Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Hélder leva transparência ao Lubango

H?lder Jeremias - 01 de Fevereiro, 2017

Candidato da lista A entabula diálogo com população votante do Lubango

Fotografia: José Cola\ Edições Novembro/ EP

O candidato à presidência da Federação Angolana de Basquetebol pela lista A, Hélder Cruz "Maneda", acompanhado de personalidades nucleares do seu pelouro, procura desde ontem convencer a família da "bola ao cesto" da província da Huila a abraçar o seu programa para o ciclo 2016/2020.

O pano de fundo do programa estampa a organização e a reestruturação interna, melhor gestão financeira e de recursos humanos, criação de quatro Associações regionais, entre outras inovações para resgatar a hegemonia continental.

Depois de ter apresentado o projecto aos agentes desportivos da praça luandense, Hélder Cruz que estava ladeado de primeiro e segundo vice-presidentes aspirantes a tomar as rédeas da Federação, procura entabular diálogos com a massa votante nas principais praças nacionais em que o seu opositor, Paulo Alexandre Madeira,  já esteve na semana transacta a defender a continuidade. A realização do pleito eleitoral está agendado para dia 18 de Fevereiro.

Com o lema "Unidos na mesma direcção", os representantes da lista A sabem que o trabalho junto das Associações provinciais da Huila, Benguela, Huambo e Bié não se afigura fácil. Paulo Alexandre Madeira conta com alguns associados no quadro orgânico da sua candidatura, para os próximos quatro anos. A apresentação da estratégia de Hélder Cruz tem um significado transversal para as sondagens.

GESTÃO FINANCEIRA

No que diz respeito ao manuseio de valores, a direcção de Hélder Cruz "Maneda" promete a gestão colectiva de recursos financeiros e direcciona a observância do rigor e da transparência indispensáveis à estabilidade da organização da FAB, e do desenvolvimento sempre crescente do basquetebol.

Hélder Cruz promete orçamentar, anualmente, a actividade da Federação, e implementar a disciplina na aplicação das verbas em estrita consonância com a rubrica correspondente, a publicação  do orçamento e o exercício no portal da FAB, visando a transparência.

A lista A defende ainda o inventário anual do património da Federação, e as restaurações que se impõem. A realização de seminários de organização administrativa interna, direccionar os recursos humanos a realizar cursos de formação técnica, e novas tecnologias, visando a melhoria dos seus conhecimentos e permanente qualificação profissional também constam do programa.