Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Governo felicita organização do torneio

Silva Cacuti - 23 de Outubro, 2013

O Centro de Medicina Desportiva abre as portas na próxima sexta-feira e também mereceu a visita da delegação ministerial que se deslocou ao pavilhão da Cidadela

Fotografia: M.Machangongo

A faltar pouco mais de três dias para o arranque da IV edição do Campeonato Africano de Basquetebol em cadeira de rodas, o Director Nacional dos Desportos, António Gomes, disse ontem, que as condições preparadas para o evento são excelentes.

O responsável foi indigitado para falar no final da visita efectuada pela comitiva encabeçada pelo ministro da Juventude e Desportos, Gonçalves Muandumba, às instalações que vão albergar as provas que juntam em Angola, de 26 a 3 de Novembro, seis equipas nacionais.

“Foi uma visita de constatação às condições que o país criou para albergar este evento. De realçar que estamos satisfeitos com a organização e pensamos que tudo está preparado. As condições são excelentes e acho que se fez aqui um esforço enorme para dar dignidade ao evento”, disse.

António Gomes crê que a juventude vai acorrer ao pavilhão para apoiar a Selecção Nacional. “Acredito que os jovens vão mobilizar-se para apoiar a nossa Selecção como têm feito e vão estar também presentes desta vez”, disse. Gonçalves Muandumba começou a jornada de campo no edifício da Galeria dos Desportos, que está em fase conclusiva, no perímetro da Cidadela Desportiva.

De seguida, visitou as instalações do Centro de Medicina Desportiva, que esteve encerrado para obras de ampliação. As instalações voltam a abrir as portas na próxima sexta-feira e vai atender as necessidades do Campeonato Africano.

Depois da visita demorada ao estabelecimento médico, que passa a contar com novos serviços, como o laboratório de fisiologia de esforço e a sala de hidromassagens, a comitiva ministerial passou para o pavilhão principal da Cidadela Desportiva. Gonçalves Muandumba visitou os balneários, recebeu explicações do funcionamento dos equipamentos instalados, tais como de som, placard e piso.

A sede do Comité Paralímpico Angolano (CPA) foi igualmente visitada, onde também foram dadas informações sobre os passos organizativos da prova e o funcionamento do “web site” da competição que está em construção. Junto à sede, foram exibidos dois autocarros oferecidos ao CPA pela empresa Multiparques.

OBJECTIVO
Dirigente afasta pressão sobre atletas

O Director Nacional dos Desportos, António Gomes, chamou ontem atenção para o facto de a Selecção Nacional de Basquetebol não ser favorita à conquista da IV edição do Campeonato Africano de Basquetebol em cadeira de rodas.

Questionado se Angola organizava a prova com objectivo de vencer, o responsável foi peremptório: “A perspectiva não é de organizar para vencer, é preciso ter a noção de que existem outros países já com algum potencial nesta área, mas estamos a trabalhar, criámos as condições para uma preparação condigna e acreditamos que os nossos atletas estão preparados para competir e fazer o melhor”, defendeu.

A Selecção Nacional de Basquetebol em cadeira de rodas é orientada por Raul Puna e cumpriu a fase derradeira da sua preparação na África do Sul, durante um estágio de 16 dias.
No último campeonato africano, disputado na África do Sul, em 2009, a equipa nacional ficou em quarto lugar.

A África do Sul, campeã em título, e a equipa de Marrocos são ss favoritas à conquista da prova. O sorteio da prova ditou para a primeira jornada o embate entre a Selecção Nacional e a Nigéria. Noutros jogos, o Egipto vai medir forças com a África do Sul e a Argélia vai defrontar Marrocos.
Silva Cacuiti

TORNEIO
Equipa da Cidadela
conquista Pascoal


A equipa do Complexo da Cidadela Desportivo conquistou o quadrangular em cadeira de rodas, em promoção ao Afrobasket adaptado que Angola vai realizar de 26 deste mês a 2 de Novembro no pavilhão principal da Cidadela Desportiva.

Os luandenses derrotaram a estreante equipa da Pascoal, por 27-25, a seis dias para o arranque do Campeonato Africano de Basquetebol em cadeira de rodas. Para as classificativas, o Misto de Kwanza-Norte qualificou-se na terceira posição ao vencer o Misto de Malange por 18-17.

A prova foi organizada pelo” Grupo Leche Pascual” (Empresa distribuidora do Iogurte Pascoal), em apoio ao campeonato africano da modalidade e serviu também para apresentar a equipa do grupo com o mesmo nome.