Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Governador sublinha solidariedade

M. da Costa e Sérgio V, no Cuito - 03 de Junho, 2013

Boavida Neto reconheceu a evolução das competições paralímpicas

Fotografia: Jornal dos Desportos

O governador do Bié, Boavida Neto, felicitou os atletas de basquetebol em cadeira de rodas pelo espírito de irmandade e qualidade técnica demonstrados ao longo do campeonato nacional da categoria, realizado na capital da província, de 17 a 26 de Maio.

A competição, que teve como finalistas as formações do Kabuscorp de Cabinda e do Complexo Desportivo da Cidadela, foi ganha pelos primeiros, por 71-47.

O governador, que falava na cerimónia de encerramento da IX edição Nacional de Basquetebol em cadeira de rodas, destacou que “a unidade e a entrega dos atletas durante a competição revelam a esperança de continuar a lutar por vitórias”.

Com a unidade e entrega demonstrada pelas equipas intervenientes  no certame, os atletas “deram um exemplo de desenvolvimento à Nação, elevação da dignidade e da auto-estima para toda a juventude angolana”.

Boavida Neto reconheceu a evolução das competições paralímpicas e reafirmou que a realização da IX edição do Campeonato Nacional de Basquetebol em cadeira de rodas no Cuito “espelha, cada vez mais, a projecção de outras organizações de género no país”.

O número “um” do governo do Bié não deixou de endereçar palavras de apreço ao Comité Paralímpico Angolano (CPA). Nesse particular, manifestou a predisposição de o Governo Provincial continuar a trabalhar as questões de segmento social, em particular as inerentes ao desporto adaptado no Bié e no país.

FACTO
António da Luz valoriza certame

António da Luz, secretário-geral do Comité Paralímpico Angolano (CPA), valorizou a realização do Campeonato Nacional de Basquetebol em cadeira de rodas, afirmando que a competição foi bastante renhida.

A alusão do dirigente desportivo foi feita em função das disposições técnicas montadas pelas equipas e as boas condições físicas e psicológicas apresentadas pelos atletas.

Além disso, considerou que os dirigentes, técnicos e atletas foram bem assistidos durante a competição. Uma vez terminado o “Nacional” de basquetebol em cadeira de rodas, a atenção do Comité Paralímpico está agora voltada para a prova de atletismo que vai decorrer este mês, em Cabinda.

Esta prova para atletas paralímpicos, lembrou António da Luz, serve de antecâmara ao Mundial da categoria, que vai ter lugar em Lion, França.

O secretário-geral do Comité Paralímpico anunciou, igualmente, a preparação do Campeonato Nacional de futebol para amputados, a decorrer no Kuando-Kubango, em Agosto. Nesse sentido, referiu o trabalho a ser feito para garantir o apoio contínuo, para a melhoria e valorização da pessoa com deficiência através da prática desportiva.                      
SVD e MC, no Cuito

Moniz Marques
Treinador da Cidadela
solicita apoios maiores

O treinador da equipa finalista vencida no campeonato nacional de basquetebol em cadeira de rodas, Moniz Marques, lamentou o facto de a sua equipa não ter tido os apoios necessários para participar numa competição deste género e disputar o título.

O líder da equipa técnica do Complexo Desportivo Cidadela disse que os seus pupilos não são remunerados e que “jogam por amor à camisola”. Por isso, afirma ser indispensável haver um patrocinador para que a equipa do Complexo Desportivo Cidade possa, de forma digna, praticar e competir nos campeonatos de basquetebol em cadeiras de rodas.

“Nós dependemos inteiramente dos meios próprios e assim torna-se difícil ganhar qualquer competição”, disse, em tom de desabafo, após a disputa da final do Campeonato Nacional de Basquetebol em cadeira de rodas, na qual a sua equipa perdeu frente ao Kabuscorp de Cabinda, por 71-47.

Além dos títulos de 2012 (no “Nacional” do Kwanza-Norte) e de 2013 (no Bié), o Kabuscorp de Cabinda conquistou, igualmente, as edições de 2010 e 2011, disputadas em Benguela e Luanda, respectivamente. 
SVD e MC, no Cuito

NBA
Pacers força sétimo jogo com Miami Heat

Os Indiana Pacers e o Miami Heat discutem na madrugada amanhã o título da conferência Leste no sétimo e último jogo dos Play- offs da final, depois de na madrugada de sábado superar a equipa de Miami por 91-77, com empate nas três contendas.

LeBron James fez 29 pontos, sete ressaltos e seis assistências, mas os restantes companheiros estiveram muito aquém das expectativas (nomeadamente Chris Bosh, com apenas cinco pontos registados). Os Heat igualaram mesmo a pontuação mais baixa da temporada.

Já os Pacers contaram com Paul George (28 pontos, 8 ressaltos e 5 assistências) e Roy Hibbert (24 pontos e 11 ressaltos) em grande plano,com destaque no marcador a partir do terceiro período.

Recorde-se que quem vencer a partida vai disputar a grande final diante dos San Antonio Spurs, que afastaram os Memphis Grizzlies.
Na final do Oeste, a equipa do Texas precisou de apenas quatro partidas para despachar o Memphis Grizzlies.