Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

"Ginguba" aprova Moncho López

Melo Clemente - 11 de Fevereiro, 2015

Ginguba conquistou Afrobasket 2007 e obteve a melhor classificação

Fotografia: Alberto de Carvalho

O ex-Seleccionador Nacional de basquetebol em seniores masculino, Alberto de Carvalho “Ginguba”, considerou acertada a decisão da direcção da Federação angolana da modalidade na contratação do espanhol Ramón López Suárez, conhecido nas lides da “bola ao cesto” como Moncho López, para dirigir a Selecção Nacional este ano na fase final do Campeonato Africano das Nações da Tunísia, prova selectiva para os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, Brasil.

Em declarações ao Jornal dos Desportos, o técnico  que conseguiu a melhor classificação de todos os tempos, numa fase final de um Campeonato do Mundo,  em 2006, no Japão, quando o combinado nacional ocupou o honroso nono lugar, num universo de 24 selecções, afirmou “que o espanhol representa uma mais valia para Selecção Nacional que tem a difícil missão de conseguir o apuramento aos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro”.

“Não tenho a mínima dúvida de que foi uma decisão acertada por parte da direcção da Federação Angolana de Basquetebol em contratar o técnico Moncho López para conduzir os destinos da Selecção Nacional.

É um homem que conhece profundamente o basquetebol e vai seguramente ser uma mais valia para o nosso combinado que tem uma missão espinhosa este ano, que passa pela qualificação aos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro”, disse o antigo seleccionador nacional que em companhia dos técnicos José Carlos Guimarães e Artur Casimiro Barros fez história em 2006, no Japão.

Dadas as qualidades do técnico espanhol, Alberto de Carvalho “Ginguba” lamentou, no entanto, a durabilidade do contrato fixado em sete meses.
“Normalmente, a direcção da Federação faz contratos por objectivos e desta vez não fugiu à regra. Respeitando como é óbvio a decisão da FAB, creio que devem aproveitar ao máximo a experiência do técnico Moncho López e oferecer-lhe um contrato de dois anos no mínimo. Como disse, a FAB deve ter as suas razões para rubricar um contrato de apenas sete meses”.

“Ginguba” lamentou por outro lado, o facto do substituto de Paulo Macedo não poder orientar a Selecção Nacional no torneio de apuramento aos Jogos Pan-africanos do Congo Brazaville, prova a decorrer de 21 a 28 do mês em curso, no Zimbabwe. “Penso que seria bom que o técnico tivesse já o primeiro contacto com o grupo no torneio de apuramento do Zimbabwe. Infelizmente, desconheço as razões que fazem com que o treinador não vá dirigir a Selecção Nacional em Bulawayo”.

Ainda assim, Alberto de Carvalho “Gunguba” acredita na qualificação do cinco nacional para os Jogos Pan-africanos. “Temos uma selecção muito forte, apesar das lesões que afectam alguns jogadores. Creio que com  maior ou menor dificuldade Angola vai conseguir o apuramento aos Jogos do Congo Brazaville”.Com 11 títulos conquistados, a Selecção Nacional vai este ano em busca do 12º anel continental no Campeonato Africano das Nações, vulgo Afrobasket, prova a decorrer na Tunísia.

Torneio do Zimbabwe
Adjuntos de Ramón Suaréz dirigem Selecção

Emanuel Trovoada e Manuel da Silva “Gi”, adjuntos de Moncho López na Selecção Nacional de basquetebol em seniores masculino, vão assumir o comando do combinado nacional no torneio de apuramento para os Jogos Pan-africanos do Congo Brazaville, prova a decorrer de 21 a 28 do mês em curso, no Zimbabwe, devido a indisponibilidade do seleccionador nacional.

A convocatória da Selecção Nacional que vai à procura do passe de apuramento para os Jogos Pan-africanos do Congo Brazaville deve ser anunciada nas próximas horas, de acordo com Tony Sofrimento, secretário-geral da Federação Angolana de Basquetebol (FAB).

De acordo ainda com aquele responsável, vão ser apenas convocados 12 atletas que têm a missão de qualificar o país no chamado Jogos Olímpicos de África, marcados para Setembro do ano em curso. Administrativamente, o órgão reitor da modalidade no país já começou a trabalhar, a fim do grupo seguir viagem no dia 21, segundo fez saber Tony Sofrimento.

“Já começamos a trabalhar no capítulo administrativo. A Selecção Nacional deve seguir viagem para  o Zimbabwe no dia 21”, asseverou o executivo da FAB. Entretanto, os clubes que forneceram mais de dois atletas à Selecção Nacional podem solicitar adiamento das suas partidas no Campeonato Nacional de basquetebol em seniores masculino, agora designado BIC Basket.                                                
M.C

PERFIL
FICHA DO TÉCNICO

Ramón López Suárez, ou simplesmente Moncho López, como é  tratado, nasceu aos 10 de Julho de 1969, em Espanha.  Depois de se graduar em psicologia física e educação do desporto, Moncho López iniciou a carreira como treinador em 1986, em Espanha, onde  orientou  o Clube Santiago Apóstol, em ambas as classes, passou posteriormente pela formação da Galícia.

Entretanto, foi em Portugal onde se notabilizou como técnico principal, depois de ter passado pelas selecções jovens de Espanha. Em 2014, Moncho López sagrou-se campeão da Proliga, ao serviço da formação Gragon Force. De 2010 a 2012, o novo seleccionador nacional conquistou duas Taças de Portugal, duas Taças Hugo dos Santos, uma Taça António Pratas, uma Supertaça, isto ao serviço do FC do Porto Ferpinta.

Já ao serviço da selecção de Portugal arrebatou a medalha de bronze nos II Jogos da Lusofonia, isto 2009, ao passo que em 2003 conquistou a medalha de prata com a selecção de Espanha no Eurobasket. Em 2002, como assistente do treinador de Espanha, no Campeonato do Mundo de Indianápolis, Estados Unidos da América, ocupou o quinto lugar. Moncho López faz parte dos quadros das escolas de basquetebol de Espanha e Portugal respectivamente. O seleccionador nacional tem o curso de nível três.                    
M.C

NBA
Popovich atinge
marca histórica

A noite desta segunda-feira foi especial para o técnico Gregg Popovich. O treinador chegou à sua milésima vitória na NBA ao comandar o San Antonio Spurs no triunfo apertado sobre o Indiana Pacers por 95-93, tornou-se o nono comandante a atingir a expressiva marca. Cinco vezes campeão da NBA, Popovich está na sua 19ª temporada na liga norte-americana.

Apenas Phil Jackson e Pat Riley atingiram a marca de mil vitórias com menos jogos que o treinador dos Spurs. Já o recordista de triunfos na história é Don Nelson, com 1.335. O triunfo histórico para Popovich veio de forma apertada e decidida apenas no fim. Os Pacers iniciaram o terceiro quarto com 14 pontos de diferença, mas permitiram uma incrível reacção dos Spurs no último período.

Tony Parker foi o cestinha da partida com 19 pontos, além de seis assistências. Tim Duncan anotou 15 pontos e apanhou oito ressaltos. O brasileiro Tiago Splitter começou no banco de reservas e actuou por cerca de 14 minutos, tendo anotado oito pontos.Os actuais campeões da NBA fazem uma campanha apenas razoável nesta época. Aparecem em sétimo na Conferência Oeste, com 33 vitórias e 19 derrotas. Já os Pacers aparecem em 12º no Leste, com 20 triunfos e 33 derrotas.