Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

FIBA exclui Federação Russa

12 de Agosto, 2015

Basquetebolistas russos vivem momentos de apreensão depois da decisão da FIBA

Fotografia: AFP

A presença da Rússia  nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro de 2016 só pode acontecer com um milagre. A Federação local está suspensa de todas as competições internacionais, incluindo os Jogos Olímpicos e Eurobasket por “escândalos” na instituição.Para reparar a situação, a Federação Russa de Basquetebol realiza no próximo dia 25 do corrente eleições para os novos corpos gerentes. A solução deste “problema” aliviou a pressão sobre a entidade russa que escapou a uma sanção “definitiva” na reunião da Fiba-Mundo realizada entre os 7 e 9 de Agosto. Tudo começou com a interferência de um tribunal russo na Federação local. Uma decisão judicial obrigou a entidade a realizar uma eleição para presidente e  não considerou o pleito feito em 2013 como legítimo. Perante o cenário, a Fiba -Mundo não teve outra opção.

O representante russo na Fiba-Mundo, Sergey Chernov, afirmou que a federação foi notificada da punição por carta e buscou formas para solucionar a questão para evitar a ratificação definitiva. Vale lembrar que a Rússia não tem vaga garantida no Rio-2016. O país vai tentar a classificação para os Jogos Olímpicos, justamente na Eurobasket, que vai ser disputado em Setembro deste ano, em França. Caso consiga reverter a punição, a Rússia vai constar do grupo A da Eurobasket, ao lado de França, Bósnia, Finlândia, Polónia e Israel.A Rússia fez uma boa campanha nos últimos Jogos Olímpicos, disputados em Londres em 2012. A equipa masculina conquistou a medalha de bronze ao superar a Argentina na disputa do terceiro lugar. A equipa feminina ficou na quarta posição ao perder a medalha para a Austrália.

PRÉ-ÉPOCA
Equipa Bauru na rota da liga NBA


As equipas brasileiras continuam a receber convites para marcar presença na pré-época da NBA, desde a abertura de Flamengo em 2014. No quadro de aproximação entre os EUA e o Brasil, a principal liga de basquetebol do mundo convidou, este ano, a equipa Bauru para uma série de jogos amistosos contra as equipas norte-americanas, nos próximos meses.Ontem, as pessoas próximas da NBA e a equipa brasileira fizeram o anúncio após as negociações, num evento que decorreu na capital do Estado de São Paulo.

O Bauru entra na quadra nos dias 7 e 11 de Outubro para defrontar New York Knicks e Washington Wizards. A escolha da equipa brasileira não é aleatória: é a actual campeã da Liga das Américas, principal torneio entre clubes do continente americano. Bauru vai disputar também o título intercontinental com o Real Madrid, neste ano.

A preparação do Bauru para os confrontos amistosos com as equipas norte-americanas estão a causar problemas na selecção brasileira. O poste Rafael Hettsheimeir pediu dispensa da agremiação que prepara a Taça América, a disputar-se entre 31 de Agosto e 12 de Setembro. O jogador da equipa de São Paulo resolveu dedicar-se aos treinos em busca de um sonho: contrato com uma equipa da NBA.A decisão do atleta não foi bem digerida na comissão técnica da selecção brasileira. A troca da selecção nacional pela equipa é vista como um “atentado à pátria”.O técnico Rubén Magnano sinalizou que não pretende mais contar com o jogador para os próximos compromissos, inclusive os Jogos Olímpicos do Rio'2016.