de Maio, 2014

O internacional angolano Felizardo Ambrósio

Fotografia: M. Machangomgo

À entrada da terceira e última jornada da terceira volta da "Final Four", disputada ontem, o tricampeão africano somou 260 minutos, em oito partidas disputadas, o que representa uma média de 32 minutos e cinco segundos por cada desafio.

Com Reggie Moore em baixo de forma, aliado à lesão de Joaquim Gomes "Kikas", principalmente, no segundo turno da competição, o jogo interior do Clube Central das Forças Armadas Angolanas passou a ser assumido e de forma competente pelo jovem Felizardo Ambrósio "Miller", que seguramente vai ser uma das apostas do seleccionador nacional para o Campeonato do Mundo de basquetebol, competição a decorrer de 30 de Agosto a 14 de Setembro do ano em curso, em Espanha.

"Miller", que se estreou a nível da Selecção Nacional no Campeonato Africano das Nações de 2007, prova disputada em Angola, é nesta altura o melhor ressaltador do grémio militar, com 84 ressaltos, sendo 26 defensivos e 58 ofensivos. Com 2,01 metros de altura, 26 anos de idade, 97kg, o poste tem sido uma das peças fundamentais da equipa rubra e negra.

O base Armando Costa, tetra campeão africano pela Selecção Nacional, é nesta altura o segundo atleta mais utilizado da formação militar, com 214 minutos e um segundo, seguido de Reggie Moore, com 210 minutos.

O cabo-verdiano Mário Correia, Cedrick Ison, norte-americano, Joaquim Gomes "Kikas" e Edson Ndoniema, ambos angolanos,  vêm a seguir, com 187m, 29s, 159m, 49s, 135m, 40s e 123m, 02s.

O base Adilson Baza e o poste Mutu Fonseca são os atletas menos utilizados pelo técnico Paulo Macedo. Até aqui, o jovem base consumiu apenas 17 minutos e dois segundos, contra 65 minutos e 51 segundos do seu companheiro de equipa.


1º de Agosto continua na corrida


Sofrível! É o que se pode dizer da vitória ontem da formação do 1º de Agosto sobre o arqui-rival, Atlético Petróleos de Luanda, por difíceis 86-85, em partida que marcou o encerramento da terceira e última jornada  da terceira volta da "Final Four". Com o triunfo caseiro, os militares mantêm a chama acesa na luta pelo título da 36ª edição do BAI Basket.

Numa partida onde estavam proibidos de perder, dado a caminhada vitoriosa do Recreativo do Libolo, líder da prova, com 17 pontos, os militares entraram determinados para a quadra, ao contrário do seu opositor, que ficou de fora na perseguição ao título, já na ronda anterior.

Depois de um começo avassalador, a formação do 1º de Agosto viu-se surpreendida pelo arqui-rival, a passagem do minuto seis, quando os petrolíferos da capital assumiram o comando das operações, principalmente, no jogo interior, onde o internacional angolano, Valdelicio Joaquim aparecia a finalizar "sem qualquer"oposição.

Com uma desvantagem de sete pontos, os pupilos de Lazere Adingono conseguiram anularam a vantagem militar (7-7) e terminaram o primeiro quarto com 20 pontos, contra dez da equipa militar, que diga-se, esteve mal quer a defender, quer a atacar.

Aliás, os dez pontos anotados ao cabo dos primeiros 12 minutos, atesta perfeitamente, as dificuldades que os campeões nacionais encontraram, fundamentalmente, nesta etapa de jogo.

No segundo período, a equipa rubro e negra acordou, tendo conseguido 33 pontos, contra 20 do seu opositor, o que perfez 43-40, ao cabo dos primeiros 24 minutos. Reggie Moore e Hermenegildo Santos até então eram os mais inconformados, com 12 e dez pontos respectivamente.

Os quartos subsequentes foram jogado sob o signo de equilíbrio, apesar da equipa do eixo-viário ter mostrado maior esclarecimento em algumas etapas do jogo. Os militares conseguiram um parcial de 16-15, ao passo que no derradeiro quarto, os pupilos de Lazare Adingono apontaram 30 pontos, contra 28 dos comandados de Paulo Macedo.

Valdelicio Joaquim, poste do Atlético Petróleos de Luanda, foi o cestinha da partida, com 24 pontos. Do lado militar, Gildo Santos, com 18 pontos, Reggie Moore e Armando Costa, ambos com 15 pontos, estiveram em grande destaque.

Ainda ontem, o Recreativo do Libolo derrotou, no Complexo do Dream Space, em Viana, o Interclube, por escassos três pontos de diferença (79-76). A partida foi decidida nos minutos finais, já que a um minuto do fim registava-se uma igualdade a 76 pontos.

