Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Ginbili confirma aposentao e ausncia nos Jogos Olmpicos

10 de Abril, 2015

Ginbili sem condies de vestir mais a camisola da seleco da Argentina

Fotografia: AFP

O armador Manu Ginóbili não deve voltar a vestir a camisa da selecção argentina masculina de basquetebol. Medalha de ouro dos Jogos Olímpicos de Atenas 2004, o atleta do San Antonio Spurs confirmou a  aposentação na equipa nacional e, consequentemente, a ausência nas Olimpíadas do Rio de Janeiro, em 2016.

Ginóbili, de 37 anos de idade, também tem no currículo com a Argentina a medalha de bronze dos Jogos de Pequim 2008 e o de vice-campeão  no Campeonato Mundial de 2002, em Indianápolis. O armador, no entanto, não disputou a última edição do Campeonato do Mundo, na temporada passada em Espanha, e já havia declarado que não ia jogar o Pré-Olímpico de Monterrey este ano.

“A selecção está tão arreigada dentro de mim, porque comecei na base em 1996, que me custa encerrar um capítulo e dizer chega: não jogo mais e não há possibilidades de que volte a vestir a camisa da selecção. Gostaria de manter vivo o sonho de estar nos Jogos Olímpicos, mas na realidade é ínfima a chance, porque não tenho mais condições”, disse o jogador ao jornal La Nación.

Ginóbili, que também não disputou o Mundial de 2010 por causa de problemas familiares, esteve na selecção da Argentina, quarta colocada nos Jogos Olímpicos de Londres 2012. Na ocasião, a equipa derrotou o Brasil nos quartos de final por 82-77, mas caiu nas “meias” para os Estados Unidos e na disputa da medalha de bronze para a Rússia.

O armador participou de 65 dos 75 jogos do San Antonio Spurs na actual temporada regular da NBA e tem a  média de 22,9 minutos de jogo, 10,7 pontos e 4,3 assistências por partida pela franquia do Texas.

“Para cada partida, tenho de fazer um monte de coisas para chegar à quadra, me dói tudo. A competição no dia a dia perdeu um pouco do significado e mesmo que siga apaixonado quando estou na quadra, o basquetebol não está na primeira posição da minha lista de prioridades. Por isso, os meses que tenho de férias e as dores que sinto fazem com que a selecção não seja prioridade”, explicou.

Pelicans têm play- offs em risco
Os New Orleans Pelicans foram derrotados na última madrugada, em Memphis, pelos Grizzlies, por 74-110, ficaram com o oitavo lugar na Conferência Oeste, último que dá acesso aos play- offs da Liga norte-americana de basquetebol profissional (NBA), em risco. Os Pelicans têm agora 42 vitórias contra 36 derrotas, tal como os Oklahoma City Thunder, com as duas equipas a terem apenas mais quatro jogos pela frente. Na Conferência Este estão ainda seis equipas em luta pelas últimas três vagas nos play- offs: Milwaukee Bucks, Boston Celtics, Brooklyn Nets, Indiana Pacers, Miami Heat e Charlotte Hornets.