Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Festa da bola comea amanh

Melo Clemente - 05 de Dezembro, 2019

Grupo Desportivo Interclube a mais titulado do continente com cinco trofus ganhos

Fotografia: Agostinho Narciso | Edies Novembro

Cairo, capital do Egipto, acolhe a partir de amanhã, sexta-feira, dia 6, a fase final da 24ª edição da Taça dos Clubes Campeões Africanos de basquetebol em seniores feminino, competição que vai contar com a participação de doze formações. Os magrebinos vão acolher, pela primeira vez no seu historial, um evento do género.
Apesar de ter acolhido várias competições internacionais, com destaque para os Afrobasket´s a nível do sector masculino, Taça dos Clubes Campeões Africanos, igualmente em masculinos, para além de um Campeonato do Mundo da "bola ao cesto" de Sub-19, isto em 2017, o Egipto nunca havia albergado uma fase final da Taça dos Clubes Campeões Africanos a nível de senhoras.
Na sua estreia em provas do género, o Egipto far-se-á representar no evento que arranca amanhã e termina a 15 do mês em curso, com duas equipas, designadamente, Al Ahy do Egipto e Sporting Club de Alexandria.
A reunião técnica da aludida competição, que contará em princípio com a participação doze agremiações acontece hoje, quinta-feira, por volta das 18h00 locais.
De acordo com o Comité Organizador da 24ª edição da Taça dos Clubes Campeões Africanos, a prova será repartida em dois grupos (A e B) de seis formações cada.
A fase preliminar da Taça dos Clubes Campeões Africanos será disputada no sistema de todos contra todos a uma volta, passando para os quartos-de-final as quatro primeiras classificadas de cada grupo. O primeiro classificado do Grupo A medira forças nos quartos-de-final com o quarto classificado do Grupo B, o segundo com terceiro, sendo que os vencedores apuram-se para as meias-finais, ao passo que as equipas vencidas vão disputar as classificativas.
Ferroviário de Maputo é o actual detentor da coroa continental, ao passo que o Grupo Desportivo Interclube (Angola) é a formação mais titulada do continente berço da humanidade, com cinco troféus arrebatados.

INTERCLUBE ACERTA
ASPECTOS TÁCTICOS

Com a poste Nadir Manuel ainda sob "vigilância" do corpo médico do Grupo Desportivo Interclube, a equipa adstrita a Polícia Nacional continua a aprimorar os aspectos técnicos e tácticos.
Depois de terem "abandonado" a capital do país, Luanda, na última segunda-feira, as pupilas de Apolinário Quaresma Paquete estão praticamente ambientadas com o clima da cidade do Cairo, Egipto, país que acolhe, pela primeira vez, um evento do género.
Finalista vencido da edição passada, a formação do Grupo Desportivo Interclube tem como meta conquistar o título da 24ª edição da Taça dos Clubes Campeões Africanos e, consequentemente, alargar para seis o número de troféus arrebatados.
Ferroviário de Maputo, actual campeã africana, é uma das formações favoritas a conquista do anel continental. Na equipa moçambicana destaque para as presenças de  Ingvild Macauro, Odélia Mafanela, Delfina Zita, Cecilia Henriques e Elenteria Lhanguane, atletas que foram fundamentais para a qualificação de Moçambique para o Torneio Pré-Olímpico. A base Anabela Cossa vai desfalcar a equipa moçambicana, por lesão.