A quarta volta da "Final Four" arranque já amanhã, com o aliciante 1 de Agosto-Libolo, às 18h00, no Pavilhão Victorino Cunha, e Atlético Petróleos de Luanda-Interclube, no Pavilhão Principal, a mesma hora. Libolo continua no comando, agora com 17 pontos, contra 15 do 1º de Agosto.  Petrolíferos e policias ocupam as posições imediatas, com 12 e dez pontos rspectivamente.

FAB CONVOCA
SELECÇÃO NACIONAL

A pré-selecção nacional de basquetebol masculino de sub-17 convocada ontem, tendo em vista a sua participação nos IX Jogos da CPLP e no Campeonato do Mundo da categoria, concentra-se hoje, a partir das 14h00, no anfiteatro do órgão reitor da modalidade, sita no Complexo da Cidadela Desportiva, a fim de tomar conhecimento do programa de preparação.

Para o duplo compromisso, Manuel da Silva "Gi", que tem como adjunto o antigo internacional angolano, Miguel Pontes Lutonda, convocou 26 atletas. Angola acolhe os IX Jogos da CPLP, ao passo que o Campeonato do Mundo vai ter lugar no Dubai.

Eis a lista completa: Alexandre Jungo, Daniel Manuel, Ariclenes Manuel, Sadrak Buacangamba (Vila), Cristiano Xavier, Cley Capanga, Valdir Manuel, Avelino Dó, Eric Amándio (Petro), Bruno Bandeira e Teodoro Hilário (Interclube), Glofate Bulamba (ASA), Cristiano Gomes, Bruno Fernandes, Silvio de Sousa, Miltor Valente, Aires Goubel, Edmilson Miranda (1 de Agosto), Moisés César, Wilson Rafael, Fonseca Eduardo (Sporting Petróleos do Bié), Alberto Costa, Bruno Trindade, Edivaldo Bráz, Edmilson Leira e Ricardo Graça (Sporting de Benguela).
Melo Clemente

BAI Basket•
CLASSIFICAÇÃO FINAL 4

                                         J    V    D     PM/   PS       P
1º Libolo  -----------------    9    8    1      864 - 735     17
2º 1º de Agosto ----------    9    6    3      817 -  817    15
3º Petro --------------------  9    3    6      809 -  848    12
4º Interclube --------------   9     1    8     695 – 832    10


NACIONAL
Equipas acertam
últimos detalhes


Os representantes da província de Luanda no Campeonato Nacional de basquetebol em seniores feminino, prova marcada para a cidade de Benguela, de 21 a 31 do mês em curso, continuam a acertar os últimos detalhes, antes da viagem para o palco da competição.

Grupo Desportivo Interclube, campeão nacional em título, 1º de Agosto, Grupo Desportivo O Maculusso e a Universidade Lusíada são as equipas.
Depois de ter conquistado o campeonato provincial de Luanda, Jaime Covilhã, técnico principal do 1º de Agosto, tem agora as baterias viradas para o Campeonato Nacional sénior feminino, competição que marca a estreia do Clube Universidade Lusíada.

Polícias e militares apresentam-se como principais favoritos à conquista da 29ª edição do Campeonato Nacional.

Antes do início do "Nacional", a direcção técnica da Federação Angolana de Basquetebol faz disputar igualmente em Benguela a primeira eliminatória da 24ª edição da Taça de Angola.

A formação do Grupo Desportivo Interclube está isenta da primeira eliminatória.

O Misto da Huíla vai defrontar a Universidade Lusíada, na primeira jornada, desafio que marca a abertura da prova. O Sporting Clube de Benguela mede forças com a formação do 1º de Agosto, ao passo que o Maculusso vai ter pela frente o Interclube.
 MC

NBA
Spurs e Miami Heat
garantem presença

A jogar em casa, San Antonio Spurs e Miami Heat garantiram a presença nas finais da respectivas conferências, depois de fazerem o 4-1 nas séries frente a Portland Trail Blazers e Brooklyn Nets.

Os texanos, que ficaram sem Tony Parker no início do segundo período, não sentiram grandes dificuldades para derrotar os Blazers, chegando ao 104-82 com Kawhi Leonard (cinco roubos de bola) e Danny Green (nove ressaltos), 22 pontos cada, como principais protagonistas.

Tim Duncan esteve mais discreto, acrescentando 16 pontos e oito ressaltos, e Patty Mills, substituto de Parker, 18, mais três roubos de bola.

Nos Blazers, Damian Lillard ficou abaixo do que normalmente produz, tendo terminado o encontro com um duplo-duplo de 17 pontos e dez assistências.

Em Miami, o jogo foi mais equilibrado, com os campeões em título a assegurarem a presença na final da conferência, a quarta consecutiva, com um 96-94, graças a terem recuperado de uma desvantagem de oito pontos nos três últimos minutos.

LeBron James foi o melhor marcador dos Heat, com 29 pontos (nove ressaltos, cinco assistências), enquanto Dwyane Wade acrescentou 28, 20 dos quais na primeira parte.