Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Ginóbili sofre lesão

09 de Fevereiro, 2016

Ginóbili sofre lesão

Fotografia: AFP

No confronto entre San Antonio Spurs e New Orleans Pelicans, Ryan Anderson girou e ao partir para a cesta acertou o seu joelho nas partes íntimas de Ginóbili. O argentino saiu imediatamente da partida.Após o jogo, o companheiro de Ginóbili Tony Parker preferiu não comentar sobre o assunto, pois "não parecia bom". Alguns jogadores da NBA já sofreram lesões nos testículos, mas nunca ficaram mais de um mês fora, que é a previsão para o regresso do jogador do Spurs.

Entretanto, a Universidade de Louisville no Kentucky, suspendeu nesta sexta-feira por um ano a participação da sua equipa de basquete do campeonato NCAA, com efeito imediato após denúncias de que strippers eram usadas para ajudar no recrutamento de jogadores."Esta suspensão é severa para o nosso programa de basquetebol. Foi difícil tomá-la, mas foi no interesse da universidade", informou o presidente da instituição James R. Ramsey, numa entrevista  em que admitiu "violações do regulamento interno no passado".

Ramsey falou à imprensa, ao lado do emblemático técnico Rick Pitino que levou o Louisville Cardinals ao título da NCAA ,em 2013."Esta decisão foi um choque para todos, é muito severa, e não pensava que entrasse em vigo neste ano", admitiu o treinador, que não vai poder comandar a equipa nos play-offs apesar de uma óptima campanha na temporada regular, com 18 vitórias em 22 jogos.

A decisão de suspender a equipa no meio do campeonato foi tomada devido à publicação em Outubro do livro bombástico de Katrina Powell, ex-stripper que revelou ter servido de intermediária para encaminhar garotas às festas da universidade, de 2010 a 2014.Andre McGee, ex-assistente da equipa, que desde então deixou o cargo, pode ter organizado as festas e pago pelos "serviços" das garotas para incentivar atletas talentosos a jogar pelos Cardinals.

Presença
Base Tony Parker
disputa  pré-olímpico


 Uma semana após colocar em dúvida a sua participação no Pré-Olímpico Mundial de básquete nas Filipinas e até mesmo na Olimpíada do Rio caso a selecção francesa ganhe a vaga, Tony Parker afirmou que estará presente em ambas as competições. O base de 33 anos havia alegado que o nascimento do seu segundo filho, em Julho, complicaria a situação. "Conversei muito com Axelle (esposa) e decidi. Ela sabe quão importante para mim. Então, eu estarei no Pré-Olímpico Mundial e na Olimpíada se nos classificarmos. Eu quero jogar pela França. Avaliei a situação e tomei a decisão", afirmou Parker em entrevista ao jornal francês L'Equipe.O líder da selecção francesa e um dos destaques do San Antonio Spurs, mostrou-se preocupado com a situação dos seus colegas.