Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Grandes podem confirmar passagem

Melo Clemente - 22 de Abril, 2017

Libolenses e militares estão com os olhos postos para a segunda “mão” das meias-finais da Taça de Angola

Fotografia: Contreiras Pipa | Edições Novembro

As formações do Recreativo do Libolo, 1º de Agosto e Atlético Petróleos de Luanda podem confirmar hoje o passe de acesso às meias-finais da 39ª edição do Campeonato Nacional de basquetebol em seniores masculinos, depois de terem vergado ontem os seus adversários, em partida referente a primeira partida do play-off dos quartos-de-final da aludida competição, a melhor de três.

Moralizados com os triunfos obtidos ontem, diante do Clube Desportivo Universidade Lusíada, Atlético Sport Aviação (ASA) e Progresso Associação do Sambizanga, respectivamente, as três agremiações que a par do Grupo Desportivo Interclube, são as principais candidatas à conquista do título da 39ª edição do Campeonato Nacional de basqetebol em seniores masculinos, vulgo BIC Basket, vão procurar esta tarde confirmar na segunda partida dos play-off dos quartos-de-final, à passagem para as meias-finais.

As formações do 1º de Agosto e do Recreativo do Libolo que curiosamente disputam o passe de acesso à final da 33ª edição da Taça de Angola, vão porcurar esta noite decidir à passagem para as meias-finais do BIC Basket, por formas a prepararem sem qualquer preocupação, o jogo da segunda \"mão\" da segunda maior competição do calendário do órgão reitor da modalidade.

Uma eventual derrota dos dois emblemas, obrigaria a disputa de um terceiro jogo do play-off, para se encontrar o vencedor desta eliminatória. O Clube Central das Forças Armadas Angolanas enfrente a partir das 16h00, no Pavilhão Arena do Kilamba, o Atlético Sport Aviação (ASA).

Ricard Casas, técnico espanhol ao serviço da equipa militar, espera que a sua rapaziada entre com a mesma determinação evidenciada ontem, no prélio desta tarde, para assegurar o segundo triunfo consecutivo no play-off dos quartos-de-final, a melhor de três, e, consequentemente, carimbar o passaporte para as meias-finais da 39ª edição do BIC Basket, competição que se aproxima para o seu final.

Casas vai poder contar para o embate desta tarde com as suas principais unidades, com realce para Armando Costa, Hermenegildo Santos, Edson Ndoniema, Islando Manuel, Joaquim Gomes \"Kikas\", Felizardo Ambrósio \"Miller\", todos internacionais angolanos, para além do domenicano naturalizado norte-americano, Emanuel Quezada.

Por seu lado, a formação aviadora comandada por Carlos António Dinis, técnico que criticou o actual modelo de disputa da 39ª edição do Campeonato Nacional da \"bola ao cesto\", vai procurar surpreender o todo poderoso 1º de Agosto, a fim de forçar o terceiro confronto. Apesar de reconhecer a superioridade dos rubro e negro, o técnico da turma do Aeroporto vai tentar colocar uma equipa capaz de conter o jogo ofensivo do Clube Central das Forças Armadas Angolanas.

Os libolenses visitam os universitários às 16h00, no Pavilhão 28 de Fevereiro, num prélio onde os actuais vice-campeões nacionais são claramente favoritos à vitória.

Já a pensar no prélio de terça-feira, diante do 1º de Agosto, para a segunda \"mão\" das meias-finais da Taça de Angola, Hugo Lopez, espanhol que cumpre o seu primeiro ano a frente do Recreativo do Libolo, vai colocar eventualmente jogadores com menos tempo de jogo.

Os petrolíferos da capital vista o Progresso, no Pavilhão Anexo número dois da Cidadela, a partir das 16h00, ao passo que o Clube Desportivo Marinha de Guerra recebe a partir das 16h00, no Pavilhão Victorino Cunha, o Grupo Desportivo Interclube.

Ontem, para a primeira partida do play-off dos quartos-de-final, o Recreativo do Libolo cilindrou a Lusíada, por 90-79, ao passo que o 1º de Agosto vergou o ASA, por 84-64. Já o Atlético Petróleos de Luanda venceu o Progresso Associação do Sambizanga, por  75-64, enquanto o Interclube venceu a Marinha, por 79-74.


NBA
Westbrook multado
por uso de linguagem
inapropriada no final


A NBA anunciou ontem que Russell Westbrook, base do Oklahoma City Thunder, foi multado em 15 mil dólares, por usar linguagem inapropriada em entrevista colectiva na última quarta.

Após a derrota do OKC para o Houston Rockets por 115- 111, que fez aequipa do Texas abrir 2- 0 na série dos play-offs, Westbrook não se mostrou nada feliz na colectiva.

Russell, recordista de triplos-duplos da história da temporada regular da NBA, terminou com com 51 pontos, 13 assistências e dez ressaltos, mas não gostou de ser perguntado sobre seus números diante da derrota do Thunder.

“F… minhas estatísticas, nós perdemos. Isso é a única coisa que importa”, disse o base. Pelo uso de linguagem imprópria, a NBA aplicou multa ao camisa 0.

Os próximos dois jogos serão em Oklahoma, e o OKC tem a chance de empatar o confronto.

CAVS MOSTRAM
PODER DE REAÇÃO

Actual campeão da NBA, o Cleveland Cavaliers visitou o Indiana Pacers na noite de quinta-feira com o objectivo de abrir 3 a 0 na primeira fase dos play-offs. O time da casa teve tudo para garantir a vitória, mas acabou caindo na pressão de LeBron James e companhia, que fechou em 119 a 114.

Os Pacers tiveram tranquilidade na primeira metade do jogo, chegando a abrir 26 pontos de vantagem. Quando os Cavs acordaram, diminuíram e brigaram ponto a ponto pela vitória. Com o resultado, os Cavs ficam muito perto de avançar nos playoffs. Agora, James e companhia tem 3 a 0 na série. O próximo jogo acontece hoje, domingo, novamente em Indiana.

O extremo Paul George comandou a equipa da casa, anotando 36 pontos. Já o astro LeBron James deixou tudo em quadra e foi o cestinha, com 40 pontos, também anotando um triplo-duplo, com 12 ressaltos e 12 assistências.

Os Cavs chegaram a ficar 25 pontos atrás no marcador. Com George inspirado e a defesa dos Pacers funcionando, LeBron pontuava, mas seus companheiros encontravam dificuldades.

O jogo, que era controlado pelos Pacers, passou a ficar favorável aos Cavs e, ao final do terceiro quarto, a vantagem chegou a ser de apenas seis pontos, com James assumindo a responsabilidade de pontuar para a equipa visitante.

Os Pacers, no entanto, caíram muito de rendimento e viram LeBron James voltar a apresentar um grande básquete e dominar o duelo, fechando em: 119 - 114.