Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Herbert Milton refora Interclube

Juscelino da Silva - 29 de Fevereiro, 2020

Novo polcia estreia-se diante do Petro de Luanda

Fotografia: Mota Ambrsio | Edies Novembro

Depois de um longo período a procura no mercado internacional, a direcção do Interclube liderada por Alves Simões chegou a acordo com o poste norte-americano Herbert Milton Hill, de 36 anos de idade, 2,08 metros de altura e 110kg peso. O atleta reforça a posição zero-cinco da equipa da Polícia Nacional de forma a atacar o campeonato nacional e a Taça de Angola.
Proveniente do Al Jazeera  United Arab Emirates, Herbert Milton Hill assinou um vínculo contratual válido para duas épocas com a equipa do Rocha Pinto. O norte-americano desembarcou ontem, à tarde, às 14h00, na capital angolana, Luanda, proveniente da África do Sul, onde fez a escala.
Com a integração na equipa, o Interclube está mais reforçado e aumenta as opções da equipa técnica. O plantel está fechado para a época 2019/2020. Herbert Milton Hill põe fim à fragilizada na posição zero-cinco que mais tirava sono ao treinador principal Raul Duarte.
O atleta norte-americano desloca-se hoje ao pavilhão 28 de Fevereiro para assistir ao jogo do Interclube com a Universidade Lusíada. Herbert Milton Hill vai conhecer os novos colegas.
O primeiro treino com a nova equipa está agendado para as 10h00 de segunda-feira no "Quartel-General" dos polícias. O atleta de 36 anos de idade assegurou que conhece bem o basquetebol angolano por ser a segunda melhor liga africana.
"Tenho algumas informações sobre o basquetebol angolano. Sei que aqui o basquetebol é  exigente e há muito contacto. Estou pronto para ajudar o Interclube a concretizar os objectivos. Com a ajuda dos meus colegas, espero dar o máximo de mim. Sinto que a atmosfera, vai ser muito boa", disse na sua primeira declaração em Angola.
O poste descreveu também a qualidade de executantes das equipas nacionais.
"Sei que as equipas locais têm bons executantes e marcam muitos pontos. Por isso, temos de fazer bem as coisas. Vim trazer a energia para a minha nova equipa", prometeu.
O jovem atleta é forte a jogar debaixo das tabelas, com realce para os smaches e tampões. Herbert Milton chegou a acordo com o Interclube apenas na semana passada. A direcção do Interclube teve de "correr" contra o tempo para inscrever o atleta na Associação Provincial de Basquetebol de Luanda. Ontem, no dia de fecho das inscrições para os atletas estrangeiros, a equipa assinou a ficha de inscrição.
A estreia do novo reforço do Interclube deve acontecer apenas na próxima semana diante do Petro de Luanda. Herbert Milton já fez parte do Draft da NBA em 2007 pela equipa dos Utah Jazz e nos Fhiladelphia 76ers, ambas da NBA. Teve também uma curta passagem pela NCAA.

CAMPEONATO NACIONAL
Petro  e ASA jogam hoje na Cidadela


O Petro de Luanda recebe hoje, às 16h00, no pavilhão principal da Cidadela Desportiva, o Atlético Sport Aviação no jogo de destaque da sexta jornada da terceira volta do campeonato nacional sénior masculino de basquetebol. A partida envolve o primeiro classificado e o penúltimo da tabela de classificação.
A jogar em casa, os pupilos de Lazare Adingono são favoritos à conquista de dois pontos. Defrontam um ASA "faminto" em todos os aspectos. Os aviadores correm mais com coração do que com as pernas. As dificuldades retiram a força aos rapazes de Cesaltino Reis. Com a paralisação prevista para a próxima semana, hoje, procuram fazer uma gracinha ao campeão nacional.
Nas outras partidas, o 1º de Agosto mede forças com o FC Vila Clotilde no pavilhão 28 de Fevereiro, às 15h00. Uma  hora depois, o Clube de Formação Desportiva Kwanza recebe a Marinha de Guerra,. A jornada encerra com a Universidade Lusíada a defrontar o Interclube.
Ontem, na abertura da quinta jornada o destaque recaiu para a vitória do 1º de Agosto diante da Marinha de Guerra por 117-100. O Petro de Luanda venceu facilmente o FC Vila Clotilde por 97-66.              
                                     

REIVINDICAÇÃO
Jogadores do ASA desistem da prova

Os jogadores da equipa sénior masculina de basquetebol do Atlético Sport Aviação prometem paralisar os trabalhos e não disputar a próxima jornada do campeonato nacional, caso a direcção do clube não resolva os pagamentos de salários acumulados há mais de um ano e as condições de trabalho. A equipa treinada por Cesaltino Dinis, técnico adjunto, trabalha em "campo inapropriado" sem água, material desportivo, alimentação e a deslocação é feita por conta e risco do atleta.
Para agravar a situação, o treinador principal Carlos Dinis está ausente desde o início da época. Diante das dificuldades, prometem paralisar os trabalhos na segunda-feira. Os jogadores já "não têm forças para continuar a fazer aquilo que mais gostam: jogar basquetebol", segundo uma fonte próxima a equipa técnica.
Para conferir a má fase da equipa aviadora, o Jornal dos Desportos contactou o treinador-adjunto Cesaltino Reis, que confirmou a informação.
"É verdade. Estamos a atravessar um mau momento, isso já não é segredo para ninguém. Os atletas treinam num dia e noutro, não. Sempre que há disponibilidade do campo do Dream Space, eles treinam. O pagamento do campo é diário e nem sempre temos dinheiro para pagá-lo. Espero que façam alguma coisa por nós. Não sei o que será de nós nos próximos dias", lamentou.
A crise no Atlético Sport Aviação dura há mais de três anos por falta de patrocínio. A mudança de direcção do clube está na base do mau momento da equipa. Informações publicadas apontam a discórdia sobre a presença de pessoas na direcção sem o histórico no clube do aeroporto. Os "paraquedistas", conforme são conhecidos nos bastidores, não gozam de confiança dos principais patrocinadores. Problemas semelhantes também afectaram a equipa de futebol da colectividade, que desceu de divisão em 2017.
O ASA conserva três títulos de campeão nacional sénior masculino de basquetebol conquistados nas épocas 1980, 1996 e 1997. Sempre foi patrocinado por empresas nacionais do ramo de transportes.