Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Homenagem a Jean-Jacques

31 de Maio, 2013

Jean-Jacques vai ser um dos distinguidos pela Federação Internacional de Basquetebol

Fotografia: Jornal dos Desportos

O antigo poste internacional angolano Jean Jacques da Conceição foi escolhido para o Hall da Fama da FIBA, um evento da organização internacional da modalidade, cujo objectivo é reflectir a história do basquetebol e as suas personalidades, que se realiza a 19 de Junho, na sede da FIBA, em Mies, nos arredores de Genebra.

De acordo com o site oficial da FIBA, Jean Jacques, a maior referência do basquetebol angolano, integra um grupo de 12 personalidades mundiais de dez países (entre jogadores, treinadores e apoiantes da modalidade) que vão ser homenageados na edição de 2013 do FIBA Hall of Fame. Seis ex-jogadores, três treinadores, dois funcionários técnicos e colaborador completam a dúzia de distinguidos

O principal objetivo da FIBA Hall of Fame é reflectir a história da modalidade e das suas personalidades. O principal critério para a selecção para o Hall of Fame FIBA é a realização proeminente a nível internacional e a contribuição para o desenvolvimento do basquetebol.

De nome completo Jean-Jacques Nzadi da Conceição, de nacionalidade angolana, nascido a 3 de Abril de 1964 em Kinshasa, com 2,02 metros, praticou basquetebol entre 1982 a 2003. Começou no 1º de Agosto, passando depois pelo Benfica de Lisboa, Unicaja Malaga em Espanha, Limoges em França e Portugal Telecom.

 Conquistou, com a selecção nacional, sete Afrobasket, designadamente em 1989, 1992, 1993, 1995, 1999, 2001 e 2003. Representou a selecção também nos campeonatos do mundo de 1986, 1990 e 1994 e nos Jogos Olímpicos de 1992.
 Em 2011, em Antananarivo, no âmbito das comemorações do 50 º aniversário da FIBA África, Jacques foi nomeado o jogador de basquetebol mais valioso do continente.

Compõem o grupo de jogadores os ícones nacionais Jean-Jacques Conceição,  Angola, Andrew Gaze,  Austrália, Paula Gonçalves, Brasil, da Sérvia, Zoran Slavnic a par de David Robinson e Teresa Edwards, EUA.
Juntam-se a eles os lendários treinadores Pat Summitt, dos EUA, o falecido John “Jack” Donohue, do Canadá,  e da Itália, Cesare Rubini. Estes nomes (treinadores e jogadores) em conjunto já conquistaram ao todo 14 medalhas olímpicas e oito de campeão do mundo FIBA.

Vão ainda ser distinguido os oficiais técnicos Valentin Lazarov, da Bulgária, e Costas Rigas, da Grécia, além do mecenas Aldo Vitale, da Itália.
 A cerimónia de consagração da edição de 2013 da FIBA Hall da Fama realiza-se no Naismith Arena, um espaço de exposição e de eventos no piso térreo da Casa de Basquetebol.
A FIBA Hall of Fame foi inaugurada oficialmente a 1 de Março de 2007.

Homenageados:
 JOGADORES: Jean-Jacques da Conceição (Angola), Teresa Edwards (EUA), Andrew Gaze (Austrália), Paula Gonçalves (Brasil), David Robinson (EUA) e Zoran Slavnic (Sérvia).
 TREINADORES: John “Jack” Donohue (Canadá) póstumo, Cesare Rubini (Itália) póstumo e Pat Summitt (EUA).
FUNCIONÁRIOS TÉCNICOS: Valentin Lazarov (Bulgária), Costas Rigas (Grécia).