Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Gildo Santos e "Papa N`gulo regressam Seleco

MELO CLEMENTE - 09 de Junho, 2018

Islndo Manuel terminou a poca em grande.

Fotografia: CONTREIRAS PIPA| Edies Novembro

Os regressos de Hermenegildo Santos, base, Islando Manuel \"Papa N´gulo\", extremo base, ambos do 1º de Agosto, e de Valdelício Joaquim, poste que, na última época, militou no basquetebol argentino, constituem as principais novidades da lista definitiva dos hendecacampeões africanos divulgada ontem pela direcção da federação angolana de modalidade, visando a disputa da terceira janela de qualificação zona africana para a Copa do Mundo da China, em 2019, torneio a decorrer de 29 do mês em curso a 1 de Julho próximo, no Cairo, capital do Egipto. Depois de terem sido preteridos para a fase final do Campeonato Africano das Nações de 2017, vulgo Afrobasket, prova disputada no Senegal e na Tunísia, e na primeira janela de qualificação zona africana para o mundial asiático, torneio que decorreu em Novembro último, na capital do país, Hermenegildo Santos e Islando Manuel \"Papa N´gulo\", ambos campeões africanos em 2013, voltaram a merecer a confiança do técnico norte-americano, Will Voigt, tal como Valdelício Joaquim, que, por indisciplina, havia sido afastado por Manuel Silva \"Gi\", até então seleccionador nacional, para o africano de 2017.
Jone Pedro, poste, campeão nacional pelo Clube Central das Forças Armadas Angolanas (1º de Agosto), atleta que realizou uma temporada acima da média, é outra novidade da lista definitiva dos hendecacampeões africanos, que procuram a oitava presença numa fase final de uma Copa do Mundo, depois da estreia em 1986, a convite da Fiba-Mundo, seguindo-se as presenças em 1990, na Argentina, 1994/Toronto, Candá, 2002, Indianápolis, Estados Unidos da América, 2006, Japão, 2010, Turquia e 2014, em Espanha, respectivamente.
Entre os convocados, destaque ainda para Júlio Assis Afonso, atleta que milita no Club Baloncesto Tizona de Espanha, para além de Bruno Afonso David Fernando e Sílvio Samuel de Sousa, ambos a militarem nos Estados Unidos da América.
Assim, ficam de fora, Alexandre Jungo e Egídio Ventura, ambos do Grupo Desportivo Interclube;  Elmer Félix e Adelmiro João, ambos do Atlético Sport Aviação (ASA), para além de Jilson Bango e Geraldo Santos, que militam no Clube Desportivo Marinha de Guerra. 
1º de Agosto e Sport Libolo e Benfica foram as agremiações que forneceram o maior número de atletas, com cinco e quatro jogadores, respectivamente, ao passo que o Atlético Petróleos de Luanda, vice-campeão nacional, deu apenas dois atletas, nomeadamente, Leonel Ditutala Paulo e Gerson Gonçalves \"Lukeny\".
Hoje, sábado, quinze dos 20 atletas chamados para a \"Operação\" Cairo, devem apresentar-se na sala de reuniões do órgão reitor da modalidade no país, sita no Complexo da Cidadela Desportiva.
Entretanto, a viagem da Selecção Nacional para a Turquia, palco do estágio pré-competitivo, de aproximadamente 17 dias, continua tremida, devido a falta de verbas, segundo apurou o Jornal dos Desportos junto do presidente de direcção da FAB, Helder Martins da Cruz \"Maneda\".
De acordo com aquele responsável, a embarque para a Turquia estava inicialmente para amanhã, domingo, dia 10.
\"Infelizmente, até agora continuamos sem verbas para comprar os bilhetes. Portanto, a viagem já não acontece amanhã, como inicialmente estava previsto\", lamentou Helder Martins da Cruz \"Maneda\".
Dezasseis (16) selecções africanas subdivididas em quatro grupos de quatro equipas cada, estão a disputar os cinco passes reservados para o continente africano.
Angola lidera o Grupo C de qualificação zona africana para o Copa do Mundo, com seis pontos, seguido do Egipto, Marrocos e República Democrática do Congo, com cinco, quatro e três pontos, respectivamente.
Transitam para a segunda fase as três primeiras selecções de cada grupo, que posteriormente vão formar dois grupos (E e F) de seis selecções cada. Os dois primeiros qualificados de cada grupo e o terceiro melhor classificado vão representar o continente africano do Copa do Mundo da China, em 2019.
Eis a lista definitiva: Carlos Adilson Alcântara Morais (Sport Lisboa e Benfica); Eduardo Mingas, Leandro Conceição, Hermenegildo Santos, Islando Manuel \"Papa N´gulo\" e Jone Pedro (1º de Agosto); Gerson Gonçalves \"Lukeny\" e Leonel Paulo (Atlético Petróleos de Luanda); Olímpio Cipriano, Benvindo Quimbamba, Pedro Bastos, Hermenegildo M´bunga (Sport Libolo e Benfica);  Reggie Moore (Galitos de Portugal); Ngombo Rogério e Gerson Domingos (Grupo Desportivo Interclube); Yanick Moreira (Parma Basket); Valdelício Joaquim (STB Le Havre); Sílvio Manuel de Sousa (Universidade de Maryland); Bruno Afonso David Fernando (Universidade de Kansas) e Júlio Assis Afonso (Club Baloncesto Tizona).

JOÃO MULIMA
SUBSTITUI MATAMBA


O médico João Mulina vai cuidar da saúde dos hendecacampeões africanos, em substituição do doutor  Agostinho Matamba, que ocupa, actualmente, a presidência da Mesa da Assembleia-Geral da FAB.
Agostinho Matamba, que durante largos anos cuidou da saúde da Selecção Nacional de basquetebol em seniores masculinos, dirige actualmente o hospital Américo Boavida.