Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Grandes na Taça

Melo Clemente - 25 de Março, 2014

1º de Agosto e Recreativo do Libolo jogam hoje pela sétima vez na presente época desportiva com larga vantagem para os libolenses

Fotografia: José Soares

Com a provável reintegração do base Hermenegildo Santos, atleta que regressou de Lisboa, onde esteve em tratamento, a formação do 1º de Agosto recebe hoje, a partir das 18h00, no Pavilhão Victorino Cunha, a similar do Recreativo do Libolo, em partida a contar para a primeira mão da meia-final da Taça de Angola de basquetebol em seniores masculinos.


Militares e libolenses que há precisamente uma semana se defrontaram para a terceira jornada da primeira volta do Grupo A do BAI Basket, com o triunfo a sorrir para o grémio de Calulo, que venceu por 78-69, voltam a medir forças ao princípio da noite de hoje, desta vez no reduto do Clube Central das Forças Armadas Angolanas.

A equipa do 1º de Agosto, que nas competições domésticas ainda não conseguiu qualquer triunfo sobre os actuais vice-campeões nacionais, a última vitória data do mês de Dezembro de 2013, aquando da disputa da fase final da Taça dos Clubes Campeões Africanos da bola ao cesto, prova que decorreu na região de Sousse, Tunísia, sente-se obrigada a inverter o domínio absoluto do Recreativo do Libolo.

Os comandados de  Paulo Macedo, técnico principal da equipa rubra e negra, já consentiram cinco desaires, contra uma vitória. Militares e libolenses defrontam-se pela sétima vez na presente época desportiva. O 1º de Agosto realizou ontem o último treino, no Pavilhão Victorino Cunha, palco que deixou de ser um "inferno" para os seus rivais.

No seio dos jogadores, o desejo é travar o ciclo de vitórias consecutivas do Recreativo do Libolo, que está fortemente engajado em alcançar um resultado positivo que lhe permita disputar o prélio da segunda mão, no Complexo do Dream Space, na próxima sexta-feira, de forma tranquila.

Armando Costa, Cedrick Ison, Mario Correia, Joaquim Gomes "Kikas", Reggie Moore, Felizardo Ambrósio "Miller", Edmir Lucas, Adilson Baza, Carlos Morais, Mutu Fonseca, Edson Ndoniema têm mais uma vez a responsabilidade de anular o jogo colectivo do Libolo, que tem passado, fundamentalmente, em Eduardo Mingas, Olímpio Cipriano e Carlos Morais.

O provável regresso de Hermenegildo Santos pode aumentar o leque de opções do técnico Paulo Macedo, na posição um, na qual o internacional angolano Armando Costa tem sido bastante sacrificado. 

O Recreativo do Libolo, que continua desprovido do seu poste congolês, Lifetu Selengue, em virtude de ter sido suspenso por tempo indeterminado pela direcção técnica da Federação Angolana de Basquetebol, por falsificação de identidade, conta já com o regresso do extremo base Carlos Morais, MVP ( Jogador Mais Valioso) da última edição do Campeonato Africano das Nações da Costa do Marfim.

Carlos Morais está totalmente recuperado da lesão que o afectou no ombro direito e é hoje uma das apostas do técnico Norberto Alves.

TAÇA DE ANGOLA
Petro em busca da reabilitação


O Petro de Luanda está refeito do descalabro do desafio do último sábado, frente ao Recreativo do Libolo, com quem perdeu por 74-96 e procura esta noite, a partir das 18h00, reabilitar-se, quando defrontar o Atlético Sport Aviação (ASA), em desafio a contar para a primeira mão da meia-final da Taça de Angola.

Os petrolíferos podem aparecer esta noite com quatro baixas de vulto, Miguel Kiala, Hermenegildo Mbunga, Paulo Santana e Leonel Paulo, todos lesionados e colocados sob cuidado do departamento médico da equipa.

Paulo Santana e Leonel Paulo devem integrar o lote dos convocados, já que recuperam satisfatoriamente das mazelas que os apoquentava, ao passo que Miguel Kiala e Hermenegildo Mbunga são praticamente cartas fora do baralho de Lazare Adingono, dada a gravidade das lesões.

Na qualidade de detentor do ceptro, os petrolíferos da capital pretendem frente aos aviadores construir uma vantagem confortável, para uma segunda mão da meia-final mais tranquila.

Com um plantel de longe inferior aos dos tricolores, o Atlético Sport Aviação (ASA) vai procurar surpreender o seu adversário, que nos quartos-de-final deixou pelo caminho a frágil formação do Sporting Petróleos do  Bié. A turma aviadora eliminou o Sporting de Benguela.

Os petrolíferos da capital podem aproveitar o mau momento que atravessa o Clube do Aeroporto para conseguir um resultado volumoso, que lhe permita realizar uma segunda mão tranquila e carimbar o passe para a final da Taça de Angola.
Carlos Júlio vai chefiar o trio de arbitragem, constituído ainda por Osvaldo Neto e Mbunga Pedro.
M.C

PALMARÉS
1º de Agosto lidera ranking


A equipa do 1º de Agosto lidera o ranking da Taça de Angola, com 13 títulos em masculinos. Os militares do Rio Seco detêm ainda o recorde de serem a única agremiação que arrebatou o troféu quatro vezes seguidas, de 1985 a 1988. O arqui-rival, Atlético Petróleos de Luanda, conquistou 11 vezes a competição. Na sua galeria constam os trofeus consecutivos das épocas de 1996, 1997 e 1998. O Atlético Sport Aviação (ASA) e Recreativo do Libolo do Kwanza Sul têm dois troféus cada. Dínamos de Luanda venceu a edição de 1989.

1985 - 1º de Agosto
1986 - 1º de Agosto
1987 - 1º de Agosto
1988 - 1º de Agosto
1989 - Dínamo
1990 - Petro de Luanda
1991 - Petro de Luanda
1992 - 1º de Agosto
1993 - ASA
1994 - Petro de Luanda
1995 - 1º de Agosto
1996 - Petro de Luanda
1997 - Petro de Luanda
1998 - Petro de Luanda
1999 - ASA
2000 - Petro de Luanda
2001 - Petro de Luanda
2002 - 1º de Agosto
2003 - 1º de Agosto
2004 - Petro de Luanda
2005 - 1º de Agosto
2006 - 1º de Agosto
2007 - Petro de Luanda
2008 - 1º de Agosto
2009 - 1º de Agosto
2010 - Recreativo do Libolo
2011 - Recreativo do Libolo
2012 - 1º de Agosto
2013-  Petro de Luanda
2014 - ???????????????

BALANÇO
Direcção técnica da FAB
reune amanhã com árbitros


A direcção técnica da Federação Angolana de Basquetebol reúne-se amanhã, a partir das 16h30, no Complexo da Cidadela Desportiva, com os árbitros que participam no Campeonato Nacional de basquetebol em seniores masculinos. O desempenho dos homens do apito durante a fase regular do BAI Basket, assim como a fase de grupos, que terminou recentemente, vai merecer a análise do Conselho de Arbitragem da Federação Angolana de Basquetebol, liderado por Manuel Cristovão "Jassy".

Na reunião são também dados a conhecer os critérios que doravante o Conselho de Arbitragem vai adoptar para nomeação dos trios de arbitragens , para a segunda volta da fase de grupos, assim como para a "Final Four".
A actuação dos homens do apito, fundamentalmente, durante a fase regular foi bastante contestada pelos treinadores, situação que o Conselho de Arbitragem quer inverter nesta fase crucial do BAI Basket.
M.C

NBA
Cavaliers travam Knicks


Os New York Knicks viram o seu registo de oito vitórias consecutivas chegar ao fim, após terem sido derrotados em casa pelos Cleveland Cavaliers (100-106).
Após uma vantagem de 15 pontos no final da primeira parte, os Knicks deixaram-se alcançar pela turma de Cleveland já nos últimos minutos de jogo.

Jarrett Jack foi a grande figura dos Cavaliers (31 pontos e dez assistências), ao passo que Carmelo Anthony destacou-se como o mais inconformado entre os nova-iorquinos, que terminou também com um duplo duplo (32 pontos e oito assistências). Nos restantes jogos da madrugada de ontem, destaque para a vitória dos LA Lakers sobre o Orlando Magic (103-94) e para o triunfo forasteiro dos Brooklyn Nets diante dos Dallas Mavericks (104-107